BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORES VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2019
10 ANOS DE LITERATURA INFANTIL
ACOMPANHEM LINGUAGEM E AFINS NO FACEBOOK TAMBÉM!

domingo, junho 23, 2019

Meu corpo é especial>Abuso sexual infantil>Leila>Bullying>23/06/2019


Meu corpo é especial - Um guia para que a família converse sobre abuso sexual
Cynthia Geisen

Diferentemente dos monstros escondidos debaixo da cama das crianças, o abuso sexual infantil é uma triste realidade que não pode ser ignorada.
Os pais e adultos responsáveis pelas crianças têm responsabilidade de orientá-las para que tenham uma compreensão clara quanto aos seus limites pessoais bem como devem apresentar um plano de ação caso esses limites sejam ultrapassados.
Ler este livro e conversar com as crianças sobre este tema vai demostrar o quanto você se importa com elas e assegurará que elas tenham condições de perceber se estão correndo perigo ou sofrendo algum tipo de violência.
Este é um guia para que se possa conversar com as crianças sobre abuso sexual.
 A intenção deste livro não é assustar as crianças, mas ajudá-las a se sentirem seguras. 
 Saber diferenciar um toque adequado de um inadequado, e saber o que fazer quando o toque de alguém a incomodar será um bom começo rumo à conquista deste objetivo.  
Como adultos, não podemos assegurar que as crianças vivam livres do perigo; mas nós podemos garantir que estaremos ao seu lado quando algo acontecer.
 As crianças precisam saber que existem adultos em sua vida com quem elas podem partilhar suas mais íntimas preocupações, e elas precisam confiar que suas inquietações serão levadas a sério.  Ler este livro e conversar com as crianças sobre este tema vai ajudá-las a perceber que há alguém.  A produção da Editora Paulus, com um viés cristão, aborda com cuidado e respeito o tema sob a perspectiva das crianças menores.  Pode servir de base para pais/responsáveis e educadores adequarem sua fala às crianças alertando a respeito dos cuidados consigo, com seu corpo e com abordagens indevidas.  As ilustrações são inspiradoras para conversas a respeito de suas interpretações, enfatizando o cuidado, segurança, conforto, desconforto, raiva, segredos, culpa e apoio.
Projeto pedagógico

Identifique quais carinhos são bons e quais são abusivos: todas crianças têm direito de serem amadas e receberem afeto das pessoas com quem convivem, mas é importante que elas aprendam a distinguir quais são as expressões de carinho que são saudáveis e quais são abusivas.
O meu corpo é meu
Sugestões de atividades
A florzinha Lili
Não violência
Projeto : Violência infantil( bullying)
Gênero textual notícia/reportagem
Leila
Tino Freitas
Tema: Assédio e Violência Infantil; Amizade; Relações sociais/comportamento; Maravilhoso fabular/fábulas/apólogos
O texto, que é uma narrativa pertencente ao maravilhoso fabular, vem acordar o leitor para o poder da voz. Ambientado no fundo do mar, metaforiza o poder da força vital, do inconsciente e do infinito, segundo o Dicionário de símbolos (há vários publicados). Leila, a baleia, é assediada pelo Barão que, contra a sua vontade, a beija, sussurra seduções, pede segredo e ainda corta os seus cabelos. Calada e petrificada, o terror toma conta de seu ser, e ela desiste de nadar, mas ajudada pelos amigos, retoma a sua essência e a sua voz, dando fim às ameaças do agressor.
Atividades sugeridas
  • Conversar com a turma, com adequação e delicadeza, sobre os perigos das abordagens não consentidas, os medos que paralisam e a necessidade de contar o problema para o adulto, pais e/ou educadores.
  • Em turmas com maior amadurecimento leitor e emocional podem ser discutidas questões como: violência contra a mulher; feminicídio; feminismo e repressão; silêncio e denúncia; resistência e crescimento pessoal; vozes e/ou campanhas representativas na luta contra o assédio, por exemplo.
  • Analisar com os alunos o projeto gráfico: a capa, as cores, as luzes e sombras, a mudança de tamanho das letras e outros detalhes que o leitor, certamente, vai apontar (ver também a biografia da ilustradora).
  • Divididos em grupos, propor a construção de uma pequena maquete reproduzindo uma cena do livro à escolha e que mostre legendas variadas (uma para cada grupo): Liberdade!; Justiça!; Respeito!; Amizade!; Confiança!; Não é Não! (ou outras que a turma escolher). Na oportunidade, reler a quarta capa assinada por Leo Cunha.
  • Convidar um orientador educacional ou psicólogo para falar sobre o tema do livro e assuntos similares divulgados pela mídia.
  • Produção de texto: estimular a turma a construir um texto coletivo ou produzido individualmente, em prosa ou em versos, sobre a vida da Leila hoje após a retomada de consciência e do exercício da voz – que sabe denunciar e exigir seus direitos: “Uma nova Leila”.Fonte






Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios