BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quinta-feira, julho 12, 2012

Olimpíadas> Esportes paraolímpicos>Brasileiros atletas>12/07/12

Esportes Paraolímpicos


  - Conhecer o Histórico dos Esportes Paraolímpicos.
- Identificar as modalidades Paraolímpicas.
- Vivenciar alguns esportes adaptados.

Duração das atividades
Aproximadamente 4 aulas de 50 minutos.

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Conhecimentos prévios na elaboração de portfólio.

Estratégias e recursos da aula
Através da imagem abaixo a qual mostra vários esportes, o professor pode abrir um espaço para discutir sobre os Esportes Paraolímpicos.
 Através de uma contextualização (expositiva) o professor pode comentar o conceito Esporte Adaptado com seus alunos, antes de chegar ao tema Paraolimpíada.
Após esse primeiro contato dos alunos com os Esportes Adaptados o professor pode propor atividades de pesquisa especificamente sobre os esportes que fazem parte das Paraolimpíadas.
Concluindo a abordagem sobre Esportes Adaptados e Paraolimpíadas o professor pode propor vivências em atividades adaptadas e finalizar com um jogo presente no calendário Paraolímpico, no caso o Voleibol Sentado.

Que esportes são esses que estão sendo praticados na imagem abaixo?


Fonte da imagem: www.cpb.org.br/esportes/modalidades  

Quem respondeu que são Esportes Adaptados acertou.
O Esporte Adaptado surgiu no início do século XX, de forma muito tímida.
Na primeira década do século, iniciaram-se as atividades competitivas para jovens portadores de deficiências auditivas, especialmente em modalidades coletivas.
 Por volta de 1920, tiveram início às atividades para jovens portadores de deficiência visual, especialmente a natação e o atletismo.
Para pessoas portadoras de deficiências físicas, o início do esporte oficialmente se deu ao final da Segunda Guerra Mundial, entre 1944 e 1952, quando os soldados voltaram para os seus países de origem com vários tipos de mutilações e outras deficiências físicas.
No Brasil, o esporte adaptado surgiu em 1958 com a fundação de dois clubes esportivos (um no Rio e outro em São Paulo).
Nos últimos cinco anos, o Esporte Adaptado brasileiro vem evoluindo, mas por falta de informação e, principalmente, de condições específicas para a sua prática, muitos portadores de deficiência ainda não têm acesso a ele.

Fonte: www.add.org.br/esporteAdaptado/historia.php
Mas quais são as modalidades esportivas presentes nas Paraolimpíadas?
De acordo com o Comitê Paraolímpico Brasileiro os Jogos Paraolímpicos reúnem competições esportivas em várias modalidades para pessoas com necessidades especiais de locomoção, cegos, surdos, amputados e paralisados.
São dividas em 19 modalidades, mas algumas possuem uma subdivisão as quais passam por uma classificação médica e funcional.

Atividade 1
Para essa atividade a sugestão é dividir a sala em grupos de 4 integrantes.
Cada grupo ficará responsável por pesquisar a Descrição, Classificação funcional e o Histórico de cada modalidade.
 Para a escolha das modalidades a sugestão é realizar um sorteio com a presença dos alunos.

Modalidades que estão presentes nos Jogos Paraolímpicos (Paraolimpíada):

1.Arco e Flecha
2.Atletismo
3.Basquete em cadeira de rodas
4.Bocha
5.Ciclismo
6.Esgrima
7.Futebol de 5
8.Futebol de 7
9.Goalball
10.Halterofilismo
11.Equitação
12.Judô
13.Natação
14.Rúgbi
15.Tênis de Mesa
16.Tênis em cadeira de roda
17.Tiro
18.Vela
19.Voleibol Sentado

Sugestão de sites para pesquisa:

Paraolimpíadas 2004 - História das Paraolimpíadas
www.paraolimpiadas2004.kit.net/historia.htm
CBBC - Confederação de Basquetebol em Cadeira de Rodas
www.cbbc.org.br/index.php Instituto Ressoar -

Futebol adaptado para cegos
www.ressoar.org.br/inclusao_noticia_futebol_adaptado_cegos.asp
CBDV - Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais
www.cbdv.org.br/
UOL - Atletismo Paraolímpico
http://olimpiadas.uol.com.br/2008/paraolimpiadas/modalidades-paraolimpicas/atletismo.jhtm
Confederação Brasileira de Tênis - O Tênis em Cadeira de Rodas
http://cbtenis.uol.com.br/Default.aspx?idPagina=WXaQ6xxvz4c=
Projeto Paraolímpicos do Futuro - História de várias modalidades Paraolímpicas
www.informacao.srv.br/cpb/index.html
Conclusão da atividade: realizado o trabalho de pesquisa chega o momento de sistematizar todas essas informações.
Para isso sugira aos alunos (grupos) a elaboração de um portfólio.
O portfólio permite aos alunos recolher informações, selecionar, refletir, direcionar para novos desafios e partilhar as conclusões e os resultados.

Construção de um Portfólio:
O Portfólio, em sua construção, requer um título e uma apresentação que sirva de orientação para o seu leitor sobre o que encontrará, com relação ao processo.
As linguagens e os materiais utilizados no Portfólio são livres, desde que coerentes com o seu conteúdo.
O Portfólio pode ser elaborado e apresentado por meio de vários suportes como: em pastas variadas, em livros encadernados, Cd-rom, disquetes, fita de vídeo, em forma de revistas, jornais, sites, criações artísticas, dentre outros.

Exemplo de um Portfólio:



Disponível em: espacoeducar-liza.blogspot.com/search/label/Portfolio
 
Atividade 2
Antes de realizarmos a atividade "pique palmas" na quadra a sugestão é a apresentação do vídeo "Esporte como fator de inclusão", para que os alunos durante a atividade prática possam refletir sobre a inclusão na escola, viabilizando assim sua integração e inclusão de todos na sociedade.


Descrição do vídeo: Programa da série Esporte na Escola que aborda o esporte como fator de inclusão das crianças com necessidades especiais. Ensina como proceder nas aulas de Educação Física com as crianças com necessidades especiais. Apresenta jogo que pode ser trabalhado com crianças com Síndrome de Down e com crianças com deficiência visual.

 
Após os alunos entrarem em contato com os Esportes Adaptados, modalidade Paraolímpicas e inclusão, chega o momento de propiciar uma vivência no pátio ou quadra da atividade abaixo, na qual todos poderão sentir as implicações de limites físicos e tentar superá-los através da cooperação e socialização com os colegas.

Pique Palmas (adaptação para deficientes visuais)
Objetivo: inclusão de alunos com deficiência visual nas aulas de Educação Física.
Materiais: campo de futebol, quadra ou pátio.
Duração: 25 minutos.
Desenvolvimento: primeiramente, deve-se delimitar a área onde será realizada a atividade, em seguida é importante percorrer esse local delimitado com o aluno deficiente visual (DV), para que esse faça o reconhecimento.
A atividade em si, é o pique pega tradicional, com algumas adaptações para alunos com deficiência visual.
1- Quando o pegador for um DV todos os outros alunos deverão correr batendo palmas, para auxiliar na localização dos mesmos.
2- Quando o pegador for um dos outros alunos que não possui deficiência visual, o mesmo deverá correr com uma bola de guizos, facilitando sua localização pelo colega com deficiência visual, auxiliando assim seu deslocamento.
Conclusão da atividade: após essa vivência abra uma discussão geral onde todos os grupos poderão expor dificuldades e soluções, impressões etc. Realizado essa socialização, solicitar aos alunos que voltem à formação de seu grupo inicial e registrem suas considerações sobre a atividade no portfólio.
Realizada a vivência de uma atividade adaptada o próximo passo é a prática de um esporte presente nas Paraolimpíadas, o "Voleibol Sentado". Mas antes do jogo propriamente dito a sugestão é a apresentação de um trecho de vídeo que mostra uma partida desse esporte, com o objetivo de familiarizar os alunos com a modalidade.
Vídeo "Voleibol Sentado"

Atividade 3
Voleibol Sentado



Desenvolvimento: abaixo segue as regras desse esporte, mas para realizarmos em nossa escola o professor e os alunos podem "adaptar" de acordo com os recursos que tenham a disposição.
Regras:
1 - O tamanho da quadra de jogo mede 10m x 6m.
2 - As linhas de ataque são desenhadas a 2m de distância do eixo da linha central.
3 - A rede tem 6.50 a 7.00m de comprimento e 0.80 de largura.
4 - A altura da rede é de 1.15m para homens e 1.05m para mulheres. As antenas estendem-se 100 cm acima do bordo superior da rede.
5 - O equipamento dos jogadores no Voleibol Paraolímpico pode incluir calças compridas. Não é permitido sentar sobre material espesso. Não é necessário ter número nos calções ou calças.
6 - Uma equipe consiste de no máximo 12 jogadores incluindo de no máximo 2 jogadores classificados como “inabilidade mínima”, um técnico, um assistente técnico, um preparador físico, e um doutor médico. - Os seis jogadores em quadra podem incluir no máximo um jogador com “inabilidade mínima”.
7- As posições dos jogadores em quadra são determinadas e controladas pelas posições dos seus glúteos. Isto significa que a(s) mão(s) e / ou perna(s) dos jogadores podem estender-se na zona de ataque (jogador da linha de fundo no golpe de ataque), na quadra (sacador durante o golpe do saque), ou na zona livre do lado de fora da quadra (qualquer jogador durante o golpe de saque).
8 - No momento do(a) sacador(a) golpear a bola, ele/ela deve estar na zona de saque e seus glúteos não devem tocar a quadra (linha final inclusive).
9 - Tocar a quadra adversária com pé(s)/pernas é permitido em qualquer momento durante o jogo, desde que o jogador não interfira com a jogada do oponente. O jogador deverá retornar com o(s) pé(s)/pernas diretamente para sua própria quadra. Contatar a quadra adversária com qualquer outra parte do corpo é proibido.
10 - Aos jogadores da linha de ataque é permitido completar um golpe de ataque do saque ao adversário, quando a bola estiver na zona de ataque e completamente acima do topo da rede.
11 - Um jogador de defesa pode realizar qualquer tipo de golpe de ataque de qualquer altura, desde que no momento do golpe os glúteos do jogador não toque ou cruzem sobre a linha de ataque.
12 - Jogadores da linha de frente estão permitidos de bloquear o saque adversário.
13 - O jogador deve ter contato com a quadra com a parte do corpo entre o ombro e os glúteos em todos os momentos quando tocar a bola. É proibido erguer-se, pôr-se de pé ou dar passadas. Uma pequena perda de contato com a quadra é permitida para jogar a bola, excluindo-se o saque, o bloqueio e golpe de ataque, quando a bola estiver completamente mais alta que o topo da rede.
14 - O primeiro árbitro realiza suas funções de pé no solo no poste em uma das extremidades da rede.
Conclusão da atividade: ao término do jogo o professor pode aproveitar a quadra, onde os alunos encontram-se sentados para realizar espaço para reflexão. O professor será o mediador, colocando perguntas norteadoras para promover essa reflexão e abrir para uma socialização com o grupo.

Sugestão de perguntas:

- Qual a importância da prática do voleibol sentado?
- Quais as dificuldades encontradas para realizar o voleibol sentado?
- Como o voleibol sentado auxilia na integração social dos *PNEEs?
- Outras.
Obs: realizado essa socialização, solicitar aos alunos que voltem à formação de seu grupo inicial e registrem suas considerações sobre a atividade no portfólio.
* PNEEs - portadores de necessidades educativas especiais.
Para finalizarmos a aula "Esportes Paraolímpicos" a sugestão é formar um grande círculo na sala de aula ou na quadra esportiva, onde os alunos deverão expor suas considerações e apresentar o resultado final do portfólio. O professor e os alunos podem intervir a qualquer momento sobre as considerações apresentadas pelos grupos, com perguntas ou enriquecendo a aula com informações complementares.
Esse momento pode ser muito importante, através dessa socialização com os alunos o professor pode fazer um diagnóstico se conseguiu atingir de forma satisfatória seus objetivos. Pois nessa conversa focando em todos os conteúdos trabalhados tem como o professor avaliar e retomar algum assunto que deixou em dúvidas alguns alunos e retomar o tema caso julgue necessário.

Recursos Educacionais
Nome      Tipo
Esporte como fator de inclusão [Esporte na escola] Vídeo

Recursos Complementares
Referências:
Olimpíadas.etc - Modalidades presentes nas Paraolimpíadas


CDOF - Pique Palmas

Artigo - O voleibol sentado: uma reflexão bibliográfica e histórica
www.efdeportes.com/efd125/o-voleibol-sentado-um-reflexao-bibliografica-e-historica.htm
Associação Desportiva para Deficientes (ADD) - A história do Esporte Adaptado no Mundo e no Brasil
www.add.org.br/esporteAdaptado/historia.php
Avaliação
Avaliação diagnóstica em todos os momentos da aula, culminando na apresentação do trabalho final (portfólio).
- Realizou as pesquisas solicitadas.
- Participou ativamente das atividades, cooperando com o grupo.
- Discutiu de forma crítica e profunda com os colegas sobre os temas propostos.
- Trouxe informações importantes para a discussão.
www.youtube.com/watch?v=gibULMO3xe


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios