BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sábado, março 05, 2011

PÁSCOA - 05/03/11

PÁSCOA
Leitura Informativa

A Páscoa (do hebraico Pessach, significando passagem através do grego Πάσχα) é um evento religioso cristão, normalmente considerado pelas igrejas ligadas a esta corrente religiosa como a maior e a mais importante festa da Cristandade. Na Páscoa os cristãos celebram a Ressurreição de Jesus Cristo depois da sua morte por crucificação (ver Sexta-Feira Santa) que teria ocorrido nesta época do ano em 30 ou 33 da Era Comum. O termo pode referir-se também ao período do ano canônico que dura cerca de dois meses, desde o domingo de Páscoa até ao Pentecostes.
Os eventos da Páscoa teriam ocorrido durante o Pessach, data em que os judeus comemoram a libertação e fuga de seu povo escravizado no Egito.
A palavra Páscoa advém, exatamente do nome em hebraico da festa judaica à qual a Páscoa cristã está intimamente ligada, não só pelo sentido simbólico de “passagem”, comum às celebrações pagãs (passagem do inverno para a primavera) e judaicas (da escravatura no Egito para a liberdade na Terra prometida), mas também pela posição da Páscoa no calendário, segundo os cálculos que se indicam a seguir.
A Páscoa cristã celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição. É o dia santo mais importante da religião cristã. Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica, que é uma das mais importantes festas do calendário judaico, celebrada por 8 dias e onde é comemorado o êxodo dos israelitas do Egito, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.
A última ceia partilhada por Jesus Cristo e seus discípulos é narrada nos Evangelhos e é considerada, geralmente, um “sêder do pesach” – a refeição ritual que acompanha a festividade judaica, se nos ativermos à cronologia proposta pelos Evangelhos sinópticos. O Evangelho de João propõe uma cronologia distinta, ao situar a morte de Cristo por altura da hecatombe dos cordeiros do Pessach. Assim, a última ceia teria ocorrido um pouco antes desta mesma festividade.
No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.
A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes. De fato, para entender o significado da Páscoa cristã atual, é necessário voltar para a Idade Média e lembrar os antigos povos pagãos europeus que, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Esther – em inglês, Easter quer dizer Páscoa. Ostera (ou Ostara) é a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Deméter. Na mitologia romana, é Ceres. [1]
Os termos "Easter" (Ishtar) e "Ostern" (em inglês e alemão, respectivamente) parecem não ter qualquer relação etimológica com o Pessach (Páscoa). As hipóteses mais aceitas relacionam os termos com Eostremonat, nome de um antigo mês germânico, ou de Eostre, uma deusa germânica relacionada com a primavera que era homenageada todos os anos, no mês de Eostremonat, de acordo com o Venerável Beda, historiador inglês do século VII.

A palavra Páscoa em várias línguas
Alemão - Ostern
Árabe - عيد الفصح (ʿĪdu l-Fiṣḥ)
Basco - Bazko
Búlgaro Великден ('Velikden)
Catalão - Pasqua
Espanhol - Pascua
Esperanto - Pasko
Finlandês - Pääsiäinen
Francês - Pâques
Friulano - Pasche
Georgiano - აღდგომა (Aghdgoma)
Grego - Πάσχα (Páscha)
Húngaro - Húsvét
Inglês - Easter
Irlandês - Cáisg
Islandês - Paska
italiano - Pasqua
Japonês - イースター (Īsutā)
Latim - Pascha ou Festa Paschalia
Letão - Lieldienas
Neerlandês - Pasen
Norueguês - Påske
Polonês - Wielkanoc
Português - Páscoa
Romeno - Paşti
Russo - Пасха (Paskha)
Sueco - Påsk
Turco - Paskalya
Ucraniano - Великдень (Velykden')
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1scoa#A_palavra_P.C3.A1scoa_em_v.C3.A1rias_l.C3.ADnguas

Qual é a semelhança entre um coelho e Jesus Cristo?

Os dois são símbolos da Páscoa!

Parece uma mistura bem estranha, né? Se você for dar uma espiada na Bíblia, vai notar rapidinho que não tem coelho nenhum na história. Ovo de chocolate, então, nem se fala! Mas, então como é que a festa pela celebração da ressurreição de Cristo (é esse o significado da Páscoa para quem é cristão) acabou se misturando com coelhos e ovos? Bom, tudo começou há muito, mas muito tempo mesmo, numa época em que Jesus ainda não estava nem pensando em nascer... com a Deusa da Primavera!
Há centenas de anos, as pessoas que moravam na Europa acreditavam em vários deuses e deusas, e estavam sempre organizando festas pagãs, para homenageá-los, na primavera,eles homenageavam a deusa Ostara.Na mesma época do ano, em um lugar um pouco distante,acontecia outra grande festa do povo judeu, que acreditava em um único deus. Enquanto os europeus cantavam e dançavam dando boas-vindas à primavera, os judeus celebravam a Pessach, uma festa que comemora a fuga de seu povo do Egito, onde eles eram escravos, principalmente nas terras que viriam a formar Israel.
E a Páscoa nasceu de uma coincidência:
Nascido em Israel, Jesus Cristo era judeu e também comemorava a Pessach. Acontece que, justamente durante estas comemorações ele foi preso, crucificado e depois (como acreditam os cristãos) ressuscitou. Para os judeus que mudaram de religião e passaram a acreditar em Jesus Cristo, a Pessach passou a ter outro significado: a data não deixava ninguém esquecer o sacrifício e o renascimento de Jesus. Para os cristãos, a celebração então passou a se chamar... Páscoa!
Mas o que o coelho tem a ver com tudo isso?
Depois da morte de Jesus Cristo, surgiu uma religião chamada cristianismo. E logo, logo, o cristianismo começou a botar as manguinhas de fora e a se espalhar pelo mundo. Um belo dia, ele chegou à Europa e lá, deu de cara com...os rituais pagãos, aqueles do comecinho da nossa história! E, conversa vai, conversa vem, os cristãos acabaram convencendo os pagãos da Europa de que adorar deuses e deusas da natureza não estava com nada. E começaram a transmitir aos pagãos a história e os ensinamentos de Jesus Cristo, aquele judeu especial que havia morrido crucificado pra salvar a humanidade de seus pecados. Pouco a pouco, o cristianismo acabou se tornando a religião de todo a Europa, e os rituais pagãos foram sumindo. Ou melhor, se transformando....
Esse processo de transição do paganismo para o cristianismo não aconteceu assim da noite para o dia: foi um processo demorado, que durou, literalmente, séculos! E, ao longo desses séculos, muitos aspectos das duas religiões acabaram se misturando. Lembra do ritual de primavera em homenagem à deusa Ostara? Pois não é que ele acontecia bem na mesma época da Páscoa? E aí, quando os ex-pagãos viraram cristãos, eles deixaram de comemorar a primavera para comemorar a Páscoa, mas levaram para dentro do cristianismo algums símbolos que eles usavam em seus rituais, como por exemplo, o nosso amigo, o coelho!O coelho era um símbolo superimportante nas comemorações pagãs de primavera. Ele representava a fertilidade que é a estação do ano em que a natureza resnasce depois dos rigores do inverno. (Não se esqueçam que estamos falando da Europa,as estações do ano lá são diferentes do Brasil...) e também era mais conhecido como o coelho de Ostara, a Deusa da Primavera. Quando se tornou um símbolo da Páscoa, o coelho passou a representar a "fertilidade" da Igreja Católica e sua capacidade de "reproduzir" os fiéis e espalhar sua fé pelo mundo.

QUEM NASCEU PRIMEIRO: O OVO OU A PÁSCOA?

O ovo chegou bem primeiro, fazia parte dos rituais pagãos de celebração da primavera. Assim como os coelhinhos, os ovos também simbolizavam o renascimento da natureza depois de um longo inverno.
Quando a festa dos pagãos e deusa Ostara saíram de cena, o cristianismo mexeu um pouquinho no simbolismo do ovo: a idéia de renascimento ficou, mas no lugar de "primavera", entrou "Jesus ", e o ovo passou a representar a ressurreição de Cristo.O cordeiro é o símbolo mais antigo da Páscoa. Com a chegada do cristianismo, os cordeiros passaram a simbolizar o sacrifício que Jesus fez pelos homens, se deixando crucificar. Como ele morreu pregado em uma cruz, ela também passou a representar seu sacrifício. Por isso, além de símbolo da Páscoa, a cruz é o principal símbolo da religião cristã.
Nesta Páscoa...
Desejo que sua vida
seja como um bombom
sempre recheada de coisas boas
Que o seu TALENTO
traga muito
DIAMANTE NEGRO
e OURO BRANCO,
além de muito
PRESTÍGIO
em sua vida,
e que tudo isto cause a
SENSAÇÃO
de estar em um
MUNDY
de alegriasvivendo um
SONHO DE VALSA
embalado por uma
SERENATA de AMOR
para que todos nós,
a todo momento
possamos gritar:
BIS...
BIS...
BIS...

VIVER A PÁSCOA...
É ser capaz de mudar,
É partilhar a vida na esperança,
É lutar para vencer toda sorte de sofrimento,
É dizer sim ao amor e à vida,É investir na fraternidade,
É lutar por um mundo melhor,
É ajudar mais gente a ser gente,
É viver em constante libertação,
É crer na vida que vence a morte."
Desejo a você uma excelente PÁSCOA.
Que além de muitos ovos de chocolate,
VOCÊ possa também renascer e renovar!"
PÁSCOA
É renovação da VIDA e com ela a esperança de um mundo melhor,
repleto de PEQUENAS TERNURAS...


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios