BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sábado, janeiro 28, 2012

Alfabetização> Identidade> Meu nome> 28/01/12

Como se escreve seu nome?
Trabalhe a alfabetização a partir de
textos significativos
 abordando a leitura e escrita
do próprio nome das crianças
Eloísa Bombonatti

Objetivos:
★Reconhecer o próprio nome em situações diversas
★ Aprender a registrar seu nome em suas produções ou material pessoal
★ Desenvolver habilidades de leitura e domínio do sistema alfabético
Faixa etária: 3 a 6 anos

Como já tratamos anteriormente, o trabalho com textos significativos traz toda a informação e oportunidades necessárias para o ensino e a aprendizagem da leitura, da escrita e do sistema alfabético de representação escrita de nossa língua.
 Nada pode ser mais significativo para qualquer ser humano do que seu próprio nome.
É ele que lhe confere a identidade e o distingue dos outros indivíduos, além de ser a palavra mais conhecida dos pequenos e trazer uma forte carga afetiva, aspecto importantíssimo quando se trata de alfabetização.
Quando tratamos do reconhecimento do número de letras que cada nome possui, da identificação de suas letras iniciais, do reconhecimento das vogais e consoantes que o compõem e dos sons que distinguem o nome de alguém em relação aos outros, estamos trabalhando com o processo de alfabetização.
Sugerimos a seguir atividades que trabalham desde a identificação do próprio nome com alunos a partir de três anos até a escrita dos nomes e o reconhecimento dos nomes dos colegas por crianças em estágios mais desenvolvidos em relação à alfabetização.
Objetivos:
★Reconhecer o próprio nome em situações em que é necessário, como na lista dos alunos da sala, no material pessoal, na cadeira ou mesa, no cabide, nas pastas etc.
★ Valorizar a necessidade da leitura e da escrita do nome
Faixa etária: a partir de 3 anos
Identificação do próprio nome
Materiais:
★Cartaz de pregas
★ Listas na parede com os nomes dos alunos
★ Cartões iguais em tamanho e cor, sem desenhos, com o nome escrito em letras maiúsculas

1. Rotule o material pessoal, em maiúsculas e em presença do próprio aluno, indicando que assim se escreve seu nome.
2. Escreva o nome da criança em diversos cartões, sempre na presença dela, e fixe em diversos locais que ela utiliza na sala de aula: sua cadeira, seu lugar à mesa, seu cabide e em outros locais que seja de seu uso exclusivo.
3. Ajude a criança a reconhecer seu nome em diversas situações: mostrelhe apenas seu nome primeiro, depois mostre-o entre poucos nomes e peça que ela o identifique, e por fim entre todos os da classe numa lista.
4. Dê pistas para que a criança o reconheça: número de letras, letra inicial, quais são as vogais que o compõe etc.
5. Depois que todos passaram por essas etapas, você poderá passar para a atividade da lista de chamada
Dica esperta!
Faça lista de diferentes usos, como chamada diária, aniversariantes do mês, ajudantes da semana, alunos que participam de determinadas oficinas ou atividades, professores da escola etc.
A hora da chamada
Materiais:
★ Aparelho de som
★ CD de cantigas de roda
★ Crachás com nomes das crianças
★ Sempre que fizer a chamada, deixe que o aluno coloque seu nome num cartaz de pregas feito por você. Esse procedimento deve ser uma atividade permanente.
★ No dia em que iniciar essa atividade, sente-se com os alunos no chão e mostre-lhes os cartões com os nomes de cada um (escritos da maneira recomendada na atividade anterior).
★ Chame-os na ordem alfabética e peça que identifiquem o seu cartão entre todos.
★ Ensine-os a encaixar a ficha no cartaz de pregas e depois mostre a lista com os nomes das crianças que deverá estar fixada na parede ao lado do cartaz.
★ Para crianças em estágios de desenvolvimento de alfabetização mais adiantados, você poderá ainda solicitar o reconhecimento dos nomes dos amigos.
★ Essa atividade poderá ser conduzida de várias formas: pergunte se algum amigo tem o nome que comece com a mesma inicial que o nome da criança que está realizando a atividade, ou solicite que ele reconheça as letras que coincidem nos dois nomes, qual nome possui mais letras na lista ou ainda você pode perguntar quais são os cartões que possuem os nomes das meninas e dos meninos e pedir para as crianças separá-los.




Objetivos:
★Fazer com que o aluno saiba marcar suas produções e material pessoal
★ Diferenciar e conhecer as letras e sua forma
★ Usar adequadamente os aspectos convencionais da escrita (alinhamento, orientação etc.)
Faixa etária: a partir de 4 ou 5 anos
Escrita do próprio nome
Materiais:
★Listas na parede com os nomes dos alunos
★ Crachás em branco
★ Cartões que sirvam de modelo à escrita
★ Letras móveis ou carimbos de letras, jornais e revistas
★ Papéis coloridos, botões, pequenas figuras e enfeites
★ Espelho
★ Cola e tesoura
★ Folha quadriculada com as letras do alfabeto


1. Para iniciar, mostre ao aluno que seu nome pode ser uma unidade linguística significativa. Distribua crachás em branco e peça que cada criança registre seu nome como quiser. Deixe material de colorir, papéis sortidos, enfeites e figuras para que a criança utilize livremente.

2. Traga um espelho para a sala de aula e peça que cada um se observe e faça seu autorretrato.

3. Promova uma roda para que cada um se apresente e mostre ao grupo seu autorretrato. Faça um painel com os desenhos.

4. Depois, escreva o nome do aluno, informando-o da quantidade de letras, da ordem, do nome das letras, comentando a forma das letras etc.

5. Traga jornais, revistas, folhetos, panfletos velhos para que os alunos recortem as letras que compõem o próprio nome e colem na sequência correta.

6. Apresente uma folha quadriculada com as letras do alfabeto e solicite que pintem de uma cor as vogais que fazem parte de seu nome e, com outra, as consoantes.

7. Proporcione diversas situações em que o aluno deve registrar seu nome. A partir do momento em que o aluno começa a marcar seu nome nas produções, essa tarefa deverá ser exclusivamente feita por ele, mesmo que faltem algumas letras ou que essas estejam trocadas.

8. Para aqueles que estejam em estágios mais avançados, ensine-lhes a formar outros nomes a partir do seu. O livro Diário de Classe, de Bartolomeu de Campos Queirós, pode ser um início motivador para essa atividade.

Dica esperta!

Em períodos iniciais, o cartão com o modelo do nome deve estar bem ao alcance da criança (colado na sua mesa, por exemplo).
Mais adiante, será preferível que o aluno vá procurá-lo entre vários nomes.
Entre as atividades propostas, pode-se pedir que o aluno escreva ou confeccione o próprio nome, complete-o, recomponha-o a partir de alfabeto móvel etc.

Objetivos:

★Identificar o próprio nome e os nomes dos colegas Identificar as letras que formam o próprio nome
Faixa etária:4 a 5 anos

Cantando e aprendendo o nome

Materiais:

★Aparelho de som

★ CD de cantigas de roda

★ Crachás com nomes das crianças


1. Sente-se com as crianças no chão, em círculo. Os crachás com os nomes deverão ser mostrados a todos, que repetirão o nome dos amigos.

2. Prossiga a atividade cantando ou tocando a música folclórica Eu Fui no Itororó. Mostre o crachá de um aluno para que todos leiam o nome do companheiro.

3. Vá trocando os nomes das crianças que entram no centro da roda, até que o nome de todos seja lido.
Veja o exemplo:

Eu fui no Itororó
Beber água e não achei
Encontrei bela morena
Que no Itororó deixei
Aproveita minha gente
Que uma noite não é nada
Se não dormir agora
Dormirá de madrugada
Ó dona Maria
Ó Mariazinha
Entrará na roda
E ficará sozinha
Sozinha eu não fico
Nem hei de ficar
Porque tenho a Mariana (nome de uma criança da classe)
Que será meu par



4. Ao final, distribua a letra da música e peça aos alunos que circulem letras que apareçam em seu nome ou palavras que comecem com a mesma letra do nome de cada um.

Dica esperta!

A mesma atividade pode ser feita com a música A canoa virou.
A canoa virou Pois deixaram ela virar Foi por causa de _______ (nome da criança) Que não soube remar. Siriri pra cá, siriri pra lá _______é jovem e não quis casar.






Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios