BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, dezembro 30, 2011

Histórias de terror> 30/12/11

Conhecendo algumas histórias de terror...

Co-autores: Lívia Raposo Bardy, Andréa Marques Leão Doescher
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
■Aprender o conceito de histórias de terror;
■Desenvolver leitura e interpretação desse tipo de história;
■Fazer leitura de textos, imagens e vídeos que abordem a temática das aulas;
■Produzir histórias desse gênero textual.
Duração das atividades
Aproximadamente 100 minutos; Duas (2) Aulas. .
Estratégias e recursos da aula
As estratégias utilizadas serão:
- Aula interativa;
- Aula colaborativa e cooperativa.
Motivação
Para dar início à aula, sugerimos que o professor conte aos alunos uma história do gênero terror, mas sem dizer aos alunos que a história pertence a tal gênero.
O professor deverá dizer o título da história e perguntar aos alunos o que eles imaginam que vão ouvir, ou seja, como será a história.
Sugerimos que o professor leia a história “O lago dos monstros”, que está postada abaixo, na próxima atividade, e que se encontra disponível no endereço:


Depois de falar o título da história, o professor poderá fazer algumas perguntas, tais como:
- Pelo título da história, podemos pensar que ela fala sobre o quê?
- Será que se passa no período diurno ou noturno? Por quê?
- Vocês já viram algum monstro?
- Como imaginam que esse monstro da história seja?
- Quais serão as características dele? Como será que é o monstro de um lago?
- Vocês conhecem algum lago? Como ele é?
- Será que esse monstro tem um nome? Qual será o nome dele?
É importante que o professor instigue os alunos a dar suas opiniões sobre como será a história, e sobre o que sabem sobre monstros!
O professor deverá anotar na lousa as respostas dos alunos, e após a leitura, verificar com eles, se as hipóteses estavam corretas ou não.
Feito isso, a história poderá ser contada aos alunos, por meio da próxima atividade.
Atividade 1
Depois de anotar as hipóteses dos alunos na lousa, o professor deverá contar a história em questão. Sugerimos que ele conte a história “O lago dos monstros” (Fig.1), que está abaixo:

O lago dos monstros
Era uma vez, numa aldeiazinha perto de Bruxelas, que se chamava Tervuren, um grande parque, e no meio do parque havia um bosque gigantesco; e nesse bosque, havia um lago escuro e tenebroso no qual vivia um monstro, que se chamava Monsta.
Monsta tinha comido todos os monstros que viviam no lago e todas as crianças que se aproximam à beira do lago e por isso tinha uma barriga enorme e redonda; era tão grande que, quando o monstro se mexia, a arrastava pelo chão e, para mexer-se melhor, tinha que agarrar-se aos ramos das árvores que rodeavam o lago, e todas estavam meio caídas e quase à altura da água.
Monsta, o monstro, estava faminto, tinha fome; já não havia nada para comer; tinha comido todos os monstros, e as crianças já não se aproximavam da margem do lago porque tinham medo.
Até que um dia, perto do lago, havia um grupo de crianças jogando futebol e um menino pequenino deu um pontapé na bola que foi parar perto de uma esquina do lago. Monsta, que cada dia tinha mais fome, viu essa coisa redonda, perto da esquina do lago, e pensou: podia comê-la. Assim, foi até à esquina, arrastando a sua barriga e agarrando-se aos ramos das árvores e, de uma vez, engoliu a bola.
Então, monstros e crianças que estavam no interior do intestino, começaram a jogar uma partida de futebol entre eles, e um monstro deu um chute na bola, ela explodiu. Todo o ar que a bola saiu e começou a inchar e intestino até que ela também explodiu. Então todos os monstros saíram do intestino e todas as crianças correram para suas casas para contar aos pais tudo o que tinha acontecido.
O estômago de Monsta já não era grande e redondo e não tocam o chão, pois ele estava magro. Monsta podia andar e também tinha amigos.
Havia mais monstros no lago e poderia brincar com eles. Monsta pensou em não vou comer mais monstros e mais filhos.
E a partir daquele momento, Monsta só comia os frutos da árvores perto do lago.
E quando os filhos se aproximaram da costa, Monsta deu-lhes um passeio do lago em sua cauda enorme.
E todos foram felizes para sempre, comeram as frutas das árvores e vitória, vitória, acabou-se a história.
E agora…
DORMIR!


Figura 1 – Imagem do lago da história

Importante: No momento da leitura da história, o professor não deverá interrompê-la para explicar o significado de alguma palavra.
Além disso, é importante contar a história fazendo uso de entonação e suspense!
Depois de terminar a leitura da história, o professor poderá fazer mais alguns questionamentos sobre ela:
- A ideia que vocês tinham sobre a história se confirmou? Por quê?
- Como é o monstro da história?
- Explique o título da história “O lago dos monstros”;
- Vocês acham que essa história é mesmo uma história de terror? Por quê?
O professor deverá, nesse momento, retornar às hipóteses que os alunos tiveram sobre a história na atividade anterior, e que estão presentes na lousa, para que eles possam perceber se estas estão corretas ou não.
Em seguida, outros questionamentos poderão ser feitos, para que os alunos entendam quais conceitos e aspectos estão relacionados às histórias de terror:
- O que uma história precisa ter para ser uma história de terror?
- Que outros tipos de personagens vemos normalmente em histórias de terror? (é importante que os alunos percebam que geralmente são lobos e outros tipos de animais ferozes, monstros, bruxas, caveiras, vampiros, seres “extraterrestres”, histórias que se passam em cemitérios...).
É importante que sejam discutidos, os conceitos e aspectos de histórias de terror, para que os alunos possam entender o que faz uma história ser do gênero terror.
O professor poderá perguntar aos alunos, que outras histórias eles conhecem que são do tipo terror.
Provavelmente os alunos se lembrarão de histórias como “João e Maria”, “Chapeuzinho Vermelho”, “Cachinhos Dourados e os três ursinhos”, entre outras que mostram situações em que as crianças se encontram em perigo e medo.
Feito isso, a próxima atividade poderá ser desenvolvida.
Para tanto, sugerimos que os alunos sejam organizados em grupos de quatro integrantes.
Observação: Outras histórias desse gênero textual, de sua preferência.
Estão no final da aula, sugeridos alguns livros de literatura infantil que o professor poderá usar nesse momento ou em outra oportunidade para enriquecer o repertório desse tipo de histórias.
Atividade 2
Nesse momento, sugerimos que os alunos, organizados em grupos de quatro integrantes, sejam convidados a criar uma história de terror.
É importante que os passos sugeridos abaixo sejam seguidos pelos alunos, na confecção da história:
- Que tenha personagens;
- Uma situação em que os personagens estão em perigo, dificuldade ou medo;
- Situações de suspense, em que o leitor poderá ficar pensando em como a história terá um fim;
- Um desfecho.
Caso os alunos tenham dificuldades para iniciar uma história desse gênero textual, sugerimos que o professor apresente para eles, alguns personagens do site “A História dos Sete”, disponível em: http://criancas.uol.com.br/historias/sete/sete11.jhtm (Fig.2)


Figura 2 – Imagem do site “A História dos Sete”

Os sete personagens são: Batuta, Neusa, Goretchi, Hércules, Provolona, República dos Palhaços e Emílio.
Depois de conhecer as características de cada personagem, as duplas poderão criar uma história de terror com eles.
As duplas, poderão também criar histórias com personagens clássicos de histórias de terror, como vampiros, caveiras, bruxas e etc...
Se houver a possibilidade, os alunos poderão explorar o site “A História dos Sete” para conhecer melhor os personagens e as histórias que há no mesmo.
Observação: Os alunos da modalidade Educação Escolar Indígena, poderão criar histórias com personagens de histórias que conhecem e que costumam ouvir desde pequenos, como algumas lendas e mitos indígenas!
Com essa atividade além de trabalhar os conceitos da escrita da Língua Portuguesa (uso de sinais de pontuação, escrita ortográfica, esquematização de um texto), serão trabalhados aspectos da criatividade dos alunos, já que deverão criar uma história de terror ou suspense.
Sugerimos que os textos, depois de corrigidos, sejam expostos no mural da sala de aula, para que outros alunos, professores e funcionários da escola possam apreciá-los!
Atividade 3
Dando prosseguimento à aula, neste momento, os alunos confeccionarão um acessório que compõe muitas histórias de terror – um chapéu de bruxa.
Os materiais necessários para a confecção do chapéu estão elencados abaixo, e deverão ser previamente disponibilizados pelo professor:
■Papel crepom cores: azul, vermelho, amarelo, branco e laranja;
■Papel camurça preto;
■Papel cartão branco;
■Cola;
■Papel color plus vermelho;
■Tesoura sem ponta;
■Papel laminada prata;
■Fita de cetim vermelho;
■Pincel;
■Fita dupla face;
■Lápis preto.

Passo a passo para a confecção do chapéu:












Sugerimos que os chapéus sejam expostos em algum lugar da escola, para que todos possam apreciá-los, juntamente com as histórias criadas na atividade anterior.
Os alunos poderão também, montar uma exposição para contar as histórias criadas, e poderão usar o chapéu de bruxa, no momento em que estiverem contando a história!
Recursos Complementares
■ Sugerimos que o professor, em outra oportunidade, leia para os alunos alguns livros de literatura infantil, indicados abaixo, do tipo terror e suspense, da escritora Tatiana Belinky.

- “Histórias de Terror”:

- “A operação do tio Onofre”:


■ O vídeo “Contos de Terror para Crianças - Edgar Allan Poe” poderá ser mostrado aos alunos.
 O vídeo é uma adaptação de conto de Edgar Allan Poe, e é ao mesmo tempo de suspense e engraçado.
O vídeo tem a duração de três minutos e doze segundos.
Link do vídeo:

Avaliação
A avaliação deverá ocorrer em todos os momentos.
É importante que o professor perceba ao final das aulas se os alunos aprenderam histórias do gênero textual “Terror”.
Em termos cognitivos serão trabalhados os seguintes aspectos:
■Conceito de histórias de terror;
■Desenvolvimento de leitura e interpretação desse tipo de história;
■Produção de histórias desse gênero textual.




Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios