BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, fevereiro 10, 2013

Vai já pra dentro menino > Estímulos poéticos > Produção de texto poético > 10/02/13


Vai já pra dentro menino!
Pedro Bandeira
Vai já pra dentro estudar!
É sempre essa lengalenga
Quando o que eu quero é brincar...
Eu sei que aprendo nos livros,
Eu sei que aprendo no estudo,
Mas o mundo é variado
E eu preciso saber tudo!
Há tempo pra conhecer,
Há tempo pra explorar!
Basta os olhos abrir,
E com o ouvido escutar.
Aprende-se o tempo todo,
Dentro, fora, pelo avesso,
Começando pelo fim
Terminando no começo!
Se eu me fecho lá em casa,
Numa tarde de calor,
Como eu vou ver uma abelha
A catar pólen na flor?
Como eu vou saber da chuva
Se eu nunca me molhar?
Como eu vou sentir o sol,
e eu nunca me queimar?
Como eu vou saber da terra,
Se eu nunca me sujar?
Como eu vou saber das gentes,
Sem aprender a gostar?
Quero ver com os meus olhos,
Quero a vida até o fundo,
Quero ter barros nos pés,
Eu quero aprender o mundo!

Produzindo um texto poético
 a partir de um texto
Observar a estrutura e as características de um texto poético.
Produzir, em duplas, um texto poético com base em outro.
Realizar a apresentação das poesias produzidas na "Roda da Poesia".
Duração das atividades
3 aulas de 50 minutos (aproximadamente)
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Conhecimento do gênero textual poesia e suas características.
Estratégias e recursos da aula
1. Conversar: Todo mundo tem vizinho.
 Pode ser o vizinho do lado de casa, de apartamento, o vizinho do lado de carteira na escola, o vizinho do lado da fila... Então, temos vizinhos o tempo todo.
2. Entregar o poema a seguir.
O vizinho do lado
Não suporto o meu vizinho!
Imagine que o danado,
Com a cara mais lavada,
Passa pela minha frente
Como se eu não fosse nada.
Não suporto o meu vizinho!
Roda pelo bairro todo,
Sem prestar nem atenção,
E se esquece que uma vez
Lhe emprestei o meu pião.
Não suporto meu vizinho!
É um moleque egoísta,
Pedalando assim a esmo,
Não quer saber dos outros,
Pois só pensa em si mesmo.
Não suporto o meu vizinho!
Se eu pudesse, agora mesmo
Me mudava da cidade,
Ou melhor: mudava ele
Pra bem longe, na verdade.
Não suporto o meu vizinho!
Ele tem cara de bolo,
De embrulho sem barbante,
De bocó e de pateta!
Ah!, moleque feio e tolo!
Pensa que é muito importante
Só porque tem bicicleta.
Não suporto o meu vizinho!
Eu só vou mudar de ideia
De uma forma bem completa,
Se o danado do vizinho
Me emprestar a bicicleta...
Pedro Bandeira
3. Após a leitura silenciosa, realizada pelos alunos e a leitura oral pelo professor, propor as seguintes atividades.
Oralmente:
a) Como se chamam textos como esse?
b) Como é "o vizinho do lado" de que o texto fala?
Por escrito:
O texto que você leu é um poema/poesia.
a) Quantas estrofes há no poema "O vizinho do lado"?
* Um conjunto de versos recebe o nome de estrofe.
b) Escolha duas estrofes do poema, copie-as no seu caderno e diga qual é o número de versos de cada um.
* Verso é cada uma das linhas de um poema.
c) Na estrofe abaixo, quais são as palavras que rimam?
"Imagine que o danado,
Com a cara mais lavada,
Passa pela minha frente
Como se eu não fosse nada."
d) Há várias rimas no poema que você leu.
Observe as duas listas de palavras abaixo e forme pares com as palavras que rimam:
Lista 1 Lista 2
lavada biblioteca
pateta mesmo
esmo bicicleta
cidade pião
barbante nada
atenção tolo
peteca importante
bolo verdade
* Rima é a repetição de sons iguais ou parecidos, em uma ou mais sílabas.
4. A "voz" que fala no poema que você leu diz que não suporta o vizinho.
Que tal fazer o contrário, ou seja, escrever um poema dizendo que adora alguém?
Pode ser um vizinho, um parente, um colega de sala... É só seguir o roteiro abaixo.
Professor: realizar a atividade em duplas.
Antes de fazer:
* brinca com você?
* lhe empresta coisas?
* ensina a você muitas coisas? (cite algumas)
* respeita seu jeito de ser?
Como fazer:
Escreva uma estrofe para cada ação que você listou. Antes, faça um rascunho, criando rimas em cada estrofe.
Antes de passar a limpo, observe se:
* dividiu o poema em estrofes;
* apresentou, em cada estrofe, uma qualidade da pessoa homenageada;
* utilizou palavras que rimam em cada estrofe.
Finalizando:
Passe seu poema a limpo, fazendo as modificações necessárias.
Se quiser, poderá ilustrá-lo.
Capriche, pois ele será apresentado na "Roda da Poesia".
5. Após a realização das atividades propostas, o professor deverá orientar os alunos para a apresentação das poesias produzidas.
6. Poderá ser improvisado um palco para as apresentações, caso a escola não possua um local apropriado para tal atividade.
Recursos Complementares
Outras poesias de Pedro Bandeira:
versosdecrianca.blogspot.com /.../vai-j-pra-dentro-menino-pedro-bandeira.html  -
versosdecrianca.blogspot.com/.../quem-sou-eu-pedro-bandeira.html -
Avaliação
Ao final das atividades o professor irá avaliar se os alunos:
- observaram a estrutura e as características de um texto poético;
- produziram, em duplas, um texto poético com base em outro;
- realizaram a apresentação das poesias produzidas na "Roda da Poesia".






Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios