BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, maio 08, 2011

Festas Juninas/Danças Típicas - 08/05/11

Danças Típicas Juninas
Dados da Aula:
O que o aluno poderá aprender com esta aula:
Apresentar aos alunos algumas danças típicas presente nas festas juninas, conhecer a origem dessas danças e a influência na cultura brasileira, verificar as diferentes manifestações artísticas existentes no Brasil relacionadas às festas juninas.
Duração das atividades:
02 aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno:
A origem da festa junina, danças típicas, a influência da cultura portuguesa e francesa no formação cultural do Brasil.
 Sugerimos que o professor também trabalhe com a turma a aula: Viva São João: a origem.
Estratégias e recursos da aula:
Aula 01:
Inicie a aula questionando seus alunos sobre a origem da festa junina, os pratos típicos, danças e brincadeiras.
Nesse momento apresente a temática da aula: Danças típicas.
Questione os alunos sobre quais as danças realizadas durante as festas juninas em todo país.
Após a discussão apresente brevemente cada estilo.

Quadrilha
 Por volta dos séculos XII e XIV, os camponeses ingleses dançavam uma dança campestre, conhecida com “country dance”, na qual descendentes de celtas e saxões executavam velhos rituais pagãos num Reio Unido já cristianizado.
Durante a Guerra dos Cem Anos, a dança se espalhou pela França, com o nome afrancesado de “contredance”.
A dança perdeu o formato roceiro característico e tomou um estilo de dança nobre ou dança de corte nos principais reinados europeus.
 No Brasil, a dança de quadrilha, assim como era chamada em Portugal, foi trazida praticamente com a vinda da Família Real Portuguesa, em 1808.
No Brasil, durante o período regencial, a dança de quadrilha causava grande frenesi entre a alta sociedade da época, principalmente com a vinda de orquestras de dança de Millet, Cavalier e Tolbecque.
 A dança se popularizou e aqui ganhou várias derivações como a “Quadrilha Caipira” em Minas Gerais, o “Baile Sifilítico” na Bahia e o “Saruê” no Brasil Central.
Dança de pares de origem européia que no Brasil passou a ser dançada nas festas do mês de junho em louvor a São João, Santo Antônio e São Pedro.
Em virtude talvez de rápida popularização, a quadrilha ganhou numerosas variantes - no interior de São Paulo surgiu a quadrilha caipira, e em Campos, RJ, a Mana-chica.
Muitas danças do fandango empregam a marcação da quadrilha, a exemplo do que ocorre em bailes gaúchos.
Vale observar ainda que a quadrilha influenciou diretamente as danças em fileiras opostas e as contradanças em geral.
Os participantes obedecem às marcas ditadas por um organizador da dança.
Conserva algumas denominações e movimentações tradicionais e incorpora criações adaptadas pelos marcadores.
A música, geralmente de ritmo marcado, é executada com o acompanhamento tradicional da sanfona.

undefined
Dança do Pau de Fitas
Dança de pares de origem portuguesa, realizada na ilha de Santa Catarina representa a fertilidade da terra, ela ocorre ao redor de um mastro encimado por um conjunto de largas fitas multicores.
Os participantes formam dois grupos que, dançando, entrelaça m fitas, forman do um trança do em volta do mastro.
A dança possui quatro movimentos: trançado simples, trançado duplo, trenzinho e rede do pescador.
Não possui música exclusiva.
À semelhança da quadrilha, são executadas peças autônomas, desde que possuam cadenciamento que favoreça o andamento dos pares na execução do trançado.
São freqüentes conjuntos musicais compostos por violão, cavaquinho, pandeiro e acordeão.

Dança do arco de flores
A dança do arco de flores relacionado com os pastores açorianos, que no inicio da colonização pastoreavam no interior da ilha de Santa Catarina.
As flores fixadas no arco são típicas da estação.
Dança de pares no Paraná e em Santa Catarina, na qual cada um dos dançantes sustenta pelas extremidades um arco florido e realiza movimentos "balainhas", que no final serão desmanchadas.
Acontece de forma autônoma durante as festas juninas e antecede a apresentação do pau-de-fita, e a abertura da dramatização do boi-de-mamão.
Para as danças:
Pau de fita e Arco de flores sugerimos o vídeo:
Danças folclóricas do litoral catarinense: parte 7: pau de fitas e arcos de flores Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=19390
Danças folclóricas do litoral catarinense:
 Agora que os alunos já conhecem um pouco mais sobre a origem de cada dança é hora de se aprofundar na pesquisa.
Divida a turma em grupos e cada grupo deverá pesquisar sobre uma dança.
Professor, caso em sua região a festa junina apresente características mais regionais, indique para a turma a pesquisa, para que eles possam se aprofundar um pouco mais sobre o tema.
 Estimule também os alunos a pesquisar sobre a cultura de outras regiões do país.
Sugerimos alguns temas para a pesquisa:
- a origem da dança, região e o principais grupos existentes no país;
- os passos/comandos realizados durante a dança;
- as músicas e os instrumentos;
- os figurinos; - os personagens;
Cada grupo deverá criar uma apresentação de forma colaborativa para divulgar o resultado da pesquisa.
Para essa atividade sugerimos a ferramenta Google Docs.
Em caso de dúvida, acesse o tutorial:
Em Recursos Complementares indicamos alguns sites que podem auxiliar a pesquisa, divulgue para sua turma.
Estipule o tempo para cada apresentação, verifique com os grupos quem irá utilizar vídeos e/ou áudios para que possa reservar os equipamentos necessários, defina também um cronograma para a ordem das apresentações.
 Aula 02: apresentando os resultados:
Professor, agende uma data e reserve um espaço na escola para apresentação dos alunos, convide toda a comunidade escolar para prestigiar as apresentações.
Os grupos deverão apresentar para a escola o resultado das pesquisas e as danças.
O professor deverá complementar a apresentação dos alunos quando necessário.
Recursos Educacionais:
Danças folclóricas do litoral catarinense: parte 7: pau de fitas e arcos de flores
 Vídeo
Recursos Complementares:
Avaliação:
É importante que o professor estimule nos alunos a pesquisa, a busca pelo conhecimento, a troca de informações e a discussão de várias opiniões sobre o mesmo tema.
Para essa temática a avaliação pode ser feita em duas etapas: a pesquisa e a apresentação.
Defina com a turma os itens da pesquisa a serem apresentados para a turma e os critérios de avaliação.
Atenção professor!
Não esqueça de apresentar a turma os critérios de avaliação, para que os alunos tenham ciência dos conteúdos a serem assimilados e competências a serem desenvolvidas.

 






Link para essa postagem


Um comentário:

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios