BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, novembro 30, 2012

Velhinho entalado na chaminé>Estímulos literários> 30/11/12






Todo mundo sabe que, na noite de Natal, Papai Noel entra pela chaminé para entregar nossos presentes. Mas nosso país não é muito frio e as casas não precisam de lareira e por isso também não têm chaminé. Assim, como Papai Noel ia fazer pra entregar os presentes da Camila de Jorginho? Foi isso o que o menino pensou e foi pedir a ajuda do Vovô.

Camila se deu conta de um problema grave: como Papai Noel ia poder entrar na sua casa, se não havia chaminé? Enquanto o pai e a mãe da garota ao serem interrogados davam respostas evasivas, sem em momento algum desviar os olhos da novela a que assistiam na televisão, coube ao Vovô, o único que dava a atenção devida às excentricidades da menina, ajudar Camila a resolver esse dilema.
Construir uma verdadeira chaminé seria impossível, pois o Natal já estava muito próximo, mas por que não confeccionar uma chaminé de papelão que saísse pela janela da sala? Dito e feito. No meio da noite, porém, enquanto sonhava com seus presentes, a menina teve um sobressalto: com uma sacola tão larga, Papai Noel com certeza vai ficar entalado na chaminé! De fato, quando a garota correu para a sala, lá estava o bom velhinho todo envolvido em papelão.
Enquanto o ajudava a se livrar dos pedaços de sua chaminé, Camila se dava conta do quanto o sorriso de Papai Noel se parecia com o do seu avô...
COMENTÁRIOS SOBRE A OBRA
Muito embora o Natal tenha se tornado sinônimo de boom comercial e de uma avalanche de publicidade, é inegável que ele continua sendo um momento especial na vida das crianças, capaz de instaurar uma ruptura prazerosa no cotidiano. Nessa obra, ao mesmo tempo que promove um encontro entre uma pequena garota e a figura emblemática de Papai Noel, Pedro Bandeira descreve o relacionamento íntimo e cúmplice da menina com seu avô: é como se as crianças e os idosos se reconhecessem, já que ambos são figuras de algum modo à margem do mundo dos adultos.
Áreas envolvidas: Língua Portuguesa
Temas transversais: Pluralidade Cultural
Público-alvo: 1o ao 3o ano do Ensino Fundamental
PROPOSTAS DE ATIVIDADES
Antes da leitura:
1. Mostre aos alunos a capa do livro e observe se eles percebem que os eventos narrados acontecem na época do Natal. Pergunte como eles costumam comemorar essa data com suas famílias. Seus pais dão importância a ela?
2. Com base no título do livro, estimule a turma a traçar hipóteses a respeito do enredo.
3. Proponha que procurem se lembrar das histórias de Natal que conhecem – podem ser histórias contadas por suas famílias, lidas em livros, enredos de filmes, de desenhos animados, em quadrinhos e programas de televisão... Quais as mais marcantes para eles? O que há de comum entre elas?
4. Leia para a classe a apresentação do autor. A seguir, proponha uma conversa: quais das crianças acreditam em fadas? E em Papai Noel? Será que, como diz o autor, esses seres não existem em carne e osso, mas são reais na nossa imaginação?
5. Vovô e Camila, os personagens principais dessa história, aparecem também em outro livro de Pedro Bandeira: A menor fazedora de mágicas do mundo. Conte isso aos alunos e estimule-os a entrar em contato com essa outra obra do autor.
Durante a leitura:
1. Instigue os alunos a verificar se as hipóteses que haviam criado a respeito do desenrolar da narrativa se confirmam ou não.
2. Proponha que prestem atenção em como a relação que a menina Camila estabelece com seus pais é muito diferente da que tem com seu avô.
3. Diga às crianças que procurem perceber se as comemorações de Natal na família de Camila se parecem ou não com as que acontecem em suas casas.
4. Peça à classe que atente para as ilustrações de Marco Aragão, procurando notar a relação que existe entre o texto e as imagens.
Depois da leitura:
1. Solicite aos alunos que realizem uma pesquisa a respeito da figura do Papai Noel. Como ele surgiu? Quais são seus muitos nomes? Quando adquiriu a sua emblemática roupa vermelha e branca? De onde surgiu a tradição segundo a qual Papai Noel entra nas casas pela chaminé? Sugira que pesquisem detalhadamente a história de São Nicolau, o santo que deu origem a esse famoso personagem.
2. Uma das mais famosas histórias de Natal já escritas é a Canção de Natal, de Charles Dickens, que narra como o avarento e ranzinza Ebenezer Scrooge transformou sua vida depois de entrar em contato com três Espíritos do Natal. Leia o conto em voz alta para a turma – como é um texto longo, e um tanto complexo para as crianças, pode ser uma boa ideia ler um pequeno trecho a cada aula, e em seguida comentá-lo com a classe. Indicamos a tradução de Heloisa Jahn, publicada pela Cia. das Letras.
3. Seus alunos certamente gostarão de saber que o protagonista de Canção de Natal serviu de modelo para que Walt Disney criasse um de seus mais famosos personagens, o Tio Patinhas – em inglês, Uncle Scrooge. Proponha que as crianças pesquisem e leiam histórias em quadrinhos em que o pato avarento de Walt Disney apareça, e o comparem ao protagonista do conto original. Em seguida, assista com elas à animação que os estúdios Disney criaram a partir do conto de Dickens, intitulada O conto de Natal do Mickey, e que conta com o Tio Patinhas no papel principal. Distribuidora: Buenavista.
4. A noite de Natal serviu de pano de fundo para que Tchaikovsky criasse um de seus mais famosos balés: O quebra-nozes. Se possível, assista com as crianças a um trecho de uma apresentação do balé disponível em DVD: há uma montagem do famoso Ballet Kirov, distribuída pela Universal, e outra do Royal Ballet de Londres, distribuída pela Movieplay, ambas com o título da obra em inglês, The nutcracker. Outra alternativa é procurar cenas do balé no Youtube: existem várias disponíveis.
5. Boas festas, uma das mais famosas canções de Assis Valente, compositor entre os mais originais da música brasileira, usa a imagem da espera por Papai Noel como metáfora para o anseio inútil por uma felicidade que nunca chega. Ouça a música com a classe, entregando-lhes uma cópia da letra (disponível no link http://letras.terra.com.br/assis-valente/221595/ ) para que possam acompanhar a canção. Em seguida, discuta um pouco a respeito do sentido da letra com seus alunos – e veja se eles percebem como a melodia, aparentemente alegre, evoca uma tristeza latente.
6. Além de um livro sobre o Natal, Velhinho entalado na chaminé é, também, a história da relação de uma menina com seu avô.
Proponha que cada um dos alunos grave uma entrevista com um de seus avós, ou com alguém de sua família que tenha convivido com eles, pedindo que conte uma ou mais histórias de sua vida, de preferência situações que envolvam a noite de Natal. Em primeiro lugar, ajude-os a preparar uma lista de perguntas; em seguida, sugira que eles testem a mídia que utilizarão para registrar a conversa, verificando se a gravação é inteligível. Uma vez realizadas as entrevistas, peça que transcrevam a conversa por escrito, procurando preservar ao máximo o modo de falar do entrevistado – podem ser incluídas rubricas indicando o seu comportamento, tais como: ri, tosse, bebe um copo de água etc.
7. Por fim, proponha que eles transformem suas entrevistas em uma narrativa. Diga a eles que não necessariamente precisam se ater à história real, podendo incluir elementos ficcionais, se desejarem.


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios