BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

segunda-feira, dezembro 03, 2012

A árvore de Beto >Mais atividades> Natal> Outras histórias> 03/12/12


Contos e atividades interpretativas
Natal
A árvore de Beto
Uma avaliação prontinha...
Mais sugestão avaliativa

O que é Natal?
O Natal de Manuel
André estava ajudando a sua mãe arrumar a sala para a festa. Armaram o presépio. Penduraram bolas na árvore. Enfeitaram as portas. Pintaram os vidros da janela. Tudo para o Natal.
E André quis saber:
_ Mãe o que é o Natal?
_ É a festa de nascimento do menino Jesus.
Mas antes que ela explicasse mais, a campainha tocou. Tia Marta e tio Valdemar estavam chegando. Ele estava muito contente e disse:
_ Minha loja está cheia de gente comprando coisas. Vou faturar firme. Natal é um tempo ótimo para ganhar dinheiro.
Mas tia Marta não parecia contente. Estava era muito cansada. Sentou-se numa poltrona, tirou os sapatos, pediu um copo d’água e falou:
_ Esse negocio de comprar presentes me mata. Natal é um inferno.
André ouviu aquilo e ficou pensando. Não estava entendendo nada. Saiu e foi para o quintal. No corredor, ouviu a irmã mais velha falando no telefone:
_ Estou louca para chegar logo o Natal, para eu usar o meu vestido novo.
E na cozinha, no meio de uma porção de fôrmas e panelas, a cozinheira reclamava:
_ Eu não aguento mais. Todo Natal é esta trabalheira...
Cada vez André entendia menos.
Ainda bem que Henrique estava brincando na calçada. Ele era o primeiro aluno da classe, sabia sempre todas as lições, respondia tudo. Devia saber. André resolveu perguntar:
_ Henrique, o que é Natal?
_ É a capital do rio Grande do Norte.
Mas Tião, o filho do porteiro do prédio ao lado, corrigiu:
_ Natal era um cara lá de Madureira, que ajudou muita gente. Ele era da Portela, mas já morreu.
Lá de dentro, um anúncio no rádio gritava:
_ Aproveite o Natal e troque sua geladeira!
E depois:
_ O Natal é um presente que você trabalhou para merecer.
É... O Natal de Henrique e do rádio não podiam ser o mesmo. Enquanto André pensava, viu que a avó tinha chegado. Depois de lhe dar um beijo, ela perguntou:
_ Você está se portando direitinho, André? Amanha é Natal, dia do menino bonzinho ganhar presente.
André resolveu perguntar ao pai, de noite, quando ele chegasse do trabalho. E ouviu isto:
_ É um dia ótimo, feriado. Não tenho trabalho.
‘’ Antes de dormir, André ficou deitado, pensando naquilo tudo. A cabecinha dele lembrava de tudo aquilo que ouviu: Natal é o nascimento de Jesus. É um tempo ótimo para ganhar dinheiro. É dia de ficar em casa sem trabalhar. É uma trabalheira. É um presente. É um inferno. É hora de trocar a geladeira. É um homem lá de Madureira. É a capital do Rio Grande do Norte. É dia de botar vestido novo. É dia do menino bonzinho ganhar presente.
Ana Maria Machado. O Natal de Manuel. Nova Fronteira - Rio de Janeiro, 1.985.

1 – Releia o texto e dê respostas bem completas:
a) Qual era a maior dúvida que o menino dessa história possuía?
b) Como André auxiliava sua mãe na preparação do Natal?
c) Que explicação a mãe de André lhe deu sobre o Natal?
2 - Numere as frases, de acordo com os acontecimentos da história.
( ) André ajudou a mãe a preparar a festa de Natal.
( ) O pai de André voltou do trabalho.
( ) O menino queria saber o que é o Natal.
( ) Zenilda reclamou da trabalheira do Natal.
( ) Os tios chegaram à casa de André.
3 - Quantas opiniões sobre o Natal! Releia o texto e identifique o personagem que falou cada uma das expressões abaixo:
____________________
É dia de usar roupa nova.
____________________
É dia de muitos trabalhos na cozinha.
____________________
É tempo de ganhar presente.
___________________
É dia de menino bonzinho ganhar presente.
____________________
É tempo de comprar presente.
____________________
É dia de descansar.
____________________
È a festa do nascimento de Jesus.
4 - Por que Henrique respondeu prontamente que Natal é a capital do rio Grande do Norte?
5 - E por que o filho do porteiro deu uma resposta falando do Natal lá de Madureira? Você conhece esse lugar? Já ouviu falar? Onde fica?
6 - Você conhece outra palavra como NATAL, que possui mais de um significado?
7 - Tia Marta não gostava da época do Natal? Por quê?
8 - Por que o pai de André achava que o Natal era um ótimo dia?
9 - Encontre, no texto, uma opinião contraria à do tio Valdemar sobre a época do Natal e a compras de presentes:
“__ Minha loja está cheia de gente comprando coisas. Vou faturar firme. Natal é tempo ótimo para ganhar dinheiro”.
­­­­­­10 – Complete livremente:
Eu acho que o Natal é ______________________________ porque
11- Desenhe o que representa o Natal para você e depois escreva um texto conforme seu desenho.
Desenho                                                           Texto
12 – Pesquisar na internet ou em outras fontes o Natal em outros países. Registre no caderno as informações importantes.

MEU PRESENTE DE NATAL

No final do ano passado minha professora pediu que todos os alunos da classe escrevessem uma carta ao Papai Noel, dizendo o que gostaríamos de ganhar. Bom eu não pensei duas vezes, estava louco por essa oportunidade e fui logo escrevendo o que vinha na teia.
_Quem ia dar o presente? _Sei lá. Ela pediu, eu escrevi.
O curioso é que a professora pegou a nossa carta, pediu que escrevêssemos os nossos endereços, pra que? _Eu nem sabia direito.
Olha só, ela foi esperta mandou a carta para nossa casa, no nome de nossos pais, pedindo para que os pais atendessem os pedidos dos filhos, se pudessem. É mole um negocio desses?
Bom, tudo bem, a gente só ficou sabendo depois, é claro, ela fez tudo escondido, mas ta legal valeu a intenção.
Eu tinha pedido logo um super vídeo – game, uma bicicleta nova, uma bola de futebol novinha e uma chuteira pra gente jogar lá no campinho perto de casa.
Na véspera do Natal meu pai sumiu, à noite ele apareceu com roupa de Papai Noel e tudo, gritando hô, hô, hô, com o saco cheio nas costas. Na verdade quem estava de saco cheio mesmo era agente de tanto esperar.
Meu pai veio pro meu lado me deu um embrulho que logo eu saquei, era uma bola novinha. Mas como a alegria de criança dura pouco, dei um bicudo na bola, adivinha? Caiu justo no quintal do vizinho que estava viajando, quase morri de raiva, e o duro é que ele ia voltar só depois do ano novo, que azar!
Esperei quase dez dias, quando eles chegaram de viajem, o filho dele achou que tinha sido o Papai Noel que tinha trazido a bola que ele tinha pedido, e não me devolveu mais. Chorei muito. Minha mãe vai me dar outra, mas sabe quando? _No próximo Natal.
Clovis Queiroz Sobrinho

1-Que festa acontece no fim de ano?
2-É comum ganharmos presente no fim de ano, por quê?
3-Quando a professora pediu para os alunos escreverem as cartas ao Papai Noel, o que o menino escreveu?
4-Para quê serve o endereço de numa carta?
5 - No texto o menino sabia quem ia dar o presente? Justifique .
6 - Na véspera do Natal quem apareceu vestido de Papai Noel?
7 - Qual foi o persente que o menino ganhou?
8 - O que fez o menino com o presente?
9 - Qual foi o maior azar do garoto?
10 - Quanto tempo o menino teve de esperar para recuperar o presente? E recuperou?
11 - O que você pensa a respeito da atitude do garoto de não ter pulado o muro para pegar a bola de volta?
12 - O filho do vizinho achou a bola e ficou com ela. Você acha certo o que ele fez?
13 - O que você faria se fosse o menino que perdeu a bola ?
14 - Quanto tempo ele terá que esperar para receber outro presente igual ?
15 - Você acha que um ano é muito tempo para esperar um presente? Por quê?
16 - Escreva o que quer dizer as expressões:
a) “... não pensei duas vezes”,... : _____________________
b)“... escrevendo o que vinha na teia.”: ___________________
c) “Na verdade quem estava de saco cheio mesmo era agente de tanto esperar.”:
d) “... quase morri de raiva, ...”:
17 – Como o narrador se apresenta nesta narrativa? Justifique sua resposta.
18 - Se você fosse escrever para o Papai Noel, o que pediria?

Carta ao Papai Noel
Natalândia, 03 de dezembro de 2012
Querido Papai Noel,,
Meu nome é Gabriel Motta.
Escrevo esta carta para te pedi o meu presente de Natal. Se o senhor puder, gostaria de ganhar um vídeo game, uma bicicleta e uma caneta mágica que faz todas as lições de seu dono.
Papai Noel, eu sei que o senhor tem muitos presentes para entregar e que não dá para atender a todo mundo no mesmo instante. Mas faça um esforço e passe na minha casa primeiro. Saiba que ficarei muito feliz.
Saiba também que eu mereço ganhar os presentes citados, pois cumprir com a promessa que fiz para a minha mãe: de lavar as mãos antes das refeições, cortar as unhas, tomar banho todos os dias, não trocar o arroz e feijão por um saco de salgadinho e escovar os dentes após as refeições. Prometi e cumpri também ser mais obediente, respeitar os mais velhos e não ser galo de briga.
Portanto, não te esqueças do que te pedi.
Até à noite de Natal!
Gabriel Motta

1 – O que Gabriel quer ganhar do Papai Noel?
2 – Dos presentes que Gabriel pediu ao Papai Noel, qual é o impossível? Por quê?
3 – Releia o parágrafo:
“Saiba também que eu mereço ganhar os presentes citados, pois cumprir com a promessa que fiz para a minha mãe: de lavar as mãos antes das refeições, cortar as unhas, tomar banho todos os dias, não trocar o arroz e feijão por um saco de salgadinho e escovar os dentes após as refeições. Prometi e cumpri também ser mais obediente, respeitar os mais velhos e não ser galo de briga.“
Agora escreva o que na sua opinião está:
 Certo
Errado:
4 – Indique o gênero deste texto e justifique.
5 – Você leu a carta de Gabriel para Papai Noel. Agora é hora de escrever a sua. Capriche na organização das ideias, na letra e na pontuação. Não esqueça dos elementos estruturais do gênero textual em questão.

O HOMEM DO SACO
Regina Drummond
Tem um velho barbudo que passa, todos os dias, em frente ao prédio onde Aline mora. Todo mundo morre de medo do velho, porque a roupa dele é esquisita, ele olha para tudo com cara de nada e, principalmente, porque carrega um saco enorme nas costas.
Quando ele aponta na esquina, alguém sempre grita:
___ Olha o homem do saco!!!
E todas as crianças correm para se esconder.
___ O que será que tem naquele saco? – as crianças perguntam umas às outras.
Lucas, o irmão mais novo de Aline, pensa que ele é Papai Noel sem trabalho, já que ainda não é Natal. Tatiana, a irmã mais velha, acha que ele esconde no saco as crianças que rouba. E explica:
___ Ele leva as crianças para o circo, onde põe as coitadinhas para trabalhar sem descanso, ou pior ainda, servir de comida de leão! Já vi muitas histórias deste tipo, nos livros! – arremata, os olhos muito abertos.
___ Será que ele pega mesmo?
A pergunta é sempre a mesma. As respostas é que variam:
___ Só as meninas chatas, teimosas, birrentas...
___ Dizem que come crianças...
___ E por que elas não gritam?
___ Ficam mudas de medo!
___ Pois eu acho que ele não faz nada, é só um pobre coitado!
___ Talvez... Ele tem um jeito desligado, não será um andarilho solitário?
___ Andarilho? O que é isto? Alguém que fica só andando, sem rumo?
___ Andando, vendo tudo e pensando seu bobo!
___ Ah, não! Para mim, ele é um milionário disfarçado...
___ Isso mesmo! Ele deve ser algum ricaço, que só gosta de fazer o que tem vontade, na hora que bem entende!
Só uma coisa, todos concordavam: é melhor não chegar muito perto dele!
Aline sempre foi uma menina corajosa. Ela não tem medo do escuro, porque sabe que o escuro é a mesma coisa que o claro, só que sem luz.
Ela não tem medo de se perder, porque sabe direitinho o endereço da casa.
Ela não tem medo de monstros e fantasmas, porque sabe que ele só existem só na imaginação da gente.
Posso até dizer que ela não tem medo de nada, porque ela vai lá e enfrenta o medo.
Aline resolveu, então, fazer a pergunta diretamente ao homem do saco:
___ O que o senhor guarda aí dentro deste saco?
___ Tudo! – respondeu ele.
___ Tudo?! – Aline quase gritou, imaginando os maiores horrores.
Ele logo explicou numa voz suave e pausada:
___ Eu moro na rua e guardo aqui, todas as minhas coisas: um fogareiro, duas panelas, comida, cobertor, algumas roupas, papel, caneta, meus livros prediletos, enfim, tudo que eu preciso!
Aline achou graça:
___ Então, é a sua casa que está dentro do saco!
___ É... – concordou ele.
___ E você leva sua casa nas costas!
___ É... – concordou o velho.
___ Como um caracol!
___ É... – O homem do saco concordou e os dois riram.
Só depois que ele foi embora, Aline percebeu que conhecera uma pessoa muito especial, alguém que não se preocupava em “possuir” as coisas, que se contentava apenas em conhecê-las, vivê-las, aprender com elas. Sentiu vontade de ser sua amiga, ele deveria Ter tantas coisas interessantes para contar, mas já o homem do saco desaparecera na curva do caminho.
1) Por que, para o velho o que ele guardava dentro do saco era “tudo“?
2) Aline diz:” __ Então, é a sua casa que está dentro do saco!” E o velho concorda.
Para Aline e para o homem do saco, casa serve para quê? Escolha a resposta:
( )Para a gente ter um lugar onde morar.
( )Para a gente guardar as coisas de que precisa.
( ) Para morar e guardar as coisas de que precisa.
3)Aline acabou achando que o velho era uma pessoa “especial”. Por que ele era “muito especial”?
4)Dentro do saco, o velho tinha coisas que a gente não espera que sejam necessárias para uma pessoa que vive na rua. Quais são essas coisas?
5)Você acha que toda pessoa que mora na rua é uma pessoa “especial”, como o velho do saco? Justifique a sua resposta.
6)Faça a lista segundo o que você leu sobre o que as crianças pensam quem é o homem do saco e o que ele carrega no saco.
Quem é o homem do saco?    O que carrega no saco







Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios