BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, março 20, 2011

Tatiana Belinky - 20/03/11

TATIANA BELINKY
(Gêneros Literários)
ESCRITORA INFANTIL
Biografia:
Tatiana Belinky nasceu em 18 de março de 1919 em Petrogrado, atual São Petersburgo, Rússia, mudando-se para Riga aos dois anos de idade. Seu pai, Aron, era comerciante e a mãe, Rosa, cirurgiã-dentista.
A menina Tatiana aprendeu a ler no idioma materno, o russo, aos quatro anos de idade e até os dez já era fluente também em alemão.
Devido à perseguição aos judeus na Rússia Soviética, a família Belinky, que era judia, resolveu se mudar para o Brasil, chegando a São Paulo em 1929.
Na adolescência, em São Paulo, Tatiana trabalhou como secretária bilíngue.
Em 1939, começou a estudar Filosofia na Faculdade São Bento, mas abandonou o curso em 1940 em razão de seu casamento com o médico Júlio de Gouveia.
De 1948 a 1951, criou com o marido várias adaptações de histórias infantis para teatro.
 Nessas encenações, Tatiana fazia o roteiro e o marido, a direção.
As peças eram encenadas em teatros da Prefeitura de São Paulo, com recursos da prefeitura.
Em 1952, o casal encenou sua bem-sucedida adaptação “Os três ursos” na extinta TV Tupi.
Com o sucesso da encenação na televisão, a Tupi convidou o casal a elaborar o programa “Fábulas Animadas”, preenchendo uma lacuna da programação da época para o público infanto-juvenil.
 Em seguida, o casal fez a primeira adaptação televisiva do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, de Monteiro Lobato, exibida em horário nobre.
Seguiram-se outros programas de sucesso, sempre na linha de adaptações para o público infanto-juvenil, que estiveram no ar por um total de 13 anos, até 1966.
 Esses programas tinham sempre o propósito explícito de estimular a leitura entre os jovens, criando nestes a curiosidade de ler os originais das adaptações.
Paralelamente à atividade como roteirista de teatro e televisão, Tatiana Belinky deu início, em 1952, à atividade como tradutora literária, iniciada com suas adaptações de peças de teatro infantis e contos russos.
 Traduziu mais de 80 livros do russo, alemão, inglês e francês.
Entre os textos que traduziu e adaptou estão obras de autores como Dostoiévski, Tolstói, Gorki, Gogol, Turgueniev, Goethe, Brecht, Irmãos Grimm e Lewis Carroll.
Sua especialidade sempre foi a literatura infantil russa, ajudando a divulgar a cultura russa entre crianças e adolescentes.
Também atuou, a partir de 1972, como crítica de literatura infanto-juvenil e de teatro, como colaboradora dos jornais Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e Jornal da Tarde e da TV Cultura.
Em 1985, começou sua atividade como autora de livros infantis, publicando sua primeira obra em 1987 com o título Limeriques (poesias).
 Desde então, não parou de produzir poesia, prosa, ficção e livros didáticos.
 Grande parte dessa prolífica produção de cerca de 100 livros tem o público infanto-juvenil como alvo. Recentemente, tem publicado livros de crônicas e memórias.
Tatiana Belinky é autora premiada em literatura e teatro.
Recebeu o Prêmio Mérito Educacional em 1979, e o Prêmio Jabuti de Personalidade Literária do Ano em 1989, entre outras premiações.
Na área de tradução, recebeu o Prêmio Monteiro Lobato de Tradução em 1988 e 1990.
Em 1994, deixou de atuar como tradutora, mas não abandonou, entretanto, sua atuação como escritora
Resumindo e repetindo:
Tatiana Belinky nasceu em 1919, em São Petersburgo, na Rússia, e chegou ao Brasil em 1929. Publicou livros em prosa e versos, além de traduções, adaptações e recontagens.
Entre 1952 e 1966, fez a primeira adaptação para a televisão da série Sítio do Pica-Pau Amarelo, de Monteiro Lobato.
Colaborou na TV Cultura e em importantes jornais como crítica de literatura infantil e juvenil e de teatro.
Recebeu inúmeros prêmios, entre eles: Mérito Educacional e Jabuti de Personalidade Literária do Ano, concedidos pela Câmara Brasileira do Livro; dois Monteiro Lobato de Tradução da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Foi, ainda, premiada em 1979 pelos 30 anos de atividades em Teatro e Literatura Infanto-Juvenil pela Associação Paulista de Críticos de Arte.
Notícia sobre a posse de Tatiana:
Ontem, dia 15/04/10, a escritora Tatiana Belinky encantou a todos, durante a sua posse na Academia Paulista de Letras.
Com doçura na voz e meninice no olhar, surpreendeu os acadêmicos e a atenta platéia, ao declamar um pequeno poema – segunda ela, a poesia que mudou a sua trajetória – , versos em forma de acróstico:
Trazes no peito um sonho de ventura
Amável sonho que te embala a vida
Tornando-a suave e menos sofrida
Irmã do teu sequioso de ternura
Arde outro sonho dentro do meu peito
Não te parece assim bela medida
Amarmos os dois num só proveito
O poeta: Júlio Gouveia. A revelação: seu namorado e, depois, marido.


Livro Diversidade:
Trabalhando a diversidade
Sugestão de aula
Dados da Aula:
O que o aluno poderá aprender com esta aula.
Iniciar a construção do conhecimento à cerca do tema abordado: DNA; Compreender o conceito científico e elencar este a idéia da diversidade dos seres vivos, promovendo assim a valorização do diferente.
Duração das atividades: 3 momentos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno.
Os conhecimentos prévios do alunado serão buscados por meio de um questionário que será por eles respondidos antes do início da realização desse projeto.
Estratégias e recursos da aula:
1° momento:
Realizar o centro de interesse ( roda de conversa informal), e, lançar perguntas de interesse coletivo;
Recolher e comparar respostas;
Leitura do texto: "Diversidade". Tatiana Belinky. Coleção Camaleão. Editora Quinteto.
Realizar atividades de auto descrição;
Leitura do livro: "Aprendendo sobre as diferenças". Rodrigo Estramanho de Almeida. Litle Books. A partir da leitura solicitar que observem os diferentes espaços: na escola, na rua, em casa, etc.
Questionário sobre o texto;
Para casa: atividade de comparação com a família;
2° momento:
Realizar o centro de interesse (roda de conversa informal);
Leitura do texto infantil: “O problema da diferença” (que está disponível pelo seguinte link: http://www.4shared.com/file/72868025/285b536a/Apresentao1.html).
Levantamentos de dados sobre a célula;
Apresentação da célula de uma cebola;
Power point com desenho esquemático da célula;
Conceituar a célula e suas partes pela construção da maquete da célula;
Localizar e identificar o DNA;
Conceituar o DNA e suas partes;
Discutir sobre o que foi exposto;
3° momento:
Realizar centro de interesse (roda de conversa informal);
Reflexão de todo o conteúdo já exposto;
Construção de uma maquete do DNA;
Iniciar a idéia de fecundação;
Mostrar o processo de fecundação via power point;
Expor que a partir desse processo ocorre a herança genética;
Recursos Complementares:
Quadro Branco (lousa); Pincel; Microscópio; Retroprojetor; Transparência; Power point;
Para a construção da maquete da estrutura da célula:
a critério de cada professor;
Para a construção da maquete da estrutura do DNA:
Arame; Bala de goma; palitos de dente; Folha A4.
Avaliação:

Será dada no decorrer das atividades por várias formas de observações;
Questionário sobre os conceitos trabalhados;
Construção de um texto ilustrado sobre os assuntos abordados.
  Poema: Diversidade
 
Um é feioso,
Outro é bonito
Um é certinho
Outro, esquisito
Um é magrelo
Outro é e gordinho
Um é castanho
Outro é ruivinho
Um é tranqüilo
Outro é nervoso
Um é birrento
Outro dengoso
Um é ligeiro
Outro é mais lento
Um é branquelo
Outro sardento
Um é preguiçoso
Outro ,animado
Um é falante
Outro é calado
Um é molenga
Outro forçudo
Um é gaiato
Outro é sisudo
Um é moroso
Outro esperto
Um é fechado
Outro é aberto
Um carrancudo
Outro ,tristonho
Um divertido
Outro, enfadonho
Um é enfezado
Outro é pacato
Um é briguento
Outro é cordato
De pele clara
De pele escura
Um ,fala branda
O outro, dura
Olho redondo
Olho puxado
Nariz pontudo
Ou arrebitado
Cabelo crespo
Cabelo liso
Dente de leite
Dente de siso
Um é menino
Outro é menina
(Pode ser grande ou pequenina)
Um é bem jovem
Outro, de idade
Nada é defeito
Nem qualidade
Tudo é humano,
Bem diferente
Assim, assado todos são gente
Cada um na sua
E não faz mal
Di-ver-si-da-de
É que é legal
Vamos, venhamos
Isto é um fato:
Tudo igualzinho
Ai ,como é chato!
Diversividade cultural:Rússia
  A diversidade cultural são diferenças culturais que existem entre o ser humano.
Há vários tipos, tais como: a linguagem, danças, vestuário e outras tradições como a organização da sociedade.
A diversidade cultural é algo associado à dinâmica do processo associativo.
Pessoas que por algumas razões decidem pautar suas vidas por normas pré-estabelecidas tendem a esquecer suas próprias idiossincrasias.
Em outras palavras, o todo vigente se impõe às necessidades individuais.
O denominado "status quo" deflagra natural e espontaneamente, e como diria Hegel, num processo dialético, a adequação significativa do ser ao meio.
O termo diversidade diz respeito à variedade e convivência de idéias, características ou elementos diferentes entre si, em determinado assunto, situação ou ambiente.
 Cultura (do latim cultura, cultivar o solo, cuidar) é um termo com várias acepções, em diferentes níveis de profundidade e diferente especificidade.
São práticas e ações sociais que seguem um padrão determinado no espaço/tempo.
Se refere a crenças, comportamentos, valores, instituições, regras morais que permeiam e "preenchem" a sociedade.
Explica e dá sentido a cosmologia social, é a identidade própria de um grupo humano em um território e num determinado período.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Projeto Diversidade Cultural
Fonte: Blog Os gêneros Discursivos
País: RUSSIA
Período: 1 mês
Justificativa: Um projeto que trabalha as questões da diversidade.
As discussões e reflexões partirão de situações cotidianas vividas pelos próprios alunos, que muitas vezes não são debatidas e analisadas no ambiente familiar e escolar.
Serão analisadas as contribuições dos alunos e realizadas produções que sistematizem as discussões.
Temas transversais:
• Ética
• Pluralidade cultural
• Meio ambiente
Objetivo Geral: Abordar as diversidades culturais da Russia bem como suas particularidades.
Objetivos Específicos:
1. Reconhecer e valorizar a diversidade cultural, que está intrinsecamente ligada ao respeito ao outro, com suas crenças, credos e valores. Supera-se, assim, a intolerância e a violência entre indivíduos;
3. Compreender a relação entre a diversidade cultural e os direitos humanos;
4. Identificar e analisar diferentes situações cotidianas que refletem a intolerância e o desrespeito à diversidade cultural;
5. Conhecer as diferentes manifestações culturais do país Russia e suas influências na construção das identidades dos povos.
Recursos:
• Papéis de várias gramaturas;
• Pincel, tintas, lápis de cor, giz de cera; massinha de modelar;
• Tecidos,Feltro, TNT,rádio, CD, televisão, DVD;
• músicas e acessórios.
Atividades:
1. Fazer uma roda de conversa para saber quais as impressões que o grupo tem sobre a temática "Diversidade Cultural".
2. Passar um vídeo sobre algum documentário ou um filme que trate um pouco deste tema e também sobre a Rússia, como seus pontos turísticos e música.
3. Pedir para trazerem pesquisa sobre a Rússia para serem trabalhados em sala de aula.
Abordar, pelo menos, quatro vertentes da diversidade (música, culinária, folclore e tradição ).
4. A turma pode se dividir em grupos para confeccionar jornais e murais que tratem da questão da diversidade cultural.
5. Pedir que os alunos reflitam, através de situações cotidianas, a relação destas com os direitos humanos e a diversidade cultural.
6. Confecção – artes manuais.
HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS:
O hábito de ouvir;
Dramatização;
Coordenação motora;
Oralidade.
COMPETÊNCIAS A SEREM ADQUIRIDAS:
Escrita e leitura;
Noção de tempo e espaço;
Futuro pesquisador...
ETAPAS
1º ETAPA
Dividir os temas para serem pesquisados de acordo com os grupos.
Temas: Rússia
Noções básicas sobre a cultura russa (material da professora)
Pesquisa dos alunos:
Grandes personalidades da Rússia
Música russa
Imagens do dia-a-dia
Lembrancinhas russas –Tradição- BONECA
Superstições
Culinária russa
Chá Russo
2º ETAPA
Discutir sobre a pesquisa realizada e confeccionar um mural.
3º ETAPA
Escutar a lenda da Rússia: Princesa Sapa
LER A HISTORIA DIVERSIDADE - AUTORA: TATIANA BELINKY
Assistir vídeos turísticos da Rússia
Escutar musicas tradicionais do país.
3º ETAPA
Confeccionar quadro da boneca Matrioska.
Uma matrioska, matriosca, matrioshka, Matriochka, matrioschka ou Matryoshka (Cirílico матрёшка ou матрешка) ou Boneca russa é um brinquedo tradicional da Rússia, constituída por uma série de de bonecas, feitas de diversos materiais, ainda que o mais frequente seja a madeira, que são colocadas umas dentro das outras, da maior (exterior) até à menor (a única que não é oca). A palavra provém do diminutivo do nome próprio "Matryona".
O número de figuras que se conseguem encaixar é, geralmente de 6 ou 7; Outra característica que diferencia as diversas peças são as figuras que encarnam: desde figuras femininas vestidas com trajes tradicionais campesinos, a personagens de contos de fadas, até aos antigos líderes da União Soviética.
4º ETAPA
Confeccionar o chaveiro da boneca.
5º ETAPA
Confeccionar um futebol de botão com os personagens heróicos da Rússia .
E cada botão ter uma ficha explicando quem é o personagem do botão.
Falar do futebol na Rússia.
6º ETAPA
Confeccionar as bonecas com massinha.
7º ETAPA
Escolher um prato típico e fazer com os alunos.
AVALIAÇÃO:
Será feita de maneira diagnóstica e contínua através de montagem de portifólio.
Atividades Extras:
1. Exposição da confecção dos trabalhos realizados e realizar uma oficina para que outros possam fazer.
Fonte:
 Sobre o Livro Limeriques da Cocanha
Editora Companhia das LetrinhasMito, utopia, ideologia, sonho que alimenta o imaginário de vários povos, sob as formas mais diversas.
Limerique é um tipo de poema com cinco versos que serve para fazer estripulias e por uma graça bem gozada na vida da gente. É poesia com puríssimo "humor".
A maravilhosa Cocanha é isto: terra de abundância, liberdade, ócio, prazeres absolutos, eterna juventude...
Criada por um poeta anônimo francês de meados do século XIII, o poema difundiu-se e foi cantado em verso e prosa durante séculos, em todos os cantos do mundo.
Neste livro de limeriques, Tatiana Belinky explora o imaginário sobre a Cocanha, apresentando aos leitores mirins essa terra da fantasia, inventada há séculos e desejada por muita gente.
Uma terra onde não há "nada melhor do que não fazer nada", povoada por abundância, saúde e prazer.
Você sabe o que é Cocanha?
Cocanha é uma terra estranha,
País que se esconde
Ninguém sabe onde -
Lugar misterioso, a Cocanha.
A vida ali é um deleite
Suave tal qual puro azeite -
Na bela Cocanha
O povo se banha
Em rios de mel e de leite.
Cocanha é o país que enfeitiça,
Atrai pela santa preguiça
Da tal vida airada
Do "não fazer nada",
Do "nada importa" por premissa.
Agora, responda ligeiro,
Não leve um dia inteiro
Para decidir
Se quer residir
Naquele país, tão maneiro!
Então eu respondo ao assédio:
Se não houver outro remédio
Eu vou desistir
De lá residir -
Pois lá morreria... De tédio!
Receita de Bruxa
A bruxa malvada , a Urraca,
Raivosa que nem jararaca,
Vingou-se do ogro
Que era seu sogro
Com esta receita velhaca:
Bocejo de pulga
Coceira de cão
Espirro de grilo
Rosnar de escorpião
Rangido de dente
Coaxar de gavião
Lambida de mosca
Soluço de anão.
De cada ingrediente um punhado
E o ogro saiu carregado!
E a bruxa Urraca,
Aquela bruaca,
Dançou de contente um xaxado.
Fonte:
http://doceinfancia.ning.com/group/270978/forum/topics/tatiana-belinky-xg_source=activity

 Você reconhece esta bruxinha?
 Ela não é má e também não pertence a nenhum reino das trevas.
Mas é capaz de fazer feitiços com as palavras.
A bruxonilda aí de cima é a escritora Tatiana Belinky, que acabou de completar 91 anos.
E esse traje é apenas um desejo de criança praticamente realizado.
Se pudesse, ela se transformaria em uma bruxa de verdade.
Ou em uma boneca Emília, que além de divertida fala tudo o que dá na telha.
Tatiana era amiga de Monteiro Lobato.
 E contava histórias na tevê nos anos 1950, quando os seus avós ainda eram crianças (ou nem tinham nascido).
Agora, em sua homenagem, virou tema do programa A Menina Trança Rimas, que você pode assisitir na televisão. (  Tv Cultura,março2010).
Nele, o contador de histórias Giba Pedroza se veste de marcador de livro e começa a soltar palavras pela boca, sem parar.


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios