BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORES VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2019
10 ANOS DE LITERATURA INFANTIL
ACOMPANHEM LINGUAGEM E AFINS NO FACEBOOK TAMBÉM!

quarta-feira, abril 01, 2020

Bem lá no alto>Hora da história>Hora de cantar>Onomatopeia>Acumulativa>Lengalenga>01/04/2020


Canta livro
Através destes 2 vídeos trouxe a dica...Em cima ela musicada e abaixo a prof.encanta e conta...
Susanne Straber

Neste livro, um urso avista um bolo. Ele parece muito apetitoso. Mas, puxa, está bem lá no alto... Como o urso vai conseguir pegá-lo?

Um livro para crianças bem pequenas em que se mostra o quanto é bom poder contar com a ajuda dos amigos e de acontecimentos inesperados.


Professora Alba Marília
Conta a história

Sobre a obra
A narrativa de Bem lá no Alto é tipicamente acumulativa, mas também repetitiva. O urso aparece, mas não consegue alcançar o bolo. Então surge o porquinho, mas o bolo continua bem lá no alto e eles não alcançam. Chega o cachorro, mas ainda não dá. Vem o coelho, depois a galinha. Por último chega o sapo. O bolo continua bem lá no alto e a turma toda, bem lá embaixo. A cada página, esta estrutura permite à criança se antecipar ao que está por vir. Isso a faz reter mais facilmente a história, assumindo seu papel de leitora. E foi exatamente isso que aconteceu por aqui.
Quando líamos, Eduardo observava as ilustrações e muitas vezes lembrava dos bichos da história, sempre demonstrando grande interesse pela parte em que chegava a criança. Talvez porque lembrasse, da primeira leitura que fizemos, que era ela quem daria o bolo aos animais.
As várias onomatopeias do texto como VUPT, OPA, UPA, FLAP, PÓIM, ZAPT e PLAM, costumam agradar os pequenos, assim como o som dos animais. Eduardo gosta muito quando imitamos os animais, principalmente os mais diferentes, (um “pocotó” relinchando é o preferido dele!). Ao ler Bem lá no Alto, imitei pra ele quase todos os personagens que queriam o bolo: porco (óinc óinc), galinha (cocóó, cocóó) e sapo (croac croac). Ele sempre fica surpreso ao nos ver fazendo isso. Histórias com animais são muito apreciadas por crianças pequenas e com ele não é diferente.
Com fonte em caixa alta, a narrativa possui ações recorrentes e destaca e expressões que se repetem. Isso favorece principalmente a que a criança participe, pois memoriza mais facilmente o enredo. Depois das primeiras leituras, Eduardo passou a completar as frases que aparecem a cada vez que um novo ajudante surge na história e que localizam o bolo (“bem lá alto”) e os animais (“bem lá embaixo”) sempre falando a palavra bem de forma esticadinha e pausadamente (beeemmmm).
Na primeira vez que lemos, ao chegar na parte em que a janela se fechava, a expressão dele foi de desapontamento, de frustração. Não costumo ler os livros que recebemos da Taba antes de ler com ele, tampouco examino o mapa de exploração (Vejo, claro! Mas sempre depois). Como abrimos o pacote juntos, Eduardo quase sempre quer fazer a primeira leitura já neste momento. Gosto de ser surpreendida pela história junto com ele. Penso que mesmo que eu leia anteriormente, teremos sempre a oportunidade de fazer uma nova leitura a cada vez que tomarmos o livro nas mãos. É também uma forma de verificar como será a minha mediação com aquela obra, do quanto estou atenta para perceber os detalhes….
Quando chegamos nesta parte da janela se fechar, ao ver o desapontamento dele e, embora pudesse imaginar o final da história, ressaltei o fato do passarinho ter conseguido pegar a cereja do bolo. Ele pareceu mais conformado, ao menos o passarinho comeria um pedacinho….. Nesse momento, retomamos as páginas anteriores e vimos juntos que aquele sapeca passarinho, na rede elétrica, vinha se aproximando e que, assim como os bichinhos que estavam na calçada, também desejava aquele apetitoso bolo. Naquele ponto, pelo menos o passarinho tinha ficado feliz….
Surpresa então quando, na página seguinte, a criança aparece na porta com o bolo nas mãos! Os animais todos em pé, enfileirados um atrás do outro, esperando pelo bolo tão desejado. Observamos como os animais estendiam as patinhas (sapo e coelho) ou asinhas (galinha) para receber o bolo da criança. Nas vezes seguintes em que lemos o livro, com ele sentado no meu colo, o vi imitando os animais, fazendo o mesmo gesto com as mãozinhas estendidas….
Foi engraçado notar como Eduardo foi observando mais atentamente as ilustrações em outras vezes que lemos “o livro do urso”, como passou a chamá-lo. Aproveitei para mostrar a ele alguns detalhes: como cada animal que chegava observava o bolo lá em cima, como os animais mudavam de posição na escadinha para tentar alcançar o bolo, o tamanho (cada vez menor) de cada bichinho que chegava e o quanto o urso foi ficando cansado com o passar do tempo.
Também nas primeiras vezes em que lemos, senti falta de uma ou duas páginas a mais no final da história, que evidenciassem a partilha do bolo entre os personagens. Depois, julguei que não era necessário, que o encerramento dado pelo autor foi inteligente o suficiente para fazer os pequenos leitores entenderem que o bolo tão desejado seria sim compartilhado – ainda que a criança acessasse o livro sozinha, sem um adulto mediador. As ilustrações inclusive mostram isso sem o recurso do texto. Continua:  AQUI
Mais:
Acompanhe as sugestões diárias no face/grupo Linguagem e Afins



Link para essa postagem


domingo, março 29, 2020

Era uma vez um lobo mingau>Hora da história>Treino/leitura/Ditado>29/03/2020


Era Uma Vez Um Lobo Mingau - Saraiva

Alessandra P.Roscoe
Aquele lobo mau que devorava sem pena avós, meninas distraídas de capa vermelha ou que soprava casas de porquinhos indefesos na floresta, todos já conhecem bem. 
O que pouca gente sabe é que, apesar de tanta história e do medo que o lobo sempre provocou em crianças e adultos por gerações e gerações, esta história é bem diferente de todas as outras que ouvimos falar. 
Quer saber por quê? Corra para dentro do livro e descubra o verdadeiro lobo mingau!

Manual do professor

Atividades do blog Materiais Pedagógicos
Conheci o grupo face Materiais Pedagógicos.Como gosto de compartilhar materiais bons,resolvi trazer para cá. A intenção é de divulgar,se estou ferindo os direitos autorais, é só dizer,que retiro.
No caderno:
- Fazer um desenho sobre a história;
- Produção: Escrever como seria a história da Chapeuzinho Vermelho se o lobo de lá fosse igual o Lobo Mingau
Ditado de Palavras para os que não conseguem ler ainda:
O LOBO JOGA BOLA

- passar as palavras para o plural:

*Plural é quando nos referimos a mais de uma coisa. Ex.: mola (singular) molas (plural)*
Vamos Brincar de Trava Língua com o Plural de Limão:
Cada pessoa vai contar limões, sem falar MILHÕES.
👧🏻 1 limão

👦🏽 2 limões

👵🏻 3 limões
E assim vai até que alguém se atrapalhe nos números ou fale "milhões", aí sai da brincadeira e os demais continuam até descobrir o vencedor. É bem divertido!Fonte


Projeto sacola da leitura do blog materiais pedagógicos
AQUI
Projeto maternal:Chapeuzinho vermelho
AQUI
Era uma vez um lobo mau
Era uma vez um pato



Link para essa postagem


sábado, março 28, 2020

Projeto ler com a família>Pequenos textos>Treino para leitura>Textos fatiados>Ditados>28/03/2020


Gosto de compartilhar trabalhos de colegas blogueiras.
Compartilhar saberes faz bem e recomendo!

Projeto Ler com a família, ler com a escola: Pequeninos textos para treino em casa  com a família
Blog da professora Elisângela terra/Atividades para educadores.Sugestões de textos fatiados.
São 26 textos: Este é o primeiro: Vejam procedimentos no link:  AQUI
LUANA
LUANA VIAJA NA CANOA.
LUANA VÊ A MATA.
LUANA VÊ A AVE.
A AVE VOA EM CIMA DA MATA.
LUANA AMA VIAJAR NA CANOA.

No link abaixo vocês encontrarão pequenas histórias,com interpretação. E mais atividades para treino de leitura.
Trouxe do blog da professora Elisângela Terra.
Textos de sua autoria. 
Mais links:  AQUI
texto-o-passeio-de-nicolas-de-elisangela-terra.png

A abelha Zizi + interpretação
São histórias lindinhas para o estímulo literário
Vale a pena navegar pelo blog!
Projeto : Todo dia tem ditado: Vejam:  AQUI
Tarefas para casa: AQUI

Projeto sacola da leitura
AQUI




Link para essa postagem


sexta-feira, março 27, 2020

O cuquedo e um amor que mete medo>Lengalenga>Atividade literária>Bichinhos>27/03/2020

cuquedo-digitalizado-1-728

Clara Cunha

O Cuquedo é um livro que entusiasma e que capta a atenção de todas as crianças e até dos adultos,  uma história que se repete e onde apenas mudam as personagens, o que faz com que as crianças em pouco tempo consigam contá-la facilmente.  Toda a lengalenga original cria um clima de curiosidade… O que será afinal o Cuquedo?Apenas podemos dizer que é muito assustador, prega sustos a quem estiver parado no mesmo lugar :).
http://biblioteca-eb1n4-loule.blogspot.pt/2013_02_01_archive.html
Fazendo o cuquedo:  AQUI
A história: AQUI,  AQUI
Calaméo - 010 Projeto Biblioteca O Cuquedo Caderno Atividades
...Quem quer, quem quer 
casar com o Cuquedo
que se esconde no arvoredo
prega sustos que metem medo?
Atividades integradas:   AQUI



Link para essa postagem


sexta-feira, março 20, 2020

Coletânea especial>CORONAVIRUS>"Educação e prevenção">20/03/2020


Seguem sugestões sobre o tema coronavírus
Obviamente na data de hoje as escolas já estão fechadas. 
As sugestões a seguir serão importantes para o retorno normal nas escolas e em nossas vidas cotidianas.

A Educação e a prevenção devem andar juntas! 
Em épocas de dúvidas e preocupações sobre o novo coronavírus nada melhor do que levar para a sala de aula a pesquisa, o debate, o estudo sobre como se prevenir e evitar o contágio do covid-19.

(EF12LP04) Ler e compreender, em colaboração com os colegas e com a ajuda do professor ou já com certa autonomia, listas, agendas, calendários, avisos, convites, receitas, instruções de montagem (digitais ou impressos), dentre outros gêneros do campo da vida cotidiana, considerando a situação comunicativa e o tema/assunto do texto e relacionando sua forma de organização à sua finalidade.
(EF01LP17) Planejar e produzir, em colaboração com os colegas e com a ajuda do professor, listas, agendas, calendários, avisos, convites, receitas, instruções de montagem e legendas para álbuns, fotos ou ilustrações (digitais ou impressos), dentre outros gêneros do campo da vida cotidiana, considerando a situação comunicativa e o tema/assunto/finalidade do texto.
(EF01LP20) Identificar e reproduzir, em listas, agendas, calendários, regras, avisos, convites, receitas, instruções de montagem e legendas para álbuns, fotos ou ilustrações (digitais ou impressos), a formatação e diagramação específica de cada um desses gêneros.
(EF12LP12) Escrever, em colaboração com os colegas e com a ajuda do professor, slogans, anúncios publicitários e textos de campanhas de conscientização destinados ao público infantil, dentre outros gêneros do campo publicitário, considerando a situação comunicativa e o tema/ assunto/finalidade do texto.
(EF02LP18) Planejar e produzir cartazes e folhetos para divulgar eventos da escola ou da comunidade, utilizando linguagem persuasiva e elementos textuais e visuais (tamanho da letra, leiaute, imagens) adequados ao gênero, considerando a situação comunicativa e o tema/assunto do texto.
(EF12LP16) Identificar e reproduzir, em anúncios publicitários e textos de campanhas de conscientização destinados ao público infantil (orais e escritos, digitais ou impressos), a formatação e diagramação específica de cada um desses gêneros, inclusive o uso de imagens.
Prática 1: Leitura de materiais de referência para estudo e base para as escritas
Leve para a sala de aula reportagens, folhetos explicativos, textos científicos-informativos, cartazes de fontes confiáveis e conceituadas, para ler e abrir o debate com as crianças. O Ministério da Saúde, as secretarias de Educação e de Saúde, institutos e Universidades veem oferecendo materiais de qualidade. Nova Escola também já disponibilizou uma material bem bacana com muitas informações sobre o novo Coronavírus. Leia mais aqui
Há também materiais em vídeos, na internet com orientações sobre boas práticas de higiene pessoal, que podem fazer parte desse momento de sensibilização e preparação para escrita.
Prática 2: Escrita de cartaz de conscientização
Cartaz é um texto publicitário que é utilizado, entre tantas outras coisas, em campanhas de conscientização. Tem função apelativa e trama textual descritiva. Na BNCC faz parte do campo da Vida Cotidiana. Na escola, os cartazes são usados também como um painel informativo trazendo pesquisas e estudos dos alunos.
Proponha a escrita de cartazes em grupos. A ideia é chamar atenção de toda a comunidade escolar sobre a importância de se prevenir. Com o auxílio de um outro cartaz como modelo, vá destacando com eles as características do gênero textual: frases de impacto, tamanho das letras, imagens, a diagramação.
Em cada grupo faça as intervenções para a escrita alfabética e auxilie os alunos para que todos os cartazes tenham   pelo menos uma orientação de como se prevenir. Provavelmente aparecerão como frases de impacto como “cuidado com o coronavírus!” ou “lave as mãos já!”. Eles podem ilustrar com seus próprios desenhos ou com recortes de imagens coletadas em jornais e revistas.
Prática 3: Produção coletiva de infográfico
Para esse gênero textual pode-se explorar os principais sintomas do novo coronavírus com algumas perguntas como “o que pode acontecer com quem não se previne?”. É interessante também usar representações de pessoas em imagens,  explicar como se dá o contágio e como o vírus se espalha.
Se for possível, você pode fazer uso de um editor de texto e um projetor para a produção coletiva com a turma, onde você será a escriba explorando oralmente com as crianças o conteúdo e a diagramação do infográfico.
Veja aqui algumas orientações de como explorar a escrita do gênero infográfico na alfabetização.
Prática 4: Escrita de texto instrucional – Como lavar as mãos de maneira correta e adequada para prevenir o contágio 
Use vídeos de orientação previamente selecionados de fontes confiáveis que orientam a higiene das mãos. Na Internet há vários deles. Explore oralmente o conteúdo apresentado nos vídeos, destacando as principais informações.
Depois exercite com as crianças a lavagem das mãos, corrigindo e fazendo ajustes. Fotografe o passo a passo da lavagem e, finalmente, proponha que as crianças escrevam em duplas ou em grupos de três, quatro alunos, as legendas das fotos de forma que seja produzido um texto instrucional a partir da combinação entre imagens e escritas. Durante a atividade faça intervenções pedagógicas que oriente a escrita alfabética.
O material produzido pode ser multiplicado em cópias que podem ser distribuídas às famílias e aos alunos de toda a escola.
Viu como são práticas possíveis de serem realizadas e que se bem conduzidas podem resultar em muita aprendizagem? Essas atividades não colaboram apenas para o desenvolvimento da alfabetização, mas também para o momento em que vivemos: a prevenção e conscientização do coronavírus.       
Mas e vocês, queridos professores alfabetizadores, como andam trabalhando essa temática em sala de aula? E em suas escolas, o que está sendo feito em relação as orientações e informações sobre a pandemia? Conte aqui nos comentários pra mim!
Vamos juntos, todos nós, fazer a educação ter sentido em nossas vidas!?   AQUI
Coronavírus em cordel
Vídeo e atividades
Atividade sobre reportagem do coronavírus

Por que temos febre?
Artigo científico
Atividade criação de memes

Atividade interativa prevenção

Livrinho e informações sobre o vírus

Sobre coronavírus,ensino fundamental 1

O blog Linguagem e Afins oferece ferramentas pedagógicas para sua pesquisa,professor.
Confira também o grupo Linguagem e Afins, no facebook
Paz e bem para todos nós!



Link para essa postagem


sábado, março 14, 2020

COLETÂNEA ESPECIAL DIA E NOITE>ROTAÇÃO DA TERRA> LUA>SOL>14/03/2020


COLETÂNEA ESPECIAL DIA E NOITE

Aulas
Dia e noite
AQUI
AQUI
AQUI
O tempo hoje ontem e amanhã
AQUI
O tempo não para
AQUI
Artes
AQUI
Poesia
AQUI
Rotação da Terra
AQUI
Descobrindo de onde vem o dia e a noite
AQUI

Atividades dia e noite
AQUI
AQUI

AQUI

AQUI

Projetos

AQUI O sol e a lua
AQUI

Livros e atividades
Viagem ao centro da terra
Um passeio pelas estações do ano
O soluço do sol
Era uma vez um sol e uma lua
A bruxa que roubou o sol
Mais sol
Releitura Sol poente/Tarsila
O menino da lua
As aventuras de Pedro numa pedra
O sol e a lua
O mistério da lua
Dia e noite na aldeia
Hoje é amanhã?
Só um minutinho

Mais Lua

Sistema solar
A Árvore Das Estações - Das Estações Que Vêm e Vão
Mais estações do ano





Link para essa postagem


sexta-feira, março 13, 2020

COLETÂNEA ESPECIAL CORDEL>13/03/2020


COLETÂNEA ESPECIAL/CORDEL
Literatura de cordel para crianças
Da Cultura nordestina, o Cordel é marcado pelas rimas e tem um jeito de único de contar histórias. Ler, ouvir, escrever e declamar cordéis com as crianças é uma maneira de trabalhar o desenvolvimento da linguagem, através da relação entre escrita e oralidade.
Cordel de folclore, de contos de fadas, de fábulas, de História do Brasil, são textos cheios de Cultura. Com origem nos trovadores medievais, a tradição cordelista veio de Portugal, mas a forma que conhecemos hoje é característica do nordeste brasileiro. Veja aqui alguns exemplos do gênero textual e seu ritmo.
A ABLC (Academia Brasileira da Literatura de Cordel), oferece em seu site cordéis digitalizados, tem uma Loja virtual de produtos físicos, vídeos e muito conteúdo sobre essa arte brasileira.


Projetos
O meio ambiente e os cordéis
AQUI
Os encantos da literatura de cordel
O lobo e o cordeiro
Xilografia
AQUI
AQUI

Aulas
O que é cordel?
AQUI
AQUI
AQUI
Texto e imagem
AQUI
Cordel como fonte histórica
AQUI

Literatura de cordel na alfabetização
AQUI
Interpretação e leitura
AQUI
AQUI
5ºano
AQUI
Varais de cordel para imprimir
AQUI
Rimas de cordel/Interpretação/Imprimir
AQUI

Sequências didáticas
AQUI
Escrevendo  literatura de cordel
AQUI
Do conto ao cordel do verbo/A bela e a Fera
AQUI

Um passeio em cordel pelos contos de fadas
Contos de fadas em cordel
Rimas saborosas
O corvo e o pavão
O sapo dentro do saco

Patativa do Assaré

Livros infantis
O pequeno príncipe
AQUI
Romeu e Julieta
AQUI
Dona baratinha e seu casório
AQUI
Sopa de pedra
AQUI
Roupa nova do rei
AQUI
João e o pé de feijão
AQUI
O patinho feio
AQUI
O jacaré Bilé
Um cordel para muitos chapéus
AQUI
Eu tropeço e não desisto
AQUI
Cores em cordel
AQUI
Um índio chamado esperança
AQUI
Cordel na terra e no céu
AQUI
Aquecimento global não dá rima com legal

Muito mais literatura de cordel no Linguagem e Afins


Link para essa postagem


quinta-feira, março 12, 2020

Coletânea especial>Linguagem musical>Artes>Projetos>12/03/2020

Projeto música e movimento

Projeto Música

Justificativa:
A música, dentro da escola, pode ser uma grande aliada dos professores de todas as séries da educação básica. Entretanto, para os alunos da educação infantil os benefícios são ainda maiores, conforme todas as informações citadas acima.Todos estes estímulos são facilitadores para que elas tenham maior apreço pela música. Assim, nada melhor do que usar um recurso capaz de tornar o processo de aprendizagem mais prazeroso, e por consequência, mais efetivo.As crianças têm a música, naturalmente, inserida em suas vidas desde muito cedo. Sejam nas canções de ninar, brincadeiras, desenhos animados ou filmes.
Objetivos:
  • Conhecer os instrumentos musicais e os diferentes sons que eles produzem;
  • Ampliar a percepção auditiva por meio de sons distintos;
  • Utilizar a música enquanto instrumento de ensino e aprendizagem;
  • Explorar os sons feitos pelo corpo humano: assobiar, bater palmas, bater os pés, barulhos feitos com a boca, etc.;
  • Desenvolver a capacidade de imitação de sons;
  • Estimular a interação social por meio da música;
  • Implementar a música na rotina diária durante algum período;
  • Estimular o desenvolvimento e expressão corporal por meio da dança.
Desenvolvimento:
  • Exibição de animações educativas com conteúdos sobre instrumentos musicais, como por exemplo, o DVD “Abelhinha Listradinha” (2015);
  • Atividades pedagógicas com temas musicais;
  • Rodas de músicas com canções tradicionais;
  • Histórias e contos com teor musical: “A Flauta do Tatu” ( ngela Lago, 2017) “Conheça a Orquestra” (Ann Hayes, 1991) “O Violino Mágico” (Eunice Braido, 2009)
  • Brincadeiras que envolvam música;
  • Que som é esse? Atividade de reconhecimento sonoro, com barulho da chuva, trovões, buzinas de carros, latido de cachorro, canto dos pássaros e outros;
  • Uso de músicas na rotina escolar. Alguns exemplos são a música “Lavar as Mãos” (Arnaldo Antunes, 1995), para cantar antes do lanche e a música “Sai Preguiça” (Palavra Cantada, 2004) no início da aula;
  • Usar a música de forma interdisciplinar, aplicando-a em matérias como Português e Matemática. Para isso, é possível explorar o alfabeto e sequências numéricas cantados, por exemplo. Junto, utilize materiais concretos, como letras e números impressos;
  • Histórias musicadas, acompanhadas de fantoches, como por exemplo, “O Macaco e a Velha”, “A Festa no Céu” e
  • “Dona Baratinha”, todas disponíveis na internet;
  • Perceber os níveis diferentes da fala: silêncio, cochicho, grito, etc;
  • Confecção de instrumentos sonoros, usando garrafa pet, latas, tubos, caixas, sementes, etc.;
  • Apresentações musicais e teatrais.
O macaco e a velha

Aula

Sons/Vibrações
Paisagem sonora
Projeto música na escola

A música tem sido através dos séculos um das formas de comunicação entre os indivíduos, pretende-se refletir de que forma os afetos, os sentimentos e as sensações do aluno interagem com a aprendizagem das práticas da cultura musical.

Enquanto o ser está vivo, falando e se movimentando está expressando musicalidade e expressando suas emoções através de sons e "ritmos". Levando o educando a descobrir seu corpo como elemento criador da música, tornando uma fonte lúdica e criativa.
Ouvindo música os conceitos de ritmo, intensidade, altura e melodia são também percebidos, e, além disso, a criança habitua-se a relacioná-la a expressão de sentimentos e fazer com que ela se comunique através dela e tornamos as aulas muito mais atraentes e divertidas.
Esse plano de aula favorece a interação do aluno no grupo, além de desenvolver uma série de habilidades que ajuda a criança a desenvolver uma aprendizagem com qualidade

Projeto arte musical
A música é uma das mais antigas e valiosas formas de expressão da humanidade e está presente na vida das pessoas. A Música faz parte do dia-a-dia das comunidades, se manifestando de diferentes maneiras, em ritos, festas e celebrações das mais diversas.              Na verdade, é praticamente impossível encontrar uma pessoa que não goste de ouvir, cantar e dançar. Assim, é patente em todas as esferas de nossa sociedade que a Música tem um papel primordial como forma de lazer e na socialização das pessoas, pois ela cria e reforça laços sociais e vínculos afetivos. Além disso, a Música exerce um relevante papel na formação cultural das pessoas, por meio do repasse de idéias, informações e conceitos, servindo para o aprimoramento do aprendizado.
Sabendo que a Música, em suas diferentes formas de expressão, faz parte do cotidiano dos alunos e é vista por eles como uma atividade prazerosa faz com que venha propor um trabalho diferenciado com desse “Projeto Música na Escola”, que deverá ser desenvolvido pelos professores do ensino fundamental.
A Arte da Música contribui para a criação de relacionamento sócio-cultural dos estudantes e bom relacionamento entre comunidade e a Escola.
Trabalhar com música na Educação é um fazer artístico. Os ganhos que a prática musical proporciona, seja pela expressão das emoções, pela sociabilidade, pela disciplina, pelo desenvolvimento do raciocínio, são valiosíssimos, e para a vida toda.
Técnicas artes
Arte naif
Argila
Pontilhismo
Rupestre
Linguagem musical
Cantigas populares
Música clássica e jazz
Percussão
Instrumentos musicais e orquestra
Músicas educacionais
Repentes/Cantorias
Teatro



Link para essa postagem


quarta-feira, março 11, 2020

Coletânea especial literária>Dinâmicas/Aulas de literatura/Oficinas>Banquete literário/poesia>Termômetro literário>11/03/2020



Banquete literário/Sequência didática
Uma maneira bem interessante de incentivar a leitura em sala de aula é trabalhando textos de autores famosos no BANQUETE DA LEITURA.

Na mesa da sala, organize diversos textos de autores que deseja trabalhar e coloque-os em panelas para que chame atenção destacando cada escritor.


A imagem pode conter: texto

  • Apresentar variadas atividades de leitura que favoreçam, aos estudantes e aos diferentes participantes do Banquete, a ampliação do repertório de informações, o prazer estético e a compreensão de que ler, escrever e expressar-se oralmente possibilitam a constituição de um mundo para si próprio e para melhor entender a realidade.
  • Contribuir para a compreensão de que leitura, escrita e oralidade são práticas que fundamentam as ações dos sujeitos nas interações e intervenções sociais.
Nenhuma descrição de foto disponível.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Nenhuma descrição de foto disponível.

A imagem pode conter: área interna

banquete1
AQUI

AQUI


Bingo de leitura
AQUI

Predição da leitura
AQUI
Blitz da leitura

Clube da leitura/Lobato

Oficina da poesia

Banquete da poesia

Projeto leilão de jardim
O pequeno príncipe
BIBLIOTECA/AULAS

AULAS LITERATURA

Montar livrinhos
AQUI

Colcha literária
AQUI
AQUI

Comemoração dia do livro
AQUI

Monteiro Lobato
AQUI

Literatura clássica
AQUI

Literatura de cordel
AQUI

Recitais
AQUI

Sarais
AQUI

Feiras literárias
AQUI

Atividades literárias/Jogos/Oficinas e afins
Nesta postagem: jogos através de histórias
O Rei Bigodeira e Sua Banheira - Col. Abracadabra

Termômetro literário
É de conhecimento geral que a literatura contribui para a formação integral dos alunos. Ela permite o desenvolvimento de habilidades cognitivas e emocionais, formando um cidadão mais completo.  
Entretanto, nem sempre é fácil engajar as crianças e jovens nesse universo. Um dos desafios, por exemplo, é a quantidade de informações a que essa faixa etária é exposta diariamente.
Formas criativas podem contribuir para a superação desse desafio. Pensando nisso, nós do Coletivo Leitor, elaboramos uma ferramenta colaborativa que pode ajudar a envolver os alunos de forma mais atrativa. Confira o termômetro da literatura e comece já o desafio com a sua turma!
Roteiros pedagógicos/Atividades norteadoras/Textos literários/Música
Hábitos de leitura
Esta é a primeira das sugestões
Objetivos: 
 Conhecer os alunos e seus hábitos de leitura. 
 Indagar e apreender as expectativas e necessidades dos discentes. 
 Observar o grau de familiaridade com obras e escritores do cânone literário. 
 Incitar reflexão e associação entre o lido e o vivido. 
 Analisar o grau de importância atribuído às relações entre experiências pessoais e o aprendido em sala de aula, entre textos literários de escritores canônicos e resgate de memórias individuais e coletivas.


Hábito saudável da leitura
Na lateral esquerda do blog tem uma linda corujinha com dicas de links afins à leituras
Glitter Photos

Passagem garantida para o mundo imaginário com aprendizagem diferenciada
PROPOSTAS PEDAGÓGICAS
ATIVIDADES PARA APRESENTAÇÕES E AULAS DE LITERATURA 




O blog Linguagem e Afins traz livros infantis com atividades, projetos,oficinas,feiras,chás,mostras culturais, sequências didáticas,contações de histórias e tudo que você precisa para incentivar a leitura de seus alunos.
Venha pesquisar, entre no grupo!


UMA DICA VALIOSA DO FACEBOOK
  PÁGINA DO GRUPO LINGUAGEM E AFINS- LITERATURA INFANTIL
FERRAMENTA ÚTIL PARA PESQUISAR POR TEMAS OU PALAVRAS
NA LUPA DO GRUPO ESTÁ ESCRITO
"PESQUISAR NESTE GRUPO"
ALI VOCÊ DIGITA O QUE PROCURA E CLICA NA LUPA
ABRIRÁ TUDO QUE POSSUI DO GRUPO
EXEMPLO: PROJETO DE LEITURA,DIA DO LIVRO, ALIMENTAÇÃO,PARLENDAS, ETC...
AH! SE VOCÊ NÃO ESTÁ NO GRUPO,BASTA SOLICITAR SUA ENTRADA.




Link para essa postagem


 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios