BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, setembro 30, 2011

Produção textual>Gênero lírico>Limeriques> Teatro> 30/09/11

Um dia sem um completo ato de amor é um dia perdido

( LEO BUSCAGLIA )

As quatro gares
Gênero lírico

Produção Textual

Faça uma releitura do poema de Oswald de Andrade.


Sugestões:
1 - Paixão nacional: futebol - mulheres - carnaval
2 - As quatro estações : outono - inverno - primavera - verão
3 - Os sete pecados capitais: avareza - inveja - ira - preguiça - gula - luxúria - vaidade
4 - Fases do amor: namoro - noivado - casamento (divórcio)
5 - Fases da lua: nova - cheia - minguante - crescente

Siga algumas das características do Modernismo 1a fase:


- Liberdade de expressão;
- Incorporação do cotidiano;
- linguagem coloquial;
- inovações técnicas: verso livre; destruição de nexos; paronomásia; enumeração caótica; colagem e montagem cinematográfica; liberdade no uso de sinais de pontuação.


 

Limeriques
 
Você sabe o que é Cocanha?

Cocanha é uma terra estranha,
País que se esconde
Ninguém sabe onde —
Lugar misterioso, a Cocanha.

*
A vida ali é um deleite
Suave tal qual puro azeite —
Na bela Cocanha
O povo se banha
Em rios de mel e de leite.

*
Cocanha é o país que enfeitiça,
Atrai pela santa preguiça
Da tal vida airada
Do “não fazer nada”,
Do “nada importa” por premissa.

Produção textual:


Seguindo as características do texto, produza um limerique:
Não esqueça que o poema é bem curto.
Fala de coisas malucas e tem sempre cinco versos. (a primeira, a segunda e a quinta linhas terminam com a mesma rima.
Já a terceira e a quarta são mais curtas e rimam diferentes das outras.)

Mais exercícios literários:
http://paginasclandestinas.blogspot.com/2010/12/exercicios-literarios-2.html
 
GÊNERO DRAMÁTICO

Trata-se do texto escrito para ser encenado no teatro.
Nesse tipo de texto, não há um narrador contando a história, todo o texto se desenrola a partir de diálogos, obrigando a uma seqüência rigorosa nas cenas e de suas relações de causa e conseqüência.
Atualmente, o gênero envolve dois aspectos: de um lado, como fenômeno literário, temos o texto, a linguagem; de outro, as técnicas de representação, o espetáculo.
Ater-nos­emos, aqui, unicamente ao estudo do primeiro aspecto.
No drama, as personagens aparecem dotadas de características marcantes, representando realidades humanas concretas.
 Contudo, a caracterização será indireta, uma vez que se deve sugerir ao público os traços peculiares das personalidades representadas, sendo que o autor não pode imiscuir-se na ação.
Assim, o teatro exige um esmerado juízo seletivo, pois cada um dos fatos ocorrentes deve, pela concisão ou/e pela síntese, ser capaz de despertar emoção.
A obra dramática não apresenta descrições nem dissertações, mas busca acentuar a ação.
O texto é, então, representativo, onde o diálogo é fundamental, em contraposição ao romance, à novela, ao conto, cujos textos visam a apresentar, e onde o diálogo, se houver, é bastante acessório.
É importante observar ainda que, no teatro, o autor faz uma tentativa de representar mais a língua falada do que a escrita.
Daí os recursos próprios para enfatizar a entonação, a voz, a mímica, os gestos etc.

Leia o texto a seguir:

Filme Noir
O Chapeuzinho verde
Jô Soares

(Cenário: Interior - noite. Delegacia de Polícia Distrito do Bosque. Setor de contrabando de Biscoitos.)
Locutor: (off) O caso da menina do chapeuzinho verde é uma história real. Apenas a cor do chapeuzinho foi trocada, depois da queda do Muro de Berlim.
(Câmara aproxima-se da mesa do inspetor Lobo Mau.)
Lobo Mau - Meu nome é Lobo Mau, mas podem me chamar de Lobo. Tinha acabado de resolver o caso dos Três Parquinhos. O chefe felicitou-me e afagou minha cabeça dizendo que eu era um bom policial. Eu disse que não era um policial, eu era um lobo.
Sonoplastia: acorde de suspense.
O relógio bate 8 horas.
Lobo Mau - Oito horas. Tenho de fazer minha ronda pelo bosque. Escovo meu pêlo e saio para a floresta.
(Exterior - noite - bosque. Lobo está fumando encostado numa árvore. Aproxima-se uma estranha menina com uma cesta na mão e um curioso chapeuzinho verde.)
Lobo - com licença, menina. Gostaria de falar com você dois minutos.
Chapeuzinho – Quem é você?
Lobo - Inspetor Lobo Mau. Como é seu nome e aonde vai?
Chapeuzinho - Meu nome é Chapeuzinho Verde e eu estou indo para a casa da Vovó.
Lobo - Apesar desse nome ridículo, posso olhar o que você tem na cesta?
Chapeuzinho - Por que é que você quer olhar na cesta?
Lobo - Porque eu sempre olho na cesta, no sábado e no domingo.
(Take de Lobo Mau examinando a cesta cuidadosamente.)
Lobo - Vejamos: granadas, revólveres, duas metralhadoras e munição. Muito bem. Nada de suspeito aqui. Pode ir.
(Câmara pega Chapeuzinho Verde afastando-se de maneira sensual, rodando a cesta.)
Lobo - (Olhando a câmara em close.) Ela foi embora, sem perceber que eu tinha notado num compartimento secreto no fundo da cesta o que suspeitara: biscoitos!
Sonoplastia:acorde de suspense.
Lobo - Minha tarefa; chegar à casa da Vovó antes dela.
(Câmara mostra Lobo em disparada pelo bosque com a sirene ligada. Corta para interior – noite – casa da vovó).
Sonoplastia - batidas na porta. Vovó - Quem é?
Lobo - (Arrombando a porta e entrando.) É uma batida.
Vovó - Ótimo, eu gosto de batidas. É de limão?
Lobo - Não. É de polícia.
Vovó - Melhor ainda. São as mais fortes.
Lobo - (Em close para câmara.) Peguei a Vovó, tranquei-a no armário e colocando sua touca tomei seu lugar na cama. Cinco minutos depois ...
Chapeuzinho - (Entrando) Oi, Vovó. Eu me atrasei porque encontrei um tira no bosque. (Abrindo a cesta e mostrando os biscoitos) Está aqui a muamba.
Lobo - (Fazendo voz de vovó) Ótimo.
Chapeuzinho - Vovó, que orelhas grandes a senhora tem!
Lobo - É para melhor ouvir as provas.
Chapeuzinho - Mas Vovó! Que mãos grandes a senhora tem!
Lobo - É para melhor algemá-Ia.
Chapeuzinho - Mas Vovó! Que revólver enorme a senhora está apontando para mim!
Lobo - (Pulando da cama.) É para melhor prendê-Ia. Você é sua estão fazendo contrabando biscoitos através do bosque.
Sonoplastia: acorde de suspense.
Chapeuzinho - Oh! Você não é a Vovó! Você é aquele tira disfarçado de Vovó! Não sei como não percebi antes. Foi fácil notar a troca porque você se esqueceu dos bigodes.
Lobo - Mas eu não tenho bigodes.
Chapeuzinho - Pois é. Vovó tinha.
Sonoplastia: música de suspense. (Câmara vai se afastando num longo travelling e sai pela janela, mostrando a casa e todo o bosque.)
Locutor: (off) Existem milhões de histórias da carochinha no bosque encantado. Esta é apenas uma delas.
The End
(Veja, 9 de junho 1993)
Produção textual: adaptação de textos
Roteiro:
1. Nome do texto
2. Nome do autor
3. Adaptação de:
4. Personagens e características
5. Cenário
Ato único
Cena: (entrada dos personagens no palco - ele não pode aparecer do nada)

Produza o texto a partir das características do texto dramática - o nome do personagem deve vir ante de sua fala; marque também as rubricas de tom e movimentação do personagens.
(Não se esqueça: não há narrador no texto teatral, tudo deve ser indicado nas rubricas.



Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios