BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, setembro 18, 2009

Produção de textos - como fazer uma intervenção - 17/09/09


INTERVENÇÃO DO PROFESSOR EM UMA PRODUÇÃO

Colegas,
Pesquisando sobre linguagem, reli este procedimento da Coleção ALP, autoria de Maria Fernandes Cócco e Marco Antonio Hailler, Editora FTD, nova edição.
Repasso aqui, “passo a passo”, para as colegas que buscam alternativas mais eficazes com relação à produção textual de seus alunos.
Vale lembrar que o exemplo dado é de uma aluna do primeiro ano do Ensino Básico.
Não sei a realidade de vocês professores de escolas públicas, de 6º a 9º anos, aqui em Minas Gerais, a maioria de nossos alunos chegam ao 6º ano despreparados , não dominam a leitura de maneira que gostaríamos e nem tão pouco produzem textos com facilidade, então, o modelo a seguir pode ser tranquilamente adaptado.
Sugestão válida para turmas com defasagem de aprendizagem e também para alunos do Tempo Integral.
Professoras do 5º ano:
Atentem para esta realidade.
Em minha cidade , as escolas municipais atendem do 1º até o 5ºano.
Depois estes alunos vão para as escolas estaduais de 6º ao 9º ano e posteriormente ao Ensino Médio.
Creio que não vale à pena preocupar-se com conteúdos, gramática e verbos se os alunos mal sabem ler, interpretar e produzir textos.
Ainda sou a favor de que o enfoque na Língua Portuguesa seja leitura e não solicitar aos alunos que decorem verbos, saibam pronomes na ponta da língua,etc...
A gramática deve acontecer espontaneamente entre as mais diversas formas da literatura (linguagem e afins).
Passo a passo:
No exemplo a professora envolveu:
Autocorreção (ortografia);
Codificação (pontuação) ;
Refacção (estrutura textual).

1-No primeiro momento a professora solicitou que os alunos escrevessem uma história a partir de um trecho do livro Lúcia-já-vou-indo de Maria Heloísa Penteado.
A professora recebeu o texto da aluna e preparou a correção ortográfica, isto é, escreveu acima de cada palavra incorreta a forma correta, como se vê na figura 1.
2-O texto foi entregue à aluna, com a seguinte recomendação: “Observe como você escreveu; olhe como se escreve corretamente; veja o que há de diferente; apague só o que estiver diferente e corrija.”
3-Depois que a aluna corrigiu ortograficamente, a professora pegou o texto novamente e fez a seguinte preparação:
Colocou a codificação correta, com os símbolos previamente combinados com a turma: ponto final (triângulo); parágrafo ( retângulo).
4- Devolveu para aluna solicitando que ela codificasse corretamente, como mostra a figura 2:
Figura 1
A aluna substituiu os códigos pelos parágrafos e pontos finais, conforme indicado, o que permitiu uma forma mais próxima de correção gramatical.
5-A fim de melhorar as idéias e as estruturas textuais, novamente a produção foi retomada e a professora preparou a refacção: fez algumas perguntas ou intervenções para a criança reelaborar a história. Figura 3:

Figura 2


6- A aluna, então, reescreveu sua produção, incorporando as intervenções feitas pela professora. Figura 3:

Comparando a primeira produção com a última, pode-se verificar que houve a conquista de uma melhor coordenação entre a macroestrutura, a microestrutura e superestrutura esquemática do texto.
Vale ressaltar aqui que a autocorreção e a codificação podem ser feitas na maioria dos textos produzidos por todos os alunos, mas a refacção ou reconstrução deve ser uma atividade coletiva, para a qual escolhe-se o texto de um aluno, escreve-se na lousa ou tira-se xerox e discute com toda a classe sobre as modificações a serem feitas.

Figura 3


Link para essa postagem


2 comentários:

  1. Bom dia minha lindaa!!! Vim deixar meu carinho, regar nossa amizade com ternura e desejar que seus dias sejam de muita alegria!!! Deus a abençõe!!!
    Bjssssssss

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios