BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORES VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2019
10 ANOS DE LITERATURA INFANTIL
ACOMPANHEM LINGUAGEM E AFINS NO FACEBOOK TAMBÉM!

sábado, junho 01, 2019

Vavá e popó descobrem as famílias das emoções>Criança não namora>01/06/2019



Miriam Rodrigues
Neste terceiro livro da Coleção Psicologia Positiva para Crianças, Vavá e Popó, duas crianças curiosas, descobrem que as emoções têm família: a da raiva, da alegria, da tristeza, do medo, do amor, do nojo, das emoções positivas. 
Tendo como foco principal o lado saudável do ser humano, a Psicologia Positiva nos orienta sobre os fatores que permitem os indivíduos e comunidades a prosperarem.

A autora falando deste livro: AQUI e  AQUI

Vavá e Popó recebem um convite para uma festa de aniversário do amiguinho da Escola e como toda criança, não conseguem falar em outra coisa e ficam ansiosos pela chegada da festa. 
Na escola, percebem que outros amigos também estão como eles.  
23477059_1508959949195851_1348325477_n
O livro sugere no final, que a criança desenhe ou escreva uma situação que vivenciou para cada família das emoções: E agora foi a vez da Senhorinha Maria relatar suas emoções mais lúdicas e sinceras:
Empolgação: A espera da Feira do Livro
Ansiedade: Pro ano acabar para começar outro
Alegria: Quando ganha algo que queria muito
Tristeza: Quando tem muita tarefa
Medo: Quando tem aranha na aula de laboratório
Amor: Todo dia quando acorda e abraça papai e mamãe
Nojo: De cocô de cachorro
Raiva: Quando alguém me contraria
Gratidão: Quando ajuda alguém com alguma coisa

 AQUI
Exemplificando....Atividades

Será que o mundo está ficando mais chato ou mais responsável? 
Vamos descobrir! 
É importante levarmos esclarecimentos que possam auxiliar pais e educadores na difícil arte de criar nossas crianças nesse mundo tão complexo e de constante mudanças. 
Portanto, hoje vamos falar que "criança não namora, nem de brincadeira".

Qual é a importância desse tema?
Existem dois motivos que merecem destaque quando respondemos a esta pergunta. 

1º - Encurtamento da infância

A brincadeira e a ludicidade são o universo infantil. Para as crianças, os limites ainda não são claros entre mundo externo e interno. Dessa maneira, ambos os mundos estão fundidos e isso é absolutamente comum e saudável.

O perigo encontrado ao incentivar o namoro de crianças é o encurtamento da infância. Isso acontece quando se leva ao universo infantil um conteúdo (o namoro) que pertence ao universo do adolescente e do adulto.

Nós, profissionais da saúde e educação, que estamos acostumados a trabalhar com prevenção, sabemos que nossas ações devem promover fatores de proteção, incentivando que crianças sejam apenas crianças, brincando em seus universos, e evitar fatores de risco.

Um fator de proteção é aquilo que protege o indivíduo contra problemas posteriores, enquanto um fator de risco é aquilo que torna o indivíduo vulnerável a eles.

Dessa forma, estimular que a criança "namore" é um fator de risco e a vivência plena da infância funciona como um fator de proteção

2º - Empobrecimento do vocabulário emocional da criança

O segundo ponto a ser destacado é o empobrecimento do vocabulário emocional. 
Ao incentivar o "namoro", o adulto deixa de ensinar sentimentos e emoções importantíssimas para a criança, tais como fraternidade, irmandade, afinidade, solidariedade e compaixão.

Esses sentimentos passam a fazer parte de um "pacote" - o pacote da sexualidade ou do amor romântico. É fundamental que a criança entenda que há vários tipos de amor, sendo um dos mais bonitos a amizade. Também é relevante que aprenda que esses amores são importantes tanto na infância quanto na vida adulta.

Esses sentimentos farão parte da vida adolescente e adulta e, portanto, é essencial ter um bom vocabulário emocional para denominar as emoções que fazem parte da família do amor. 

Saber nomear as emoções também é uma maneira saudável de ampliar as habilidades de cultivar relações interpessoais, além de favorecer a saúde emocional. Dessa maneira, sexualizar os sentimentos da família do amor empobrece o vocabulário emocional e também as relações interpessoais.

Em "Vavá e Popó descobrem as famílias das emoções" eu destaco que a família do amor temos solidariedade, ternura, respeito, benevolência, afeição, gratidão e outras mais. Além disso, exemplifico correções apropriadas para que a criança não pense em namoro.

Aqui temos um modelo de comportamento que apresenta fator de risco:
Ele brinca com você no recreio porque quer te namorar.
Ela gosta de figurinhas só porque está a fim de você.

Agora vemos o comportamento adequado que apresenta fator de proteção:
Eu sou muito grata por você brincar comigo no recreio.
Você gosta de figurinhas assim como eu! Temos afinidades.

Por fim, lembre-se sempre que é nosso dever proteger a infância e promover a educação emocional. Os principais aprendizados para a vida se dão na infância. Devemos, então, aproveitar as janelas de oportunidade do cérebro para promover fatores de proteção.

É por isso que criança não namora, nem de brincadeirinha.

Maleta SOS
Ferramentas para aprender a lidar com as emoções
Criança não namora.....AQUI
Este é o primeiro livro da série


A contemporaneidade não nos ensina a nomear as emoções. Mesmo assim, o repertório designado para as emoções negativas é mais extenso quando comparado com aquele para as emoções positivas. Somos bombardeados por notícias, imagens, situações que nos levam à concepção errônea de que só existe negatividade no mundo.

Este livro infantil (apenas na linguagem, não no conteúdo) tem por objetivo apresentar um dos pilares da psicologia positiva - o estudo das emoções positivas feito por Barbara Fredrickson, referência mundial no tema - e a teoria do construir e ampliar, também de autoria de Barbara. 
De modo lúdico, o leitor poderá conhecer essa teoria e aplicá-la para a construção intencional de um humor saudável e uma vida com mais bem-estar.


Este é o primeiro livro infantil de psicologia positiva publicado no Brasil. Foi pensado e ilustrado para as crianças, mas seu teor é aplicável a todos aqueles que têm de 4 a 97 anos. Afinal de contas, as emoções positivas ampliam e constroem recursos físicos, cognitivos e sociais.



No segundo livro da Coleção Psicologia Positiva para Crianças, Vavá e Popó, duas crianças curiosas, descobrem suas forças pessoais para terem uma vida feliz. 

Tendo como foco principal o lado saudável do ser humano, a Psicologia Positiva nos orienta sobre os fatores que permitem os indivíduos e comunidades a prosperarem.




Neste quinto livro da Coleção Psicologia Positiva para Crianças, Vavá e Popó, duas crianças curiosas, descobrem que a comunicação ativa e construtiva fortalece a amizade. 

Tendo como foco principal o lado saudável do ser humano, a Psicologia Positiva nos orienta sobre os fatores que permitem os indivíduos e comunidades a prosperarem.

Linguagem traz a coleção de Miriam Rodrigues como sugestão. Enriquecer aulas com novas releituras das emoções,pois, a criança hoje é diferente,o mundo mudou,nós mudamos...
Enriqueça o vocabulário emocional de seus alunos!

Coleção Psicologia Positiva para Criança


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios