BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

terça-feira, julho 24, 2012

Lendas>Folclore>Boitatá>Aula> 24/07/12

LENDAS

  O que o aluno poderá aprender com esta aula
- Identificar os elementos organizacionais e estruturais das lendas e sua finalidade.
- Reconhecer lendas que fazem parte da cultura brasileira.
- Reconhecer a diversidade da cultura brasileira.

Duração das atividades
5 aulas de 50 minutos

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Elementos da narrativa; ficção e realidade; cultura popular; folclore.


Estratégias e recursos da aula
ATIVIDADE 1:
Conversar com os alunos sobre as lendas.
Explicar para eles que lendas são narrativas transmitidas oralmente pelas pessoas, com o objetivo de explicar acontecimentos misteriosos ou sobrenaturais.
Para atingir esse objetivo, há uma mistura de fatos reais com imaginários, num resultado em que se misturam história e fantasia.
As lendas vão sendo contadas ao longo do tempo e modificadas através da imaginação do povo. Ao se tornarem conhecidas, são registradas na linguagem escrita.
Do latim, legenda (aquilo que deve ser lido), as lendas inicialmente contavam histórias de santos, mas, ao longo do tempo, o conceito transformou-se em histórias que falam sobre a tradição de um povo e que fazem parte de sua cultura.
Características de uma lenda:
- Utiliza-se da fantasia ou ficção, misturando-as com a realidade dos fatos.
- Faz parte da tradição oral e vem sendo contada através dos tempos.
- Usam fatos reais e históricos para dar suporte às histórias, mas, junto com eles, envolvem a imaginação para “aumentar um ponto” na realidade.
- Fazem parte da realidade cultural de todos os povos.
- Assim como os mitos, fornecem explicações aos fatos que não são explicáveis pela ciência ou pela lógica.
Essas explicações, porém, são mais facilmente aceitas, pois, apesar de serem fruto da imaginação, não são necessariamente sobrenaturais ou fantásticas.
- Sofrem alterações ao longo do tempo, por serem repassadas oralmente e receberem a impressão e a interpretação daqueles que a propagam.
Após essa conversa, perguntar aos alunos se eles conhecem alguma lenda.
Para guiar a discussão, o professor pode perguntar se conhecem as seguintes lendas: da vitória régia, da Iara, do Boitatá, entre outras.
Caso algum aluno saiba, pedir que ele conte para a turma a narrativa.
Para preparar melhor esse primeiro momento de discussão sobre as lendas, o professor pode também assistir ao seguinte vídeo:



ATIVIDADE 2:
Apresentar para os alunos o grupo brasileiro de contadores de histórias que se chama Girasonho. Para isso, colocar o seguinte vídeo:
Grupo Girasonhos:

Depois da apresentação do grupo de contadores de histórias, conversar com os alunos sobre a diversidade de lendas que existem no Brasil.
Para se destacar esse fato, declamar os seguintes versinhos:
No Brasil o que você imaginar
Plantas, bichos, cidade ou gente
Se você com cuidado procurar
Vai achar muita coisa diferente
Deve ser por essa razão
Que tantas criaturas encantadas
Em vez de Paris ou Milão
Escolheram o Brasil como morada
Nessa terra há mitos e lendas
Vagando por ai pra quem quiser ver
Então vamos parar com essa lenga-lenga
Partir para leitura e algum deles conhecer?
Em seguida, apresentar para os alunos um vídeo do grupo Girasonho que conta a lenda do Jurutaí:


Após a exibição do vídeo, verificar se os alunos entenderam a lenda do Jurutaí, por meio de perguntas como:
Como era o canto do Jurutaí?
O que acontecia quando o pássaro cantava?
Por que ele parou de cantar?
O que os índios fizeram para que ele voltasse a cantar?
Apresentar para os alunos a seguinte definição do que é o Jurutaui:


Jurutaui, Urutau, Mãe da Lua

Em seu Dicionário do Folclore Brasileiro, Câmara Cascudo testemunha que essa ave noturna, de canto agourento, "melancólico e estranho, lembrando uma gargalhada de dor", cercou-se de "misterioso prestigio assombrador".
Coutinho escreve que as penas dessa sinistra ave são um poderoso "amuleto de preservação da castidade feminina".
 A mesma informação é dada por Câmara Cascudo e Orico, que evocam o testemunho de José Veríssimo40, que afirma ser a pele da ave, seca ao sol, que serve de breve contra a luxúria, "curando" as donzelas das tentações do sexo.
Bastava que se varresse o chão, a rede ou cama onde a jovem deitasse, para que fosse afastado dali o que pudesse despertar desejos carnais.
Comparar a descrição lida do Jurutaí com o Jurutaui retratado no vídeo pelo grupo Girasonhos: Como é retratado o pássaro e seu canto em cada uma das versões?
Estabelecer as diferenças com os alunos.


ATIVIDADE 3:
Esclarecer os aluno de que, além das lendas que explicam fênomenos naturais (lenda do Jurutaí), há outros tipos de lendas, como as religiosas e as históricas.
Perguntar aos alunos o que conhecem sobre Santo Antônio.
Deixar que eles digam o que sabem sobre o santo: como ele é conhecido, que tipo de milagres fala-se que ele faz, quais simpatias envolvem sua figura etc.
 Em seguida, contar para os alunos que há uma lenda sobre o santo e perguntar se alguém a conhece.
 Após esse diálogo, exibir o vídeo em que Giba Pedroza, contador de história, narra a lenda do santo casamenteiro:


Após a contação da lenda, dividir os alunos em grupos e pedir que cada grupo ilustre partes da lenda.
Pode-se solicitar que os grupos ilustrem: a moça bonita e triste;
- a conversa da moça bonita com a avó; a moça cumprindo os conselhos da avó (acendendo a vela acesa e colocando uma moedinha em frente à estátua do santo;
- virando o santo de cabeça pra baixo; colocando muito dinheiro ao pé da estátua do santo;
-se queixando à avó; atirando a estátua pela janela; a estátua acertando a cabeça do nobre cavaleiro;
-o cavaleiro com raiva;
-o cavaleiro se apaixonando pela moça; eles se casando; o casal rodeado de filhos;
-a moça ensinando a lenda a toda moça desesperançada.
Em seguida, pedir que a turma monte uma apresentação da lenda por meio das ilustrações.


ATIVIDADE 4:
Pedir que os alunos pesquisem e anotem no caderno tudo o que descobrirem sobre o Saci-Pererê. Em outra aula, pedir que eles digam o que encontraram.
O professor pode ir anotando no quadro as informações trazidas pelos alunos.
Para preparar para essa atividade, é interessante que o professor também faça uma pesquisa.
O site a seguir traz algumas informações interessantes:


Depois de listar as características, discutir sobre elas, vendo o que têm em comum, o que era conhecido ou desconhecido para a maioria, o que mais chamou a atenção, etc. Propor, então, aos alunos de assistirem juntos ao vídeo que conta a lenda do Saci-Pererê:



Após a exibição do vídeo, comparar com as anotações feitas em sala.
O professor pode discutir com os alunos que as lendas sofrem alterações ao longo do tempo e, por isso, ora aparecem de um jeito, ora de outro, mas que têm elementos que perduram.
Identificar junto com a turma esses elementos.


Recursos Complementares
O professor que quiser se aprofundar na discussão sobre o assunto, pode acessar os seguintes endereços eletrônicos:



Avaliação
Pedir que os alunos pesquisem com seus familiares e vizinhos se há alguma lenda em sua cidade. Pedir também que pesquisem diferentes lendas brasileiras que encontrarem.
No outro dia, pedir que apresentem para a turma a lenda que encontraram.
Após a apresentação das lendas, convidar a turma para juntos analisarem se a narrativa que cada um trouxe é uma lenda; por que é ou não uma lenda; qual faz parte da nossa cultura brasileira e qual não faz; o que apresentam de verdade e o que apresentam de fantasia.
O professor pode também analisar junto com a turma a lenda do brilho da Lua, disponível no seguinte endereço:



Ao final, pode avaliar coletivamente, por meio de um diálogo informal com a turma, o que cada aluno aprendeu sobre as lendas.
O professor, durante todo processo, deve ficar atento ao que os alunos compreenderam do tema tratado e quais são suas dúvidas.
Caso necessário, deve retomar o que não ficou claro.



A LENDA DO BOITATÁ






Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios