BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quinta-feira, abril 26, 2012

Textos instrucionais> Receita de felicidade> Mães> 26/04/12

Gênero literário
Textos instrucionais para...

Desenvolver competências e habilidades em leitura de textos instrucionais, identificando características básicas da instrução:introdução, listagem de materiais, ingredientes, palavras que pertençam ao mesmo campo semântico, palavras/expressões que assinalam a seqüência temporal dos procedimentos.

Aula
Leitura de textos instrucionais

Autor: Livia Fagundes Neves
O que o aluno poderá aprender com esta aula
O aluno entrará em contato com textos instrucionais (Regras de brincadeiras), conhecendo sua utilidade nas práticas sociais, bem como produzindo um texto desse tipo.
Duração das atividades
Aproximadamente 3 aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
É necessário estar alfabetizado e inserido no processo de letramento.
Estratégias e recursos da aula
Momento 1
Propor a seguinte brincadeira intitulada:MAESTRO.
O professor convidará aos alunos para participar dessa brincadeira, informando que primeiramente é necessário saber como se brinca, conhecendo as regras da brincadeira.
Explicar, então, que nessa brincadeira será escolhido um aluno para ser o maestro (um regente) e outro que sairá da sala e terá que adivinhar quem é o maestro.
O maestro fará movimentos como (bater palmas, cantarolar, assoviar, etc) que serão imitados pelos outros alunos, enquanto o aluno que saiu da sala observará a todos para descobrir de onde os movimentos estão se originando.
Realizar a atividade diversas vezes, substituindo o maestro e o observador para que toda a sala apreenda bem como a brincadeira acontece.
Em seguida, apontar oralmente, com o auxílio dos alunos as regras da brincadeira, que podem ser as seguintes:
- O aluno que irá descobrir quem é o maestro, não pode estar na sala.
- O aluno que deverá descobrir quem é o maestro tem que observar a turma até concluir quem é o líder, caso contrário ele sai da brincadeira.
- Os outros colegas da sala tem que imitar o maestro.
- Quando descoberto o maestro, ele sairá da sala e será o próximo a descobrir o outro maestro.
- O maestro não pode se pronunciar, mostrando claramente ao observador sua identidade.
- Os colegas da turma não podem apontar o maestro e nem olhar para ele de forma ostensiva.
A medida que os alunos forem falando, registrar no quadro as regras do jogo.
Momento 2
Os alunos deverão copiar no caderno as regras da brincadeira que foram produzidas coletivamente.
Os alunos poderão, também, ilustrar a brincadeira no caderno.
Neste momento, explicar que foi produzido um texto com o objetivo de instruir as pessoas, ou seja, com o intuito de mostrar para alguém como se faz algo.
Sendo aquele conjunto de regras então um texto instrucional.
Momento 3
Apresentar as regras dd jogo intitulado "batata quente", descrito abaixo, para os alunos colarem no caderno.

undefined
Ler o texto em voz alta e destacar que as regras não estão completas. Assim, conversar com os alunos perguntando se eles conhecem essa brincadeira, se já brincaram e discutir quais regras estão faltando. As possíveis respostas são:
- quando a música parar, aquele que estiver com a batata na mão sai;
- se alguém tentar passar a batata depois que a música parar, será eliminado;
- o jogo termina quando sobrar apenas um jogador, etc.
Discutir, ainda, para que serve aquele texto, a quem ele é dirigido (as pessoas que querem saber como se faz algo) e como ele é organizado (em partes numeradas ou uma abaixo da outra).
Enfatizar que aquele texto descreve ações que se deve seguir para que a brincadeira aconteça de forma correta.
Complementar a discussão dizendo aos alunos que existem outros textos, além das regras de jogos e brincadeiras, que também tem o objetivo de instruir. Perguntar se eles conhecem algum e dar exemplos como: a bula de remédio, manual de intruções de aparelhos eletrônicos, receitas, dentre outros.
Momento 4
Completar coletivamente as regras da batata quente no caderno, brincando em seguida.
Momento 5
Elencar várias brincadeiras que os alunos já conhecem, anotando no quadro alguns nomes, e relembrando oralmente como se brinca daquela brincadeira.
Exemplos
Telefone sem fio
Tudo que seu mestre mandar
Amarelinha
Pique pega etc...
Após a seleção de algumas brincadeiras, dividir a sala em grupos com três ou quatro alunos e pedir que, em uma folha ofício, eles escrevam as regras de uma brincadeira relembrada naquela aula.
Momento 6
Apresentação à turma das regras descritas por cada grupo tecendo comentários sobre elas.
Uma outra sugestão é o sorteio de uma brincadeira que foi redigida para ser analisada e, posteriormente, exercitada para certificar a validade de suas regras.
Avaliação
O professor deverá avaliar se o aluno compreendeu o funcionamento desse tipo de texto instrucional, através da leitura e da elaboração de regras de brincadeiras.
Avaliará também se os alunos foram capazes de seguir as regras no momento da prática das brincadeiras.

 
  Receita para a mamãe ou papai

Escrita criativa: desenvolver a capacidade de escrita de uma forma lúdica; aprofundamento e domínio do genero textual.
Escrever de forma lúdica é abrir uma janela para dentro para se descobrir a si próprio em matéria de criatividade (Margarida Fonseca e Costa, 2007), é ultrapassar-se dizendo o que se quer dizer, de outra forma. Estas experiências de escrita permitem viver no imediato as possibilidades literárias dos textos que se escrevem (Luísa Costa Gomes, 2007).
O papel do professor é o de informar as crianças das regras deste “jogo” em que como afirma Cristina Norton “as palavras podem ser usadas como acessório” e as crianças acedem à leitura e à escrita despidas de preconceitos.
Após a atividade de compreensão de texto, a professora ao lançou aos alunos uma sugestão de trabalho desafiadora: a escrita de uma receita original - “Receita para ser feliz”. E o primeiro ingrediente indicado foi: “um pai e uma mãe que nos amam”,
Seguidamente, os alunos puderam dar asas à imaginação e escrever...

«Receita para ser feliz- 1
Ingredientes:
• 1pai e 1 mãe que nos amam
• 200 g de amor
• 150g de carinho
• 100 g de beijinhos
• 300 g de abraços
• 10 g de ternura
• 50g de alegria
• 70 g de emoção
• 900 g de amizade

Preparação:
Numa taça juntam-se um pai e uma mãe que nos amem, 200g de amor, 200g de amor, 150g de carinho,100 g de beijinhos,300g de abraços,10 g de ternura, 50g de alegria, 70 g de emoção e 900g de amizade. Vai ao forno durante toda a vida.»

«Receita para ser feliz-2
Ingredientes:
• 1pai e 1 mãe que nos amam
• 5 colheres de amor
• 7 copos de carinho
• 2 copos de de beijos
• 100% de amizade
• 4 colheres de paciência
• 5 taças de paz
• 8 copos de sinceridade

Preparação:
Encontrar um pai e uma mãe que nos amem, misturar com 7 copos de carinho e bater com uma colher de pau.
Passado um bocado, voltar a misturar 5 colheres de amor e 2 copos de beijos.
Noutra taça, bater os 100% de amizade até se segurarem à taça.
Quando os 100% de amizade estiverem prontos, misturar com 4 colheres de paciência até formar uma massa castanha.
Misturar tudo e, para o bolo ficar doce, adicionar 5 taças de paz.
Por fim, pôr 8 copos de sinceridade para o bolo crescer.
Colocar o bolo no forno durante cerca de 45 minutos.
Bom apetite!»

A língua escrita é um produto sócio-cultural e o seu uso dá origem a uma enorme variedade discursiva.
O desenvolvimento de competências de escrita exige um forte domínio da consciência metalinguística, o que pressupõe modelos de ensinar com alguma complexidade e actividades diversas tendentes à apropriação dos conhecimentos necessários para evoluir dentro de cada género discursivo sobre que se trabalha.
Assim, as sequências didácticas devem prever situações interactivas muito diversas desde a oralidade, à leitura e à escrita inter-relacionada (Camps, 2003).
Foi o que aconteceu com estes alunos que a partir de um texto “real” e de um “jogo criativo” se apropriaram de processos de escrita específicos do texto instrucional.
O respeito pela estrutura do género textual nas suas criações mostra que houve um bom aprofundamento das características discursivo-linguísticas do texto produzido.
E, se ler e comprender permite melhor escrita, podemos também afirmar que “quem tenha a experiência de escrita sabe ler de outra maneira” (Luisa Costa Gomes, 2007).
 


Link para essa postagem


5 comentários:

  1. Gostaria de saber como posso caracterizar meus alunos com textos instrucionais, é para o dia 7 de setembro.

    ResponderExcluir
  2. Como caracterizar? Alunos de que ano escolar? Pesquise nas dicas pedagógicas e na metodologia,anonimo.

    ResponderExcluir
  3. oi krika, sao alunos de 6ª serie, e que o tema geral e: uma viagem fascinante pelo mundo da literatura, e o meu pilotao ficou com textos instrucionais. Dai eu gostaria de saber se vc poderia me ajudar em como representar esse tema no dia do desfile, vou mandar fazer um colete de tnt, mas gostaria de mandar pintar alguma coisa uma frase sei lá e eles segurando algo,tipo... uma escrita mostrando manuais, receitas... q vc acha?

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Complicado sugerir algo para alguém sem identidade...vamos lá....Que tal colocar os alunos com aventais,segurando utensílios culinários. Cada uma terá no avental uma parte de uma receita,eles ficariam de maõs dadas formando uma receita.Ou pode-se colocar a receita ou várias em cartazes...Pensei em ilustrações( corações,flores,etc,caso a receita seja esta da felicidade)....Chapéu de mestr ecuca...Enfim....

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios