BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

segunda-feira, agosto 21, 2017

Agora não Bernardo>O livro dos corações>Dinâmica>Reflexão>Reuniões de pais>21/08/2017


A narrativa fala sobre um menino chamado Bernardo que procura a atenção dos pais, mas não a tem. Chateado, ele vai para o quintal e encontra um monstro. 
Tenta dele se aproximar para iniciar uma amizade, mas por ele é devorado. 
Só que o monstro quer mais e entra na casa. 
Entretanto, ninguém o nota, mas trata-o como a Bernardo, o que deixa o monstro em uma situação conflitante, colocando-o a questionar sua própria identidade.
Conseguiu entender o barato do livro?
 Por mais que as crianças riam muito com a história, o recado é direto para os pais: quanta atenção você tem dispensado a seu filho? 
Quais tem sido as companhias do seu filho? 
O que você tem considerado mais importante que seu filho?
 Qual monstro poderá engoli-lo se vocês não se fazem presentes?
 Quais companhias ele terá se não for a sua?
De fato, McKee quer dar aos pais a oportunidade de refletir sobre a atenção, as predileções, a relação entre pais e filhos. É uma excelente obra que proporcionará não apenas momentos de riso, mas de exame de consciência.
E não só McKee, mas vários autores da literatura infantil-juvenil querem, mais que promover um momento de lazer às crianças, fazer com que os pais reflitam sobre temas importantes que, por conta da vida corrida que levamos, esquecemos de ponderar.

Agora Não, Bernardo
(David Mckee)
Adaptação do livro "Agora Não Bernardo" de David Mckee
por Vera Stefanello
- Oi pai (disse o Bernardo) – (O pai está pregando um prego na parede)
- Agora não Bernardo (disse o pai enquanto martela o dedo. Nem olha para Bernardo. Bernardo vira as costas e sai).
- Oi mãe (disse o Bernardo para mãe que está arrumando as louças num armário da cozinha, nem olha para Bernardo).
- Agora não Bernardo (Disse a mãe lavando louças, sem olhar para Bernardo. Bernardo esfrega o queixo pensativo).
- Tem um monstro no jardim e ele vai me devorar – (disse o Bernardo para a mãe que está na sala regando uma planta. Bernardo aponta para o jardim).
- Agora não Bernardo – (disse a mãe sem olhar para Bernardo. Bernardo fica parado pensando).
(Bernardo foi para o jardim)
- Oi monstro – (Bernardo disse para o monstro. O monstro olha para Bernardo).
(O monstro devorou o Bernardo inteirinho, pedacinho por pedacinho, monstro se lambe e mostra o tênis do Bernardo).
(Monstro entra em casa)
“Ruarrrrrr, fez o monstro por trás da mãe de Bernardo”.
(a mãe está pintando uma parede)
- Agora não Bernardo – (disse a mãe sem olhar para o monstro. O monstro faz uma cara de assustado).
Monstro vai até a sala e morde a perna do pai de Bernardo que está lendo um jornal.
(O monstro mordeu o pai do Bernardo)
- Agora não Bernardo – (disse o pai de Bernardo, com raiva e sem olhar para o monstro).
- Seu jantar está pronto – (disse a mãe do Bernardo, segurando um prato de comida. Ela o coloca na frente da TV).
A mãe sai.
(O monstro jantou, depois viu televisão, leu uma revistinha e quebrou um brinquedo dele. A mãe está ao telefone conversando com uma amiga).
- Vá para a cama. Já deixei seu leite no quarto – (gritou a mãe de Bernardo).
(Monstro segura um ursinho e vai para o quarto).
- Mas eu sou um monstro! – (disse o monstro, já sentado na cama, com o copo de leite e o ursinho ao seu lado).
( A mãe do Bernardo apaga a luz do quarto e diz:)
- Agora não Bernardo.
Livro


Tema: Afeto e Limites
Momento de sensibilização: Conto do livro infantil:“Agora não, Bernardo !Autor: David MckeeEd: LtdaObjetivo: Despertar o interesse de pais/ responsáveis sobre o assunto a ser comentado.Roda de conversa sobre o tema, a partir do conto.Perguntamos:
O que estava acontecendo com o menino Bernardo da história ?Há alguma relação comum entre a família de Bernardo e a história real de nossas vidas ?Comparando com a realidade, quais seriam os verdadeiros “monstros” ?O que poderia ter acontecido a fim de evitar aquele final ?O que é afeto ?O que é limites ?Dinâmica do abraço“ Bons pais conversam, pais brilhantes dialogam como amigos”.
Este hábito dos pais brilhantes contribui para desenvolver : solidariedade, companheirismo, prazer de viver, otimismo, inteligência interpessoal.
Fonte
Vídeo
Ouvindo com comentário


Luciana Graça
O Livro dos Corações visa constituir-se como um (singelo, mas sentido) contributo para a exploração, junto dos primeiros leitores, da temática da afetividade entre as crianças e os respetivos pais, avós e irmãos. 
E, de fato, num período em que cada vez mais se reclama uma maior presença da família na vida e na própria educação das crianças, é urgente incentivar os mais novos a olhar, com olhos de ver, para os mais velhos como uma peça-chave de qualquer núcleo familiar.

Livro

Textos para reuniões dos pais

Dinâmicas
Peixinho:AQUI
+ sugestões




Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios