BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quinta-feira, outubro 11, 2012

Balões coloridos>Conto>Poema>Atividades>Cultura Afro/brasileira>11/10/12


Poema/Conto/Questionário
Cultura Afro Brasileira

Apresentar o poema: Um poema para Sandra e Pedro.
Primeiramente em impresso ou pedir que copiem do quadro.
Explorar oralmente a estrutura do texto poema.
No segundo momento tocar o Cd de Gabriel, o Pensador; a faixa Um poema para Sandra e Pedro.
Trabalhar a apresentação do poema com alguns alunos.
Aqueles que tem facilidade para decorar ou apresentar em forma de jogral.
Distribuir desenhos de figuras geométricas diversas na cor branca e outras tantas na cor preta.
Colar as figuras brancas em cartolina de cor preta e vice-versa.
Distribuir giz de cera branco para quem tem figura preta e giz de cera preto para quem tem figura branca.
Pedir que criem em cima das figuras usando apenas uma cor (branca ou preta).
Durante as produções coloque o poema cantado para ouvirem baixinho.
Estipule um tempo para as criações.
Motive os alunos a falarem sobre suas criações.
Apresentar em forma de mural e varal didático ao som do poema.

Um poema para Sandra e Pedro

Preto.
Branco.
Branco.
Preto.
Preto no branco;
Branco no preto.
Beijo.
Abraço.
Abraço.
Beijo.
Beijo e abraço;
Abraço e beijo;
Beijo e abraço e beijo.
E o verde da esperança?
E o azul da cor do céu?
Ou o azul da cor do mar?
Porque o céu pode mudar.
Fica azul quando ta sol;
Fica cinza quando chove;
Ou fica branco, bem branquinho parecendo de algodão;
Também fica meio roxo ou laranja ou lilás;
Quando o sol ta indo embora e ta querendo ficar mais;
Quando o sol ta indo embora e ta querendo ficar mais avermelhado parecendo um coração.
É o sol que pediu pra pousar lá na varanda;
Só pra poder iluminar o Pedro e a Sandra;
É o sol que derrete a neve fria do rochedo;
Só pra esquentar um pouco mais a Sandra e o Pedro.
É preto...
O peito do pé do Pedro é preto.
E é branca...
A palma da mão da Sandra é branca.
A Sandra é branca!
O Pedro é negro!
E o Pedro e a Sandra ficam sempre de chamego...
Preto.
Branco.
Branco.
Preto.
Preto no branco;
Branco no preto.
Beijo.
Abraço.
Abraço.
Beijo.
Beijo e abraço;
Abraço e beijo;
Beijo e abraço e beijo.




BALÕES COLORIDOS.


ERA UMA VEZ UM VELHO HOMEM QUE VENDIA BALÕES EM UMA PRACINHA.
EVIDENTEMENTE O HOMEM ERA UM BOM VENDEDOR, POIS DEIXOU UM BALÃO VERMELHO SOLTAR-SE E ELEVAR-SE NOS ARES, ATRAINDO DESSE MODO UMA MULTIDÃO DE JOVENS COMPRADORES DE BALÕES.
HAVIA ALI PERTO UM MENINO NEGRO.
ESTAVA OBSERVANDO O VENDEDOR E É CLARO APRECIANDO OS BALÕES.
DEPOIS DE TER SOLTADO O BALÃO VERMELHO, O HOMEM SOLTOU UM AZUL, DEPOIS UM AMARELO E FINALMENTE UM BRANCO. TODOS FORAM SUBINDO ATÉ SUMIREM DE VISTA.
O MENINO DE OLHAR ATENTO SEGUIA A CADA UM. FICAVA IMAGINANDO MIL COISAS.
UMA COISA O ABORRECIA: O HOMEM NÃO SOLTAVA O BALÃO PRETO. ENTÃO APROXIMOU-SE DO VENDEDOR E PERGUNTOU:
___ MOÇO, SE O SENHOR SOLTASSE O BALÃO PRETO, ELE SUBIRIA TANTO QUANTO OS OUTROS?
O VENDEDOR DE BALÕES SORRIU COMPREENSIVAMENTE PARA O MENINO, ARREBENTOU A LINHA QUE PRENDIA O BALÃO PRETO E ENQUANTO ELE SE ELEVAVA NOS ARES DISSE:
___NÃO É A COR, FILHO, É O QUE ESTÁ DENTRO DELE QUE O FAZ SUBIR. PORQUE DEUS NÃO VÊ COMO O HOMEM VÊ O QUE ESTÁ DIANTE DOS OLHOS. PORÉM O SENHOR OLHA PARA O CORAÇÃO!


“Contar” e explorar oralmente o texto. Aproveite para falar sobre a diversidade.
Explore as diversidades da classe, da escola.
Conte os alunos que usam óculos, as meninas que estão de rosa, os meninos que estão de uniforme, os que gostam de verde, os de amarelo...
Fatie o texto junto com os alunos.
 Para isso tenha uma cópia em letras grandes escritas em papel pardo ou mesmo no sulfite. Distribua as partes e chame os alunos para montarem no quadro. Depois peça que copiem.
Agora monte um pequeno teatrinho para apresentar o texto. Distribua os personagens. Não se esqueça do narrador.
Alterne os grupos na apresentação e escolha os melhores junto com a turma até ter um bom grupo de apresentação.
Organize a cena no lugar de apresentação.
Amarre os balões de modo que fiquem fáceis de soltar.
Apresente o teatrinho; fotografe e filme se possível.
Questionário: Consciência negra
Proponha aos alunos a realização de uma entrevista com a direção da escola para saber como o tema da conscientização das diferenças raciais são tratadas na escola. Você vai se surpreender com os resultados.
Exemplo de questionário para avaliar como sua escola aborda o racismo:
Adaptadas do modelo da CMEB Mário Leal da Silva, as perguntas abaixo auxiliam você a fazer um diagnóstico, junto aos professores e à equipe, de como as questões raciais são tratadas na sua instituição.
Assinale a alternativa que corresponde à realidade do seu ambiente escolar:


1. A trajetória histórica do negro é estudada:
A- No Dia da Abolição da Escravatura, em agosto, mês do folclore, e no Dia da Consciência Negra.
B- Como conteúdo, nas várias áreas que possibilitam tratar o assunto.
C- Não é estudada.


2. Acredita-se que o racismo deve ser tratado:
A- Pedagogicamente pela escola.
B- Pelos movimentos sociais.
C- Quando acontecer algum caso evidente na escola.


3. A cultura negra é estudada:
A- Como parte do rico folclore do Brasil.
B- Como um instrumento da prática pedagógica.
C- Quando é assunto da mídia.


4. O currículo:
A- Baseia-se nas contribuições das culturas europeias representadas nos livros didáticos.
B- Constrói-se baseado em metodologia que trata positivamente a diversidade racial, visualizando e estudando as verdadeiras contribuições de todos os povos.
C- Procura apresentar aos alunos informações sobre os indígenas e negros brasileiros.


5. O professor:
A- Posiciona-se de forma neutra quanto às questões sociais. É o transmissor de conteúdos dos livros didáticos e manuais pedagógicos.
B- Reavalia sua prática refletindo sobre valores e conceitos que traz introjetados sobre o povo negro e sua cultura, repensando suas ações cotidianas.
C- Tem procurado investir em sua formação quanto às questões raciais.


6. O trato das questões raciais:
A- É feito de forma generalizada, pois a escola não tem possibilidade de incidir muito sobre ele.
B- É contextualizado na realidade do aluno, levando-o a fazer uma análise crítica dessa realidade, a fim de conhecê-la melhor, e comprometendo-se com sua transformação.
C- Não é considerado assunto para a escola.


7. As diferenças entre grupos etnoculturais:
A- Não são tratadas, pois podem levar a conflitos.
B- Servem como reflexão para rever posturas etnocêntricas e comparações hierarquizantes.
C- São mostradas como diversidade cultural brasileira.


8. As situações de desigualdade e discriminação presentes na sociedade são:
A- Pontos para reflexão para todos os alunos.
B- Pontos para reflexão para os alunos discriminados.
C- Instrumentos pedagógicos para a conscientização dos alunos quanto à luta contra todas as formas de injustiça social.


9. Acredita-se que, para fortalecer o relacionamento, a aceitação da diversidade étnica e o respeito, a escola deve:
A- Promover o orgulho ao pertencimento racial de seus alunos.
B- Procurar não dar atenção para as visões estereotipadas sobre o negro nos livros, nas produções e nos textos do material didático.
C- Promover maior conhecimento sobre as heranças culturais brasileiras.


10. Quanto à expressão verbal:
A- Acredita-se que a linguagem usada no cotidiano escolar tem o poder de influir nas questões de racismo e discriminação.
B- Usam-se eufemismos para se referir a etnia dos alunos, para não ofendê-los.
C- A linguagem não tem influência direta nas questões raciais.


11. Quanto ao trabalho escolar:
A- Alguns professores falam da questão racial em determinadas etapas do ano letivo.
B- Existe resistência dos professores para tratar a questão racial com relação à luta contra todas as formas de injustiça social.
C- Existe um trabalho coletivo sobre a questão racial com a participação de todos, inclusive da direção e dos funcionários.


12. Quanto à biblioteca:
A- Existem muitos e variados livros sobre a questão racial que contemplam alunos e professores.
B- Existem alguns tipos de livros (dois ou três) que contemplam a questão racial.
C- Não existem livros sobre o tema.


13. Quanto à capacidade dos professores sobre a questão racial:
A- Algumas vezes no ano fazemos cursos ou grupos de estudo sobre a questão racial.
B- Ainda não tivemos a oportunidade de estudar a questão.
C- Procuramos incorporar o assunto nas discussões de reuniões pedagógicas, grupos de estudo e momentos de formação.


14. No trato das questões de gênero:
A- A homossexualidade é percebida e discutida no espaço escolar.
B- Há um trabalho efetivo de combate à homossexualidade na escola.
C- Não se considera a homossexualidade um assunto a ser discutido na escola.


15. As discussões sobre a questão da mulher:
A- Não se discute com os alunos a história da discriminação das mulheres na sociedade.
B- A situação feminina é tratada em momentos pontuais, como no Dia Internacional da Mulher.
C- A questão da mulher é amplamente discutida e incorporada aos conteúdos curriculares.


16. Quanto à abordagem sobre populações indígenas:
A- A temática é tratada considerando as informações de livros didáticos e no Dia do Índio.
B- Existe resistência dos professores para trabalhar criticamente essa temática.
C- A escola procura romper com os estereótipos que inferiorizam a cultura destes povos.


Gabarito
Resultado:
Até 06 pontos
1- Fase da individualidade
A questão racial ainda é tabu na escola, que se mantém silenciosa quando o assunto é discriminação. A diversidade étnica é desconsiderada, mesmo que tenha muitos alunos de diferentes origens em sua escola. Enquanto isso, as crianças perdem a oportunidade de formar valores essenciais para uma convivência harmônica em sociedade. Que pena.


De 07 a 18 pontos
2- Fase da negação
Embora a maioria dos professores negue a existência do racismo na sociedade e no ambiente escolar, o assunto começa a ser discutido na sua escola. No currículo, a cultura negra é considerada folclore e a história do povo negro não é exemplo de luta pela cidadania. Na tentativa de amenizar a situação, alguns professores apenas comentam a questão no Dia da Abolição da Escravatura e no Dia da Consciência Negra, não é mesmo?


De 19 a 24 pontos
3- Fase do reconhecimento
Muito bem! Sua escola está no caminho correto, pois reconhece a necessidade urgente de transformar o ambiente em um espaço de luta contra o racismo e a discriminação. Os alunos aprenderam conceitos sobre os diferentes grupos presentes na sociedade e a realidade de cada um é reconhecida e trabalhada. Continue a enfrentar esse belo desafio.


26 pontos ou mais
4- Fase do avanço
Parabéns! Sua escola progrediu bastante para construir-se verdadeiramente democrática. Visualiza com dignidade os diversos grupos étnicos e usa suas contribuições como ferramentas pedagógicas no trato da diversidade. Certamente, os alunos negros de sua escola têm a autoestima elevada e orgulho de sua origem. Todos os alunos reconhecem a necessidade de respeitar as diferenças e sabem que elas não significam superioridade nem inferioridade.
*Apresente os resultados da pesquisa em forma de “ Mural Ilustrado”.




Link para essa postagem


3 comentários:

  1. olá....... meu cantinho chegou a marca de 100 seguidores....estou muito feliz!!!!! E Para comemorar eu fiz um selinho par presentear as minhas amigas.Passa lá e pega.....vc também faz parte desta conquista!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios