BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sábado, julho 02, 2011

O Curupira e mais folclore - 02/07/11

Aprendendo com o Curupira
Autor :Amanda Barros Teixeira
Co-autor: Andréa Vassallo Fagundes
Estrutura Curricular
Língua Portuguesa: Alfabetização
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula:
Desenvolver habilidades de escrita, valorizar as manifestações populares e compreender significados presentes no folclore brasileiro.
Desenvolver atitude de conscientização, colaboração e respeito à natureza.
O aluno também terá a oportunidade de desenvolver a criatividade e a fantasia.
Duração das atividades: 2 aulas de aproximadamente 45 minutos
 Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Resgatar o conhecimento que o aluno tem sobre o folclore e seus personagens.
 Estratégias e recursos da aula
Perguntar às crianças se conhecem o Curupira, quem ele é, o que ele faz, onde mora, quais as suas características físicas.
Após ouvir as diversas versões, o professor explicará, de forma breve, que o Curupira faz parte do folclore brasileiro e que tem a função de proteger as árvores, plantas e animais das florestas.
Momento 2
A professora deverá providenciar um aparelho de CD na sala e colocar para as crianças ouvirem “Curupira, o guardião das matas”
Este recurso está disponível no banco internacional de objetos educacionais no seguinte endereço: http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/9495
Uma outra opção é apresentar para os alunos o vídeo: "O Curupira" disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=r2uvjgbcMtY
Caso prefira, pode ser apresentada a imagem do Curupira com incentivação.
Momento 3
A professora fará perguntas a respeito do que ouviram e as crianças responderão oralmente.
Nesse momento, a professora terá a oportunidade de analisar a compreensão das crianças e explicará quem realmente é o Curupira, tirando possíveis dúvidas a respeito do personagem.
O Curupira é um ser fantástico que, segundo a crença popular, habita em florestas.
Sua função é de proteger as plantas e os animais, além de punir quem os agrede.
O Curupira é descrito como um menino de estatura baixa, cabelos cor de fogo, olhos e dentes verdes e pés com calcanhares para frente.
Suas pegadas confundem os caçadores, levando-os para o lugar oposto em que se encontra o Curupira.
Além disso, dizem que o Curupira gosta de sentar nas sombras das mangueiras e se deliciar com os frutos, mas se ele sentir que está sendo vigiado ou ameaçado, logo começa a correr a uma velocidade tão grande que os olhos humanos não conseguem acompanhar.
 Para proteger os animais, o Curupira usa mil artimanhas, procurando sempre iludir e confundir os caçadores, utilizando gritos, assobios e gemidos, fazen do com que pensem que estão atrás de um animal.
O caçador que tenta ir atrás do Curupira, acaba se perdendo na floresta.
Após esse momento a professora tirará possíveis dúvidas a respeito do personagem.
Momento 4
A professora pedirá aos alunos que registrem no caderno ou em uma folha a parte o que aprenderam com o Curupira.
Esse registro pode ser fe ito em forma de tópicos ou através de um texto dissertativo.
O importante é observar se os alunos compreenderam como é o personagem e captaram a ideia de preservação da natureza e dos animais.
Ao final do registro, as crianças poderão fazer um desenho da história que ouviram, ressaltando a natureza e ilustrando-a.
Avaliação
Identificar o avanço em relação ao código escrito do aluno, baseado na sua produção de texto.
Avaliar as dificuldades de cada aluno em relação à escrita: ortografia e pontuaçâo.
Analisar a capacidade de concentração da turma enquanto ouvem a história "Curupira, o guardião das matas"
Explorar o imaginário de cada criança através da produção do desenho.
Fonte: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=7690

PRESERVANDO A NATUREZA:
“É SÓ ASSOBIAR E O CURUPIRA APARECE PARA AJUDAR!”

Autor : Fátima Rezende Naves Dias
Co-autor(es): Gláucia Costa Abdala Diniz; Marta Regina Alves Pereira; Liliane dos Guimarães Alvim Nunes; Lucianna Ribeiro de Lima.
Estrutura Curricular
 Ética : Respeito mútuo
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula:
1. Aprender a respeitar a natureza e a vida no planeta.
2. Reconhecer na lenda do Curupira o potencial educativo na arte de preservar a natureza.
3. Desenvolver atitudes éticas respeitosas para com o ambiente escolar.
Duração das atividades: Duas ou mais aulas de 50 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Não serão necessários conhecimentos prévios.
Estratégias e recursos da aula
Comentários para o professor: Professor, os textos abaixo, retirados de sítios da internet, são de caráter informativo para a aula proposta.
 É importante situar para os alunos a lenda do Curupira no folclore brasileiro e, se achar necessário, fazer a diferenciação entre mitos e lendas.
O que é Folclore
Podemos definir o folclore como um conjunto de mitos e lendas que as pessoas passam de geração para geração.
Muitos nascem da pura imaginação das pessoas, principalmente dos moradores das regiões do interior do Brasil.
Muitas destas histórias foram criadas para passar mensagens importantes ou apenas para assustar as pessoas.
O folclore pode ser dividido em lendas e mitos.
Muitos deles deram origem a festas populares, que ocorrem pelos quatro cantos do país.
As lendas são estórias contadas por pessoas e transmitidas oralmente através dos tempos. Misturam fatos reais e históricos com acontecimentos que são frutos da fantasia.
As lendas procuraram dar explicação a acontecimentos misteriosos ou sobrenaturais.
Os mitos são narrativas que possuem um forte componente simbólico.
Como os povos da antiguidade não conseguiam explicar os fenômenos da natureza, através de explicações científicas, criavam mitos com este objetivo: dar sentido às coisas do mundo.
Os mitos também serviam como uma forma de passar conhecimentos e alertar as pessoas sobre perigos ou defeitos e qualidades do ser humano.
Deuses, heróis e personagens sobrenaturais se misturam com fatos da realidade para dar sentido à vida e ao mundo.
Professor, caso queira aprofundar a reflexão sobre mitos e lendas, você poderá acessar o sítio http://pt.wikipedia.org/wiki/Lenda  
Momentos da aula:
1° Momento:
 O professor deverá iniciar a aula perguntando aos alunos se conhecem a lenda do Curupira ou Caipora, do folclore brasileiro.
Se conhecerem, então deverão dizer o que sabem. Após ouvir os alunos, convidá-los a assistir ao vídeo “É só assobiar e o Curupira aparece para ajudar!” acessando o sítio http://www.youtube.com/watch?v=P79diuxmfpk  




2º Momento:
Em seguida, o professor deverá abrir espaço para um debate sobre o que acharam do vídeo, o que aprenderam com a lenda do Curupira, que relações eles estabelecem entre a lenda e os problemas relativos à preservação da natureza, os cuidados para com o meio ambiente vividos por todos nós nos dias atuais e outras questões que emergirem do debate.
3º Momento:
Buscando inspiração no vídeo que todos acabaram de assistir, o professor deverá fazer a seguinte proposição aos alunos: “Será que como o Curupira, nós poderíamos desenvolver um trabalho de sensibilização junto a toda comunidade escolar, no sentido de preservamos o ambiente da escola? Poderíamos detectar os problemas e propormos ações educativas que visem conscientizar a todos sobre o que cada um e todos juntos podemos fazer para cuidar do espaço escolar.
O que pensam da proposta?
Vamos arregaçar as mangas e trabalhar?”
Para começar, os alunos deverão se organizar em grupos a fim de realizar uma pesquisa diagnóstica acerca dos problemas relativos à falta de cuidado para com o espaço escolar e as possíveis soluções apontadas pelos entrevistados.
Com prancheta e lápis na mão, os grupos se dividirão para entrevistar os alunos de outras salas de aula, a direção, a equipe pedagógica, os professores e demais servidores da escola, alé m dos pais que, espontaneamente, se dispuserem a contribuir com o processo de investigação.
Os alunos poderão fazer as seguintes sugestões de perguntas aos seus entrevistados: “Para você, existem problemas de falta de cuidado para com o espaço escolar?
Se sim, quais seriam esses problemas?
 O que você pode fazer para modificar essa situação?
 Em sua opinião, o que cabe à escola fazer para buscar a solução dos problemas?”
4º Momento:
Os alunos deverão socializar as respostas obtidas nas entrevistas e, juntamente com o professor, darão um tratamento especial aos dados coletados, construindo gráficos, tabelas, relatórios descritivos ou outras formas encontradas para dar visibilidade aos resultados da pesquisa realizada.
5º Momento:
O professor e os alunos deverão discutir formas criativas de apresentar a síntese da pesquisa para toda a comunidade escolar, podendo ser: uma peça teatral, sessões de vídeo (ver sugestões nos recursos complementares), oficinas de origami, teatro de fantoches...
Estes recursos visam à sensibilização, conscientização e compromisso de todos para a concretização das propostas de ações individuais, coletivas e da própria escola, apontadas como forma de resolução dos problemas.
Recursos Complementares
Professor, você encontrará um vídeo-animação muito bacana sobre “O Curupira”, acessando o sítio http://www.youtube.com/watch?v=r2uvjgbcMtY . Vale a pena conferir!!!
O sítio http://www.youtube.com/watch?v=PsGs3QCSiqI  narra a lenda do Curupira.
Acervo do Portal Encantado da TELEMAR.
Ao acessar o sítio http://www.terrabrasileira.net/folclore/regioes/3contos/curupira.html  além de um texto informativo sobre a lenda do Curupira, você encontrará um conto muito interessante de um índio caçador e o Curupira. Este recurso é precioso!
Avaliação
A avaliação deverá ser contínua, processual, diagnóstica.
Auto-avaliação dos alunos (oral): Participação individual e grupal nos momentos da aula propostos pelo professor.
Avaliação dos alunos pelo professor:
Envolvimento e participação dos alunos no debate do vídeo “É só assobiar e o Curupira aparece para ajudar!”.
Capacidade de estabelecer relações entre a lenda do Curupira e as questões relativas à natureza e ao meio ambiente.
Compromisso com a realização do trabalho de pesquisa, a organização dos dados coletados e com o processo de socialização dos resultados obtidos.
O professor deverá verificar se os alunos conseguiram reconhecer na lenda do Curupira o potencial educativo na arte de preservar a natureza e se eles se comprometeram a desenvolver atitudes éticas respeitosas para com o ambiente escolar.

Fonte: 
 
“O saci e o Curupira”
Autor : Thalita Carlos Moreno Tomé Peres
Co-autor: Rita de Cássia Roger Mariano
Estrutura Curricular
Natureza e sociedade
Organização dos grupos e seu modo de ser, viver e trabalhar
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula:
• Resgatar e valorizar a cultura brasileira;
• Conhecer personagens do folclore brasileiro (lendas, mitos e crenças);
• Explorar a imaginação;
• Ouvir leituras orais que favorecem a apreciação da riqueza da linguagem narrativa para recriar a realidade e a imaginação;
Duração das atividades: 1 aula
 Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Não há a necessidade de conhecimentos prévios
Estratégias e recursos da aula
1º Momento:
A professora mostrará imagens do Saci e do Curupira e despertará as crianças para o tema a partir das seguintes questões:
“Quem são esses personagens”?
“Eles fazem parte da cultura brasileira”?
Posteriormente, fará uma breve leitura de forma lúdica e contagiante (usar fantoches, bonecos, ou recursos áudios-visuais) dos textos abaixo:
Saci Pererê
A Lenda do Saci data do fim do século XVIII. Durante a escravidão, as amas-secas e os caboclo-velhos assustavam as crianças com os relatos das travessuras dele.
Seu nome no Brasil é origem Tupi Guarani.
Em muitas regiões do Brasil, o Saci é considerado um ser brincalhão enquanto que em outros lugares ele é visto como um ser maligno.
É uma criança, um negrinho de uma perna só que fuma um cachimbo e usa na cabeça uma carapuça vermelha que lhe dá poderes mágicos, como o de desaparecer e aparecer onde quiser. Existem 3 tipos de Sacis: O Pererê, que é pretinho, O Trique, moreno e brincalhão e o Saçurá, que tem olhos vermelhos.
Ele também se transforma numa ave chamada Matiaperê cujo assobio melancólico dificilmente se sabe de onde vem.
Ele adora fazer pequenas travessuras, como esconder brinquedos, soltar animais dos currais, derramarem sal nas cozinhas, fazer tranças nas crinas dos cavalos, etc.
Diz a crença popular que dentro de todo redemoinho de vento existe um Saci.
Ele não atravessa córregos nem riachos.
Alguém perseguido por ele deve jogar cordas com nós em sem caminho que ele vai parar para desatar os nós, deixando que a pessoa fuja.
Diz à lenda que, se alguém jogar dentro do redemoinho um rosário de mato bento ou uma peneira, pode capturá-lo, e se conseguir sua carapuça, será recompensado com a realização de um desejo.
Origem: Século XVIII em Portugal, depois Minas e São Paulo.
Fonte: Folclore Brasileiro Ilustrado: Lenda do Saci Pererê
Curupira ou Caipora
É um anão de Cabelos Vermelhos com Pelo e Dentes verdes.
Como protetor das Árvores e dos Animais, costuma punir o os agressores da Natureza e o caçador que mate por prazer.
 É muito poderoso e forte.
Seus pés voltados para trás serve para despistar os caçadores, deixando-os sempre a seguir rastros falsos.
Quem o vê, perde totalmente o rumo, e não sabe mais achar o caminho de volta.
É impossível capturá-lo.
Para atrair suas vítimas, ele, às vezes chama as pessoas com gritos que imitam a voz humana.
 É também chamado de Pai ou Mãe-do-Mato, Curupira e Caapora. Para os Índios Guaranis ele é o Demômio da Floresta.
Às vezes é visto montando um Porco do Mato.
Uma carta do Padre Anchieta datada de 1560, dizia: "Aqui há certos demônios, a que os índios chamam Curupira, que os atacam muitas vezes no mato, dando-lhes açoites e ferindo-os bastante". Os índios, para lhe agradar, deixavam nas clareiras, penas, esteiras e cobertores.
De acordo com a crença, ao entrar na mata, a pessoa deve levar um Rolo de Fumo para agradá-lo, no caso de cruzar com Ele.
Origem: Região Sudeste, datando da época do descobrimento.
Fonte: Folclore Brasileiro Ilustrado: A Lenda do Caipora
2ºMomento:
Conversar com os alunos sobre esses personagens, sobre a importância deles para a cultura brasileira e posteriormente realizar uma votação em sala, onde cada aluno escolherá seu personagem preferido e a partir dele confeccionará um desenho para registro;
3º Momento:
Jogo da Memória
Material
• 12 pratos descartáveis de papelão
• 6 imagens de personagens do folcl ore brasileiro (Sugestão: Saci-Pererê, Curupira, Boi-tatá, mula-sem-cabeça, Lobisomem e Negrinho do Pastoreio).
Cole as imagens dos personagens selecionados no fundo do prato, vire os mesmos com fundo para baixo e espalhe-os e comece a brincadeira!
Avaliação
Nesta atividade a professora avaliará o envolvimento, participação e criatividade das crianças no decorrer da atividade.
Clique aqui para ver um jogo com o curupira:
Clique aqui e veja dobradura e dedoche do curupira:
Clique aqui para ver no Mingau sobre o curupira:
CURUPIRA 
Olá!
Eu sou o Curupira, moro na Amazônia e sou um menino embora meu nome termine em A.
Não sou muito alto não, mas também não sou baixinho.
Sou ruivo por parte de mãe e por parte de pai. Eu acho, não sei bem.
Tenho os pés com calcanhares pra frente e quando eu quero ninguém me acha.
Minha fruta predileta é manga, ainda bem que tem muito na mata que eu moro e das bem docinhas.
Uma das coisas que eu mais gosto é ficar na sombra das árvores comendo frutas.
Não é fácil me ver, eu me escondo bem, e se alguém tentar me ver eu saio correndo e não deixo nem pegada, quer dizer, deixar pegada eu deixo, mas quem é que entende um rastro de pés virados pra dentro?
 É difícil.
Eu sou protetor das matas. É, sou meio super herói.
Não gosto de caçadores e nem de ninguém que queira destruir a floresta porque a floresta é a minha casa.
 Minha e de mais um montão de bichos, plantas e seres da natureza.
 Por isso eu cuido dela e quando vejo alguém que possa ameaçar essa natureza eu jogo meu encanto e faço a pessoa ficar perdida na floresta, muito, muito, muito tempo.
Até eu cansar e a pessoa ficar com muito medo de mim e ir embora.
Eu sou muito curioso. Muito mesmo.
Por isso, um dos jeitos de me deixar distante é fazer uma bolinha de cipó com uma trança e me desafiar pra encontrar a ponta da bolinha.
Eu vou correndo e pego aquela bolinha e fico mexendo nela de um lado, do outro e quando eu vejo a pessoa fugiu.
Foi embora.
Meu prato predileto é salada de folha de manga e o meu sonho é ver a Amazônia protegida de todo perigo e sempre linda e cheia de árvores grandes, rios limpos e passarinhos.
Eu adoro passarinhos.



Cantos e Encantamentos
Elias José
Editora Formato













Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios