BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, junho 29, 2012

Era uma vez quatro irmãos>Inverno frio,coração quente> História> 29/06/12

Inverno frio, coração quente


A chegada do inverno deixa os dias cinzentos e chuvosos, mas nem por isso precisa trazer tristeza. Explore o que a estação mais fria do ano traz de bom
Por Robson A. Santos


Objetivos:
★ Explorar as transformações que acontecem na natureza com a chegada do inverno
★ Estimular a criatividade das crianças
★ Ampliar o universo cultural dos alunos




Todo mundo gosta de curtir um solzinho no verão, ver as flores nascendo na primavera e saborear as frutas que amadurecem no outono. Mas e no inverno? Muitas vezes só nos lembramos de reclamar dessa estação sem nos dar conta de quanta coisa gostosa e divertida podemos fazer na época do frio, como contar histórias, por exemplo.


A tristeza do inverno
Um conto de Robson A. Santos*


Era uma vez quatro irmãos: Primavera, Verão, Outono e Inverno. Esses irmãos trabalhavam muito e nem sempre se encontravam. Quando um viajava de um lado do mundo, o outro viajava do outro lado. Contam as lendas que uma vez por ano eles se encontravam para um gostoso almoço com direito a sobremesa e muita música. Esta história aconteceu no último almoço. Onde aconteceu e quando foi ninguém sabe, só sei contar aquilo que aconteceu e que alguém me contou.
Primavera, como sempre, chegou para o almoço toda vestida de flores e muito colorida. Verão, por sua vez, chegou com óculos escuros, bermuda, camiseta regata e chinelos. Outono chegou um tanto quanto encolhido, com as maçãs do rosto coradas, como eram coradas as maçãs quando ele passeava pelo mundo. Todos se sentaram esperando Inverno. Ele nunca se atrasava. O que estaria acontecendo com o irmão?
Passou um tempo e eles, muito preocupados, resolveram sair para procurá-lo. Quando saíram no jardim, lá estava Inverno, com um casaco cinzento e chorando encolhido em um canto.
– O que aconteceu? – perguntou a Primavera.
– Quem te machucou? Vou dar um jeito nisso! – bradou Verão.
– Tenham calma, vamos ouvir o que nosso irmão tem para falar. Secando as lágrimas com a manga do casaco, contendo o choro, Inverno começou a falar:
– Estou triste! Não deveria ter vindo... não quero estragar o almoço.
– Vamos entrar e lá conversaremos melhor. – disse a Primavera.
Os irmãos abraçaram Inverno e entraram para a sala de jantar. Estavam intrigados, pois Inverno sempre chegava animado e sorridente. O que teria acontecido? Todos se sentaram ao redor da mesa farta esperando que Inverno falasse algo. O silêncio pairava no ar até que, fungando um pouco, Inverno começou a falar.
– Antes de vir para cá passei por vários lugares do mundo e ouvi muita gente reclamando na região onde eu morarei durante um tempo. Reclamavam do frio, da tristeza que eu levava nesta época e que não permitia que as pessoas vivessem sorrindo como se estivessem no calor do Verão. Ninguém gosta de mim!
– Não é isso, Inverno, as pessoas sempre reclamam. Não ligue para isso!
– E como não ligar? Todo mundo gosta do seu calor, das flores da Primavera e das frutas do Outono. Mas quando eu chego todo mundo se esconde e ninguém quer saber de mim.
– Calma, meu irmão – disse a Primavera – Cada um de nós tem sua importância e todos nos completamos. Eu chego trazendo cores e flores, o Verão com o calor e o bronzeado, o Outono com as frutas e você com a calma, o aconchego.
– Primavera tem razão, mas quando eu chego com o calor tem sempre alguém que reclama que está muito quente, passam mal e tudo o mais.
– E eu, então, tem gente que nem gosta de frutas? Passam pelas feiras e mercados e nem dão bola para as frutas madurinhas que ali estão. Nem olham para os pés de frutas nos pomares.
– Pois é, todos vocês têm alguma coisa para que as pessoas observem ou reclamem e eu? Quando eu chego não trago nada para elas! Só o frio!
Os irmãos se olharam, pois seus argumentos pareciam complicar ainda mais a situação. Não sabiam o que fazer para alegrar o irmão que se encontrava tão desolado. Olhavam um para o outro, para o teto, para o chão, de novo de um para o outro e não achavam uma resposta. Estavam ali quebrando a cabeça quando um senhor grisalho entrou na sala de jantar, perguntando se poderia começar a servir. Ao olhar para Inverno choroso e triste se aproximou dele: – Mestre Inverno, o que aconteceu? Por que o senhor está triste? Entrei aqui esperando ouvir sua gargalhada ou ver o seu sorriso. Inverno se encolheu mais, porém, olhando para o mordomo, disse: – Amigo Tempo, desculpe se o frustrei, mas estou muito triste para sorrir ou gargalhar.
– E qual o motivo de tanta tristeza?
Os irmãos olharam para o mordomo que parecia tirar Inverno daquela tristeza. A amizade deles era muito grande. Inverno, pacientemente, explicou para Tempo tudo o que o entristecia. Quando terminou, foi a vez de Tempo dar uma gargalhada. Os irmãos acharam que o mordomo estava louco, mas não falaram nada.
– Mestre Inverno, pare com isso, não dê atenção a comentários maldosos de quem não entende o ciclo das estações e da vida. Venha cá!
E dizendo isso deu um abraço apertado em Inverno. O frio do Inverno não incomodava Tempo e aos poucos, depois de mais um monte de choro, Inverno se acalmou.
– Escute, Mestre Inverno, as pessoas que reclamaram não perceberam que na sua estação o calor está muito presente, assim como as cores e os sabores, só que de forma diferente das estações de seus irmãos.
– Como assim? – perguntou Inverno. – O calor que aparece no inverno vem do coração das pessoas que se aproximam mais, se abraçam mais e com isso se aquecem.
Vem do fogo aceso que faz com que as pessoas fiquem mais perto entre si. As cores estão presentes nas roupas que as pessoas vestem, tornando-as mais elegantes. E os sabores estão presentes nas sopas, nos pratos deliciosos que as pessoas preparam. Como você pode ver, Mestre Inverno, quando você chega tudo muda realmente, mas para melhor.
Um sorriso se abriu no rosto de Inverno, acompanhado de sorrisos dos irmãos. Todos olhavam para Tempo lembrando que o melhor mestre é o tempo, que só ele pode ensinar aquilo que outros não conseguem. A humildade de Tempo era sua maior qualidade e ele nunca quis ser mais do que o mordomo nas reuniões dos irmãos. Mais uma vez, Tempo foi até Inverno dando-lhe um grande abraço. Os irmãos se levantaram e todos juntos abraçaram Inverno e Tempo, fazendo com que toda a tristeza fosse embora, no aconchego daquele abraço, na alegria do contato e no calor de quem se ama.
O abraço demorou um pouco e quando voltaram para seus lugares os sorrisos haviam aumentado e todos, como se nada tivesse entristecido os irmãos, começaram a conversar. Tempo começou a servir o almoço e, depois de satisfeitos, todos sentaram ao redor da lareira e cada um começou a contar uma história. Inverno percebeu que além de trazer aconchego e tudo aquilo que Tempo falou, trazia também o prazer de contar histórias ao redor do fogo.


Roda das estações
Materiais:
• Cartolina branca
• Papel-cartão
• Estilete e furador
• Canetinhas
• Tachinha tipo bailarina
1. Recorte dois círculos, um na cartolina e outro no papel-cartão. Dobre a cartolina ao meio duas vezes para vincar, dividindo-a em quatro partes. Marque o meio.
2. Divida o papel-cartão em quatro partes e corte um quadrante fora.
3. Em cada parte da cartolina, faça desenhos ou cole imagens que representem as quatro estações.
4. Fure o centro dos dois círculos. Prenda o papel-cartão sobre a cartolina com a tachinha.
5. Gire o papel-cartão conforme você vai contando a história, apresentando as estações.


Dica esperta!
Você pode usar uma caixa de pizza para fazer os círculos.
As Quatro Estações
Materiais:
• CD com As Quatro Estações, de Vivaldi
• Papel sulfite
• Tintas e pincéis


1. Após contar a história, apresente aos alunos As Quatro Estações, de Vivaldi, e peça que eles percebam onde se encaixa cada personagem, prestando atenção à diferença das melodias, ritmos e andamento de acordo com cada estação do ano.


Dica esperta!
Antes da atividade, apresente aos alunos o compositor Vivaldi e pergunte se eles já ouviram a música Primavera, que foi gravada por Tim Maia.



 

 


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios