BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, agosto 12, 2012

Recriando histórias em quadrinhos> Chico Bento>12/08/12

(RE)CRIANDO HISTÓRIA EM QUADRINHOS
Autor: DENIZE DONIZETE CAMPOS RIZZOTTO
Esta atividade possibilitará ao/à aluno/a:
- Identificar a linguagem e a estrutura das histórias em quadrinhos.
- Criar e/ou (re)criar uma história em quadrinhos utilizando os recursos de linguagem desta modalidade.
- Localizar as diferenças dialetais da linguagem padrão ou da norma padrão.
- Enriquecer seu vocabulário por meio da linguagem oral e escrita.
- Trabalhar a estrutura textual (inicio, meio e fim).
Duração das atividades
Aproximadamente 240 minutos - Quatro (4) aulas de 60 minutos cada uma
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Professor/a é importante dialogar com os/as alunos/as e resgatar o que eles/as sabem sobre a linguagem de quadrinhos.
Mas, faça isso depois de explorar a “Caixa Surpresa”.
Aproveite o momento da rodinha, organize a sala; afaste as carteiras e solicite que todos/as façam uma roda e assentem-se no chão.
Inicie perguntando-lhes quais gibis eles/as conhecem e como os personagens se comunicam nos gibis.
Estratégias e recursos da aula
Aula interativa.
Professor/a você vai precisar de:
- gibis usados, ou novos;
- folhas de papel em branco;
- tesouras e colas.
1ª aula - Duas (2) aulas de aproximadamente 60 minutos cada uma
O trabalho com gibis motiva os/as alunos/as a criarem, a serem autores.
Por meio de uma linguagem lúdica eles/as têm a possibilidade de fantasiar, de dar vida a seus personagens e de estruturar seu pensamento.
Professor/a para conhecer mais sobre o personagem “Chico Bento, sugerido para essa aula, consulte o sítio:
CHICO BENTO: das histórias em quadrinhos para a vida - por Sandra Regina Nóia Mina
Através de uma linguagem interativa e feita para todas as idades, os gibis do Chico Bento retratam a história do inocente menino do campo, que fala errado (de acordo com a Gramática Normativa), tem amigos na roça em que vive e um primo para caracterizar as diferenças entre campo/cidade.
Chico Bento, morador de Vila Abobrinha, é um personagem fictício, construído a partir da biografia de Mauricio de Sousa, que o espelhou em um tio-avô.
Não somente Chico, mas sua Vó (Vó Dita) também faz parte dessa biografia do autor, uma vez que essa lhe contava várias histórias que por ele foram publicadas.
Professor/a veja a seguir algumas informações importantes sobre as diferenças dialetais retiradas do sítio:
1. Língua e fala
A língua, segundo o linguista Ferdinand de Saussure, “é a parte social da linguagem”, isto é, ela pertence a uma comunidade, a um grupo social – a língua portuguesa, a língua chinesa.
A fala é individual, diz respeito ao uso que cada falante faz da língua.
Nem a língua nem a fala são imutáveis.
Uma língua evolui, transformando-se foneticamente, adquirindo novas palavras, rejeitando outras.
A fala do indivíduo modifica-se de acordo com sua história pessoal, suas intenções e sua maior ou menor aquisição de conhecimentos.
2-Variedades geográficas ou diatópicas
São as variantes de uma mesma língua que identificam o falante com sua origem tradicional. Podemos distinguir entre elas dialetos variantes da língua comum utilizados num espaço geográfico delimitado.
O dialeto é o resultado da transformação regional de uma língua nacional (o idioma).
MOTIVANDO OS ALUNOS
Professor/a prepare uma Caixa Surpresa.
1º momento: pegue uma caixa de papelão, destas que são descartadas em supermercados, encape com papel de presente e coloque dentro dela alguns gibis; novos ou usados.
2º momento: leve para a sala e crie um suspense: será o que tem dentro desta caixa?
Espere que falem e diga que esta é uma caixa mágica, que tem algo muito interessante...
Depois de explorar a caixa, organize os/as alunos/as na rodinha, abra e apresente qual é a surpresa.
Aproveite este momento para sondar quais são os conhecimentos prévios que os/as alunos/as têm sobre a linguagem de quadrinhos.
Inicie perguntando-lhes quais gibis eles/as conhecem e como os personagens se comunicam nos gibis.
Explore com seus/suas alunos/as as tirinhas do Chico Bento.
Distribua as tirinhas reproduzidas ou copie em um arquivo; CD ou pen drive, para isso acesse o sítio
Elas possibilitam uma análise do dialeto utilizado pelo personagem em contraposição com a linguagem formal.



Professor/a aproveite as tirinhas e discuta com seus/suas alunos/as o conteúdo de cada uma.
A primeira tem uma mensagem importante.
Questione-os/as sobre o motivo que levou o Chico Bento a plantar aquela árvore.
Chame a atenção deles/as para o tipo de linguagem que os personagens utilizam.
- Este tipo de linguagem é utilizada na cidade?
- Será que todas as pessoas que moram em fazendas, na zona rural falam assim?
- Nós utilizamos esta linguagem para escrevermos uma carta?
Professor/a outra possibilidade é aproveitar este quadrinho e trabalhar uma produção de texto a partir dele.
Após discutir com os alunos/as sobre a questão ambiental; a importância das árvores para nosso meio ambiente.
Solicite que elaborem anúncios conscientizando as pessoas a não cortarem as árvores, assim você estará trabalhando não apenas a linguagem dos quadrinhos como também o conteúdo de ciências, a educação ambiental.
Organize uma exposição destes trabalhos, dê visibilidade a eles, socialize os resultados.
Outra sugestão de quadrinho que você poderá trabalhar:




Professor/a chame a atenção dos/as alunos/as para a forma dos balões quando o Chico Bento está falando.
- Por que os balões estão ondulados?
- O que isto significa?
TRABALHANDO EM GRUPO
Professor/a organize seus/suas alunos/as em grupos, mas lembre-se!
Para isso é importante ter critérios, não os/as deixe se agruparem aleatoriamente, pois este é um importante momento de trocas.
Procure colocar nos grupos alunos/as de diferentes níveis de desenvolvimento na leitura e escrita, assim um/a poderá auxiliar o/a outro/a.
1º - Faça grupos com 4 ou 5 alunos. Distribua gibis novos ou usados para eles/as e solicite que escolham uma história para ler.
2º - Depois de ler, cada um vai contar para o/a colega a história que leu. Aquele/a que tiver dificuldade poderá contar com a ajuda dos/as colegas/as.
3º - Solicite que descubram e recortem nos gibis os diferentes recursos que são utilizados nas histórias em quadrinhos: balões que indicam: grito, medo, sussurros (falando baixo), barulhos etc.
4º - Distribua papel, tesoura e cola e peça que cada grupo monte um cartaz com os tipos de recursos que encontraram: balões, barulhos, sussurros, gritos etc. Oriente-os/as como deverão fazer o cartaz. Apresente um modelo de cabeçalho na lousa:
TITULO: PESQUISANDO A LINGUAGEM DOS QUADRINHOS.
GRUPO: (nomes dos/as alunos/as que pesquisaram)
TURMA:
PROFESSOR/A:
5º - Cada grupo escolhe um/a relator/a que irá a frente da sala apresentar e explicar o que encontraram. Estes cartazes serão expostos em um mural.
2ª aula – Duas (2) aulas de aproximadamente 60 minutos cada uma
Professor/a retome o painel que os/as alunos/as fizeram na aula anterior e explore as descobertas que eles/as fizeram.
Organize-os/as novamente em grupos, se quiser este trabalho também poderá ser feito individualmente, porém o trabalho em grupo, apesar de ser mais trabalhoso, devido a organização das carteiras, possibilita mais trocas e desenvolve algumas habilidades sociais que são muito importantes, tais como: respeito ao outro, solidariedade, cooperação etc.
PRODUZINDO UMA HISTÓRIA
Professor/a:
- Motive os/as alunos/as dizendo que agora ele/as serão os/as autores/as.
Para isso, distribua gibis usados e peça que observem alguns personagens e imaginem uma história para eles.
Os/as alunos/as poderão recortar dos gibis estes personagens ou até mesmo desenhar.
- Distribua: gibis usados, folhas de papel em branco, cola e tesoura.
- A história deverá ter um título, ter início, meio e fim.
- Depois que terminarem, poderão ir à frente da sala de aula para mostrar e contar sua história.
- Faça uma exposição das produções dos/as alunos/as no varal da sala.
Recursos Complementares
Os/as alunos/as podem pesquisar mais sobre histórias em quadrinhos no sítio http://divertudo.com.br/quadrinhos/quadrinhos.txt.html  
No sítio
Você vai conhecer mais sobre as diferenças dialetais.
Avaliação
Professor/a, a avaliação é uma importante etapa do trabalho.
Exercite com seus/suas alunos/as a auto-avaliação, ou seja, eles/as irão avaliar a sua própria participação, envolvimento e aprendizagem com as atividades realizadas em grupos.
Veja uma sugestão de ficha:
FICHA DE AUTO-AVALIAÇÃO
Opine sobre sua participação no grupo e sua aprendizagem.
Nome da atividade que fizemos em grupo:
Como foi minha forma de participação? Consegui ajudar meu grupo atendendo as solicitações e também dando contribuições?
Respeitei meus colegas de grupo?
O que eu aprendi com esta atividade?
Professor/a registre em seu caderno de plano ou de relatórios o que percebeu ao observar o trabalho e a participação de seus/suas alunos/as.
Eles/as conseguiram participar de todas as etapas?
A metodologia que utilizou foi adequada?
Eles/as apresentaram dificuldades para interagir nos grupos?
Utilizaram os recursos da linguagem de quadrinhos ao elaborarem suas historinhas?




Lendo tirinhas
■Fazer inferências no gênero tirinhas.
■Ler e interpretar textos.
■Expor e argumentar suas idéias.
■Trabalhar em grupos.
Vejam tudo aqui:
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=8697




Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios