BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Quem sou eu? Autoestima> OVO NOVO> Literatura> Aula 4> 20/02/12


Recomendo literatura, parte 4

Dando continuidade a história Ovo Novo, de Heliana Turquino.
São muitas as possibilidades desta história.
 Um ovo,sonhando com seu nascimento( rompimento da casca) imaginando que teria longas asas.
Para sua surpresa ou decepção,ele nasceu tartaruga, pesada, que anda devagar...
A partir deste fato,no primeiro momento assustador, a tartaruga terá que refletir e refazer-se.
Como estará sua aceitação?
De asas para casco duro?
De leve e solta no ar para rastejar-se vagarosamente pelo chão?
A aula a seguir fala de autoestima, que consiste em aceitar e valorizar a si mesmo.
È essencial para uma vida saudável esta aceitação, de quem somos, pois permite o reconhecimento do nosso verdadeiro valor - das nossas habiliaddes e talentos - , faz-nos sentir quanto somos únicos e especiais.
A autoestima é parceira do amor, que deve comelar por nós mesmos, e é promotora da confiança, da criatividade, do entusiasmo. Deixa-nos longe do fracasso, do medo, da descrença,da mágoa, da raiva, da tristeza e apatia.
Reconhecer o nosso poder pessoal, ter autoestima elevada, nos faz ter interesse por tudo,querer fazer sempre o melhor, nos une com alegria que nos convida ao riso e nos proporciona uma vida feliz.
Aceite-se! Ame-se! Sorria! Cante! Dance! Seja feliz!
Fonte: A magia das virtudes/Tânia D.Queiroz e Paula A.Ribeiro/Editora Rideel
Vejam mais aulas sobre valores no "Toque's guia "deste blog.
Vamos à aula!
Eu: uma caixinha de surpresa.
 Explorando as características pessoais
a partir da brincadeira.

O que o aluno poderá aprender com esta aula
Objetivos
- auxiliar a criança a perceber a si própria, destacando suas características físicas;
- trabalhar as diferenças e semelhanças;
- construir a identidade infantil;
- explorar o esquema corporal.
Duração das atividades
4 aulas
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Para a realização desta aula é interessante que o grupo tenha vivenciado situações de aprendizado referentes às características de seu corpo na infância, como por exemplo: ter trabalhado a altura, o peso, etc.



Estratégias e recursos da aula
1° Momento:
Em rodinha, contar para as crianças sobre uma caixinha de surpresa que apareceu na sala. Questioná-las então, sobre o possível conteúdo dessa caixinha e após este momento, ouvir as idéias das crianças.
Dizer ao grupo que o conteúdo da caixinha é algo muito especial.
Orientar as crianças para que ao abrirem a caixinha e descobrir o conteúdo, não o revelem imediatamente aos colegas, guardando segredo até que todos tenham visto a surpresa.
Esta caixinha trata-se de uma caixa de presente pequena, com um espelho também pequeno fixado dentro da mesma, em seu fundo.
 Tendo a caixinha percorrido a rodinha, é chegado o momento de falar sobre o que viram dentro desta.
 Este é o espaço para abordar as características pessoais de cada criança, destacando as diferenças e semelhanças existentes no grupo.
Após as crianças destacarem as características físicas sugere-se que o registro aconteça a partir da escolha de uma das estratégias citadas abaixo:
- o/a professor/a pode utilizar a figura impressa de um menino e uma menina, para que cada criança trabalhe suas características neste desenho.
Para este trabalho, são oferecidos os seguintes materiais: lã de diferentes cores para os cabelos, lantejoulas de diferentes cores para os olhos, lápis de cor ou giz de cera de variadas cores para a cor da pele.
Para finalizar, caso a escola disponha de retalhos de tecido, pode ser oferecido às crianças pedacinhos destes para confeccionar a roupa.
- o/a professor/a também pode optar pelo desenho das crianças, de maneira que devem desenharem a si mesmas e trabalhar com os materiais sugeridos acima.
Ao final dos trabalhos, expor os mesmos para que as crianças possam observar as diferenças e semelhanças entre elas.

2° Momento:
 O/a professor/a pode instigar as crianças a pensarem por que são diferentes entre si, quais seriam os fatores responsáveis pelas diferentes características físicas.
A partir desse pensamento, podemos elencar os fatores genéticos, associando as nossas características pessoais ao que herdamos de nossos pais.
Para despertar o interesse das crianças o/ professor/a pode utilizar alguns fantoches representando o papai, a mamãe e o filho.
Estes fantoches deverão ter características físicas que permitam a associação das crianças em relação aos fatores genéticos, encenando uma situação onde destacam seu parentesco e as semelhanças físicas.
Ao final da encenação dos bonecos é interessante pedir para que as crianças pensem em seus pais e formulem as seguintes proposições:
“qual é a cor dos olhos da minha mãe e qual a cor dos olhos do meu pai.? A cor do meus olhos, se parece mais com a cor dos olhos do meu pai, da minha mãe, ou é uma mistura dos dois?”
O mesmo vale para a cor dos cabelos, da pele.
Para registrar esse momento, o/a professor/a pode sugerir que as crianças procurem em revistas pessoas com as características físicas de seus pais.
As crianças deverão então, recortá-las e colá-las.
Ao final deste trabalho o/a professor/a orienta as crianças a resgatarem o registro que fizeram sobre si e compararem com as figuras de seus pais, destacando as semelhanças e diferenças.
O/a professor/a deve estar atento/a para a existência de crianças adotadas na sala.
Estas crianças devem construir a compreensão de que sua constituição física tem heranças genéticas.



3° Momento:
Neste momento, explorar com as crianças a idéia de que somos não apenas resultado da combinação de diferentes características físicas, mas também, possuímos gostos e preferências que dizem da nossa identidade.
Continuar explorar a idéia da caixinha: as crianças deverão trazer de casa uma caixa de sapatos e irão trabalhar esta com pintura, colagem.
Quando finalizarem a caixinha, deverão levá-la para casa e lá colocar dentro dela coisas que gostem, como pequenos brinquedos, doces, roupas, fotos, livros de história e outros objetos.
Cada criança apresenta então, a sua caixinha, que receberá a seguinte denominação: eu, uma caixinha de surpresas.



Recursos
- caixinha de presente pequena,
- espelho pequeno,
- fita crepe,
- lã de variadas cores,
- lantejoulas de variadas cores,
- lápis de cor de variadas cores ou giz de cera,
- retalhos de tecidos,
- cola,
- tesoura;
- revistas;
-caixa de sapato;
- tinta guache.



Recursos Complementares
você encontra imagens de crianças adequadas para a realização da atividade sugerida no 1° momento.



Avaliação
O/a professor/a realizará as seguintes observações:
- a criança demonstrou interesse pela atividade;
- quais sentimentos a criança experimentou ao falar de si e ouvir sobre o outro, tendo suas semelhanças e diferenças destacadas;
- a criança foi capaz de identificar diferentes partes do corpo, assim como localizá-las;
- quais sentimentos a criança experimentou ao falarem de seus pais.





Mais aulas:

TODO MUNDO TEM UM NOME: meu nome e do meu colega

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=5570


TODO MUNDO TEM UM NOME: Meu Nome, Minha História

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=5552

DE ONDE EU VIM? Falando sobre sexualidade infantil

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=3662

DE ONDE VIEMOS? as indagações feitas pelas crianças

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=3658

Como eu cheguei até aqui? Compreendendo a minha história!

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=13664

Poemas
A magia das virtudes





Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios