BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORES VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2019
10 ANOS DE LITERATURA INFANTIL
ACOMPANHEM LINGUAGEM E AFINS NO FACEBOOK TAMBÉM!

sábado, junho 29, 2019

PROJETO FÁBULAS E DOBRADURAS>Atividade literária>29/06/2019



Os benefícios do origami/dobradura
1 – Ajuda a desenvolver a coordenação mãos-olhos e a motricidade fina:estes estímulos exercitam os músculos, nervos e ossos das mãos, que vão ganhando força e se preparando para a escrita. 
2 – Estimula a concentração: a dobradura em papel exige uma atenção e um esforço mental para dobrar o papel numa ordem correta e conseguir assim a figura desejada. Potencializa com que a criança mantenha sua concentração durante um período de tempo numa mesma atividade e assim manter a atenção em uma tarefa. 
3 – Ativa a memória: a primeira vez que a criança faz uma figura de origami terá que seguir umas instruções, no entanto, enquanto não for muito complicada inicialmente, isso ajudará a criança com que se lembre e ela mesma poderá formar a figura de origami. Portanto, coloca sua memória à prova.
4 – Desenvolve a paciência: nem sempre as figuras saem de primeira, portanto a criança terá que ser perseverante e paciente para conseguir o seu objetivo. 
5 – Ajuda na satisfação emocional: a criança se sente satisfeita de ter elaborado algo com suas próprias mãos, o prazer de conseguir algo por si mesma.
6 – Incentiva a imaginação: a criança pode criar suas próprias figuras de papel feitas por ela mesma, um grande estímulo para a criatividade. 
7 – É uma atividade relaxante: muitos encontram no origami uma forma de relaxamento e de se esquecer dos problemas ou momentos de estresse
8 – Estimula o esforço e o trabalho: para conseguir a figura desejada a criança terá que realizar um trabalho de precisão e se esforçar para conseguir o objetivo. 
9 – Promove o aprendizado: ajuda com que as crianças compreendam conceitos espaciais como acima, abaixo, para frente, para trás, e desenvolve o pensamento lógico e matemático. 
10 – É muito útil para o tratamento de certos transtornos como o TDAH, hiperatividade ou dislexia.
Alba Caraballo
A magia da literatura e a arte da dobradura
A busca de alternativas para o desenvolvimento da aprendizagem sempre nos reporta a uma metodologia criativa, com o objetivo de despertar na criança o interesse e a motivação para uma aprendizagem significativa que possa vir de encontro com as necessidades de nossos alunos e com a finalidade de inseri-los no mundo do conhecimento através de diferentes linguagens, bem como os tornando capazes de decifrá-las. Faz-se necessário o professor e aluno estabelecer uma relação de compromissos e responsabilidade na questão da aprendizagem, no qual percebe-se o conflito entre o fazer pedagógico e o ensino-aprendizagem que permeia essa relação durante todo o processo de construção do conhecimento.  Nessa relação entre aluno e professor e vice versa, busca-se práticas pedagógicas desenvolvidas dentro e fora da sala de aula, que visam contribuir para a superação da defasagem da aprendizagem de modo a estimular alunos do I ciclo Segundos e terceiros anos do Ensino Fundamental para o desenvolvimento de atividades interativas, seja pela expressão oral, corporal, visual, e principalmente pelos elementos cognitivos da leitura e a escrita, pois a criança ao realizar a leitura passa a buscar um sentido nas palavras, aventura-se no desvendamento do enigma do código escrito e no decorrer com a experiência cotidiana da leitura. Pretendemos, com o uso da dobradura, também influenciar no ensino da matemática, no qual o aluno em contato com a literatura e a arte, poderá ampliar suas habilidades cognitivas, sob vários aspectos, que os torna capazes de refletir, avaliar, criticar e até mesmo reconstruir o mundo no qual fazemos parte.
A prática da dobradura em sala de aula encanta e desperta interesse no aluno, pelo simples fato de contribuir significativamente para o desenvolvimento da atenção, coordenação visual e auditiva e psicomotora, quesitos essenciais para o desenvolvimento cognitivo no processo ensino aprendizagem. 
O projeto pretende contribuir para o aluno desenvolver a atenção, disciplinando sua capacidade de ouvir, analisar, assimilar e sistematizar as informações, recursos humanos essenciais para a formação humana podendo expressar-se de diferentes maneiras através de atividades orais, brincadeiras, músicas, teatro.
 Por outro lado é na interação com a literatura e a arte da dobradura que buscamos suprir a necessidade de fazer com que o aluno busque diferentes maneiras de aprender a fazer relações com diversas áreas do conhecimento, no caso, a língua portuguesa e a matemática, que se destacam pela característica própria da literatura e a dobradura, que por sua vez explora a geometria, e as diferentes formas que ela proporcionará durante a aplicação do projeto, acreditamos poder de exercitar criatividade e estimular a imaginação, que trazem benefícios significativos para a aprendizagem de nossos alunos.
Abordagem:Projeto origami e  literatura 
Perceber que a literatura está presente em nossa vida, principalmente na infância, quando é o ápice do mundo imaginário, é uma ótima oportunidade para ser estimulada a sensibilização, a consciência, para desenvolver a leitura, a expansão da capacidade criativa e o despertar sentimentos que leve os alunos perceber o mundo, sendo fundamental refletir sobre as relações afetivas e conflituosas vivenciadas nas histórias. 
A literatura neste momento torna-se um recurso indispensável para enriquecer o desenvolvimento humano, estimular, encorajar o aluno a desenvolver sua criatividade, sua imaginação, a oralidade e suas diferentes formas de expressão, fazendo com que os alunos passem a interagir com as histórias lidas e contadas, tanto pelo professor como pelos alunos utilizando a dobradura paralelamente como enriquecimento de ilustração, da representação realizada também por eles, os envolvendo num círculo prazeroso de construção, possibilitando desenvolver e compartilhar diferentes histórias e atividades com representações como: teatro de bonecos, dedoches, painéis e exposições que serão apreciadas por eles mesmos , professores e a comunidade escolar realizados com as dobraduras a partir das histórias a serem trabalhadas. 
Agregando a matemática
Ao utilizarmos o papel para realizarmos a dobradura, executamos verdadeiros atos geométricos a partir do quadrado, retângulo, triângulo, ao construirmos: retas, ângulos, polígonos, poliedros, figuras bidimensionais e tridimensionais. 
1. Explorando uma folha branca de papel A4, perguntando e informando aos alunos que não é possível utilizar lápis, cola, régua ou tesoura, para suas produções. 
Diante disso questionamos: a) O que significa uma folha de papel? 
b) O que eu posso criar com ela?
 c) Dê vida a esta folha e após brinque. 
d) A partir do objeto criado, o que podemos explorar nos diferentes componentes curriculares? 
A literatura, a arte e a matemática faz parte da vida das pessoas como criação humana, ao mostrar que ela tem sido desenvolvida para dar respostas às necessidades e preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e aqui levar em conta a importância de se incorporar ao seu ensino os recursos das tecnologias e da comunicação. O trabalho com dobraduras é enriquecedor, no que se refere também, às inúmeras possibilidades que oferecem quanto aos diversos ramos da literatura, arte, assim como no ensino da matemática. A que se salientar que o aluno tem preferências significativas por este tipo de abordagem, uma vez que, envolve o lúdico, a manipulação e o prazer de aprender. A criança traz dentro de si uma história cheia de emoções e sentimentos, que se refletem na sua vida escolar, e interferem no seu processo de aquisição do conhecimento.Desta forma, este projeto pretende contribuir ao aluno a desenvolver a atenção, disciplinando sua capacidade de ouvir, analisar, assimilar e sistematizar as informações, recursos humanos essenciais para a formação humana podendo expressar-se de diferentes maneiras através de atividades orais, brincadeiras, músicas, teatro. Por outro lado é na interação com a literatura e a arte da dobradura que buscamos suprir a necessidade de fazer com que o aluno busque diferentes maneiras de aprender a fazer relações com diversas áreas do conhecimento, no caso, a Língua Portuguesa e a Matemática, que se destacam pela característica própria da literatura e a dobradura, que por sua vez explora essas áreas do conhecimento, e as formas como iremos proporcionar durante a aplicação do projeto, tais informações, pois acreditamos se possível exercitar criatividade e estimular a imaginação, que trazem benefícios significativos para a aprendizagem de nossos alunos.
PROJETO FÁBULAS E DOBRADURAS
COMEMORANDO O FOLCLORE
Objetivos 
Objetivo Geral 
Oportunizar aos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, uma aproximação prazerosa e lúdica com a Literatura, a Arte da dobradura e a suas implicações na matemática, através do ato de ouvir, interagir e contar histórias, estimulando assim habilidades cognitivas para enriquecer o processo de alfabetização e letramento da leitura e produção escrita.  
Objetivos específicos 
• Despertar o gosto pela leitura; 
• Ouvir e contar histórias; 
• Estimular o exercício contínuo da atenção que o exercício da dobradura proporciona; 
• Orientar na organização do pensamento, percepção e sensibilidade; 
• Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral e da escrita; 
• Estimular a criatividade e a imaginação ; 
• Proporcionar afetividade entre as crianças na escola a através das histórias. 
• Criar espaços de leitura, discussão e reflexão dos temas propostos; 
• Desenvolver a oralidade e diferentes formas de expressar- se; 
• Despertar o interesse pela arte da dobradura; 
• Estimular a arte e apreciação da criatividade através da prática das dobraduras; 
• Descobrir as formas e as representações espaciais utilizadas pelos alunos; com o intuito de tornar mais significativa e presente a matemática da sala de aula; 
• Valorizar os saberes prévios dos alunos. 
Fundamentação Teórica
 Literatura Infantil /Dobradura
A importância da literatura infantil vem se acentuando cada vez mais no aprendizado da língua materna, escrita e falada. Também é inegável a sua riqueza enquanto arte e magia para estimular na aprendizagem dos códigos da língua escrita, quando utilizada de forma prazerosa. 
Entendemos que a literatura, abre um leque de opções para a prática pedagógica, refletindo-se numa prática aberta, atual, que permite a criança interagir com a linguagem escrita e falada de forma ativa e enriquecedora, liberando-se de sua passividade e ampliando para novas formas de ler o mundo.
A dobradura, enquanto atividade prática e lúdica, exerce uma função importantíssima, proporciona aos alunos interagirem com a literatura infantil de uma forma divertida e mais consciente, contribuindo assim para o desenvolvimento na aprendizagem, da capacidade de agir e pensar, ler e interpretar, favorecendo a concentração, destreza manual, a paciência, além de estimular a auto estima, ao perceber que transformou um pedacinho de papel, num objeto significativo para ele, de poder criar formas apenas com um pedaço de papel. 
Desse modo, pretendemos criar situações na sala de aula que encorajem os alunos a compreender e se familiarizar com as diferentes formas de linguagens estimulando competências e habilidades cognitivas entre a linguagem materna, conceitos da vida real e a linguagem formal,dando oportunidades para eles escreverem e falarem, além de formular e resolver problemas a partir do texto literário que será o precursor, para explorar um campo semântico que vá abrindo caminhos para trabalhar outros pontos, como no caso a dobradura, propiciando outras questões de uma forma natural.  
 Seve-se estimular e propiciar ao alcance das crianças os livros infantis, dos Contos de Fadas, poesias, os mitos, folclore, fábulas, teatro, permitindo-lhe penetrar em seu universo mágico dos sonhos. 
É o caminho não apenas de sua descoberta, mas também um dos mais completos meios de enriquecimento e desenvolvimento de sua personalidade. 

A obra literária é, então, “um objeto social; para que exista é preciso que alguém escreva e um outro leia” (YUNES; PONDÉ,

A dobradura em aula pode ser utilizada para trabalhar além dos conceitos de geometria, podendo servir para ilustrar histórias contadas, para criação de trabalhos escolares em Artes, para fazer máscaras... 
Mas, principalmente, para vivenciar com o aluno um momento de interiorização, de criação, de expressão de estados emocionais, de contato consigo mesmo, na riqueza de conteúdos internos que são solicitados e elaborados no momento da execução. A criança traz dentro de si uma história cheia de emoções e sentimentos, que se refletem na sua vida escolar, e interferem no seu processo de aquisição do conhecimento. Assim as experiências e trocas vêm se somando, de um lado os alunos de outro o professor, e assim, múltiplas trocas vão tomando forma, cor, graça e prazer. A prática da dobradura em sala de aula, encanta e desperta interesse no aluno, pelo simples fato de contribuir significativamente para o desenvolvimento da atenção, coordenação visual e auditiva e psicomotora, quesitos essenciais para o desenvolvimento cognitivo no processo ensino aprendizagem.
Procedimentos Metodológicos
Poderá ser aplicado no Ensino Infantil,Fundamental l.
Durante as etapas do projeto proporcionaremos um ambiente agradável para desenvolver as diversas atividades como: ouvir histórias, conversar com os alunos e recriar através da releitura, histórias representadas com dobraduras. 
Ao utilizarmos a dobradura, como recurso metodológico para desenvolver o projeto, estaremos integrando a literatura , com as necessidades cognitivas das crianças, na relação com a atividade da dobradura, os alunos estarão se apropriando também dos conceitos matemáticos. Essas relações podem se dar de maneira natural, sem que seja necessário trabalhar a matemática propriamente dita, mas de acordo com os passos da dobradura, não há como não fazer relações com as formas geométricas, as cores, comparações, as modificações de tamanhos, como grande, pequeno, maior, menor, dentro, fora, associações cognitivas que compõem um sistema de linguagem representada por signos e símbolos que passam a serem compreendidos pela criança na medida em que ela de aproxima e se apropria desses conceitos que fazem parte da criação humana.
Após as atividades de leitura, conversações, os alunos terão início com as atividades práticas de dobraduras. Partindo a princípio com papéis em forma quadrada, confeccionaremos a dobradura, os personagens, passo a passo, até que o papel ganhe a forma: seja de uma flor, um bicho, de acordo com a história trabalhada. Esse quadrado, transforma-se num triângulo, ocupando formas e tamanhos diferentes, e aí , acontece a magia da dobradura, fascinante para a criança, importante para seu conhecimento. Então coloca-se, olhos, boca, nariz, orelha, cores, na dobradura ganhando vida pela criança que por sua vez terá uma infinidade de opções, motivando-os a desenvolver a criatividade podendo fluir a auto estima por que percebe suas capacidades. A partir das dobraduras será proposto a confecção de painéis, apresentação de teatro com dedoches, exposição dos trabalhos dentro dos espaços escolares como a própria sala de aula, e outros espaço como pátio e a biblioteca.  Fonte
Devido à riqueza de variedade de opções Linguagem e Afins selecionou  a seguir alguns links:
O leão e o rato:  AQUI
A menina do leite: AQUI,AQUI,AQUI(empreendedorismo)
Ciclo do leite:  AQUI
A cigarra e a formiga: AQUI
 A lebre e a tartaruga: AQUI,AQUI
O corvo e o pavão:  AQUI
A festa no céu:  AQUI,AQUI


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios