BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, agosto 03, 2012

Parlenda>Interrogação>Seu uso>Poesia> 03/08/12


A invenção do ponto de interrogação

A escrita
já tinha sido inventada.
Todas as letras,
as sílabas, as palavras.
Mas houve uma fase
em que escrever uma frase
estava causando
a maior confusão.
Tudo porque ainda não existia
O ponto de interrogação.
Alguém escrevia
por exemplo
qualquer coisa besta
como “Hoje você vai à festa”
e recebia como resposta
algo assim:
“Você não manda em mim”.
E logo tinha que esclarecer:
“Sua anta, isso era só uma pergunta”.
Pronto, virava uma briga
só por causa do ponto.
Até que alguém se deu conta
que quem pergunta
não apenas fala,
mas também escuta.
Então deu na sua telha
de colocar sobre o ponto final
o desenho de uma orelha.
Já prestou atenção?
Tem uma orelha
no ponto de interrogação.
Ricardo Silvestrin
Livro: È tudo invenção
Editora Ática





Leitura e escrita: utilizando o ponto de interrogação


O que o aluno poderá aprender com esta aula
O aluno poderá:
■aplicar adequadamente o ponto de interrogação e o ponto final;
■ sistematizar conteúdos trabalhados;
■ exercitar a criatividade, a complementaridade grupal, a fluência verbal, a coerência e a lógica de ideias;
■ desenvolver a habilidade de pontuar textos.
Duração das atividades
Aproximadamente 300 minutos – cinco (5) atividades de 60 minutos cada uma.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Para a realização desta aula é necessário que os alunos consigam: analisar e discutir o uso da pontuação: ponto final e de interrogação; expor oralmente suas ideias e se relacionar com os colegas.
Professor antes de propor a atividade retome com os alunos o que expressam os sinais de pontuação citados, como e onde são utilizados e ainda o significado de verso e estrofe.
Além disto, é preciso compreender o que é verso e estrofe.


Estratégias e recursos da aula
1ª Atividade: aproximadamente 60 minutos.
Professor para a primeira atividade ofereça aos alunos um texto para trabalhar o ponto final e o ponto de interrogação.
Poderá ser uma parlenda, que é uma forma literária tradicional, rimada com caráter infantil, de ritmo fácil e de forma rápida.
Para outras informações sobre o assunto sugerimos o sitio: http://www.brasilfolclore.hpg.ig.com.br/parlenda.htm

O texto a seguir é uma parlenda de origem popular bem conhecida por crianças e adultos.
 Escreva o texto na lousa ou distribua cópias impressas para os alunos.
Oriente-os de modo que leiam a parlenda da seguinte forma: formar na sala de aula dois grupos, um deles lê a pergunta e o outro, a resposta.
Você também poderá solicitar que leiam em duplas ou, ainda, você lê as perguntas e os alunos as respostas, ou vice-versa.






Variações
Professor você poderá iniciar a aula apresentando o texto acima em recortes ( fichas).
Para cada verso da parlenda você poderá fazer uma ficha, ou seja, fichas com perguntas e respostas.
Coloque na lousa o primeiro verso e em seguida, peça a um aluno que encontre a reposta para o verso apresentado.
Convide outros alunos até que a parlenda esteja completa.
Finalizando este etapa, solicite aos alunos que leiam o texto e confiram se a parlenda que eles montaram tem sentindo.
 Em seguida apresente a versão completa que você trouxe.
Não se esqueça de ressaltar o ponto final e o ponto de interrogação.
Reforce a referida pontuação confeccionando cartazes para fixar na parede de sua sala de aula, veja o exemplo:












2ª Atividade: aproximadamente 60 minutos.
Trabalhando com a parlenda: Cadê o toucinho que estava aqui?
Professor registre na lousa as atividades abaixo as quais deverão ser resolvidas pelos alunos:

1) Complete o texto da parlenda com as palavras que faltam. Se você preferir poderá fazer o desenho correspondente à palavra que completará a frase.
Cadê o toucinho que estava aqui? O _______ comeu.
Cadê o gato? Foi pro ____________.
Cadê o mato? O ________ apagou.
Cadê o fogo? A __________ apagou.
Cadê a água? O _________ bebeu.
Cadê o boi Foi amassar ________.
Cadê o trigo? A _________ esparramou.
Cadê a galinha? Foi botar __________.
Cadê o ovo? O _________ comeu.


2) Responda:
a) Quantos versos formam essa parlenda?
b) Os versos dela são organizados em quantas estrofes?
3) Copie da parlenda uma pergunta e uma resposta:


Agora, responda:
- Qual foi a pontuação utilizada na pergunta e na resposta que você copiou no item anterior?
4) Elabore duas frases utilizando o ponto final e duas o ponto de interrogação.


3ª Atividade: aproximadamente 60 minutos
Utilizando Laboratório de Informática
Professor leve seus alunos até o Laboratório de Informática, informe que realizarão alguns jogos que têm como objetivo trabalhar o ponto de interrogação e o ponto final.
Aproveite este momento para estimulá-los a descobrirem quando surgiram os sinais de pontuação, utilize, por exemplo, o sitio

Para descobrir algumas adivinhações e efetuar alguns jogos sugerimos respectivamente os sítios: http://www.divertudo.com.br/adivinhas3.htm





Durante a realização da atividade você deverá observar as dificuldades e facilidades de cada aluno ao executar as ordens solicitadas em cada etapa dos jogos.
 Faça intervenções através de questionamentos e/ou apontamentos de cada etapa vivenciada.
Ao final da atividade peça aos alunos que avaliem este momento.


4ª Atividade: aproximadamente 60 minutos.
Elaborando perguntas e respostas
Professor estabeleça um diálogo com a turma informando que irão se dividir em dois grupos.
A distribuição dos elementos de cada grupo poderá ser definida através de sorteio ou de outra dinâmica.
 Sugerimos que você leve para sala de aula dois sabores de balas, coloque-as em um saquinho ou caixinha, na medida em que forem retirando a bala vão sendo formados os grupos.
Um grupo de alunos irá formular perguntas e o outro irá elaborar respostas, o tema a ser trabalhado poderá ser, por exemplo, o substantivo coletivo, ou seja, os alunos deverão escrever perguntas que tenham como respostas o coletivo de determinada palavra.
Após a elaboração das perguntas e das respostas solicite que se organizem em forma de circulo, ou de outra forma que achar conveniente de acordo com o espaço físico de sua sala de aula, para a leitura das perguntas e respectivas respostas.
Os alunos deverão permanecer assentados em suas carteiras, pois irão fazer registro das perguntas que tenham sua resposta e vice-versa.
Você poderá fazer assim: peça que os alunos tenham em mãos uma folha em branco, lápis e borracha.
Na sua vez, cada aluno que tem uma pergunta fará sua leitura e aquele que tiver a resposta se apresenta respondendo a questão elaborada.
 Possivelmente poderá ocorrer duas ou mais perguntas e respostas iguais, neste caso os alunos deverão copiar as diferentes perguntas.
Logo após a leitura de todas as perguntas e respostas, solicite que avaliem este momento, dizendo seu/s sentimento/s em relação à atividade.


Variações
Ao propor a leitura você poderá alterá-la: solicite algumas vezes ao aluno que tem a resposta a leitura da mesma e quem tem a pergunta se manifeste fazendo a leitura.
Aproveite para ressaltar o ponto de interrogação e também a importância de elaborar uma resposta com sentido completo.
Se preferir você poderá pedir que escrevam as perguntas e as respostas em folhas maiores, ofício ou A3, a fim de colar em um painel que deverá ficar exposto na sala de aula.
Professor outra proposta para esta atividade é você dar um número para cada membro que elaborou as perguntas e outro número correspondente para cada membro que elaborou a resposta.
Em seguida quem tiver o número 1, das perguntas, fará sua leitura e quem tiver o número 1 das respostas, lerá sua resposta.
Após a leitura o grupo deverá dizer se a resposta está certa ou não, em caso negativo deverá informar a certa.


5ª Atividade: aproximadamente 60 minutos
Registrando a atividade anterior
Professor faça um relatório coletivo da atividade anterior. Você poderá fazer assim:


RELATÓRIO
Na aula de ontem realizamos uma atividade que tinha como objetivo elaborar perguntas e respostas sobre substantivo coletivo.
Dividimo-nos em dois grupos através de uma dinâmica com balas, ou seja, cada um de nós pegou uma bala e no final deveríamos nos unir conforme os sabores das mesmas.
Individualmente elaboramos as nossas perguntas ou respostas conforme a determinação do professor.
Depois de realizada esta etapa nos reunimos novamente no grande grupo a fim de encontrarmos as perguntas e suas respectivas respostas.
Minha opinião sobre esta atividade é..., por que...
Veja as perguntas que foram elaboradas e suas respostas: (professor registre todas ou algumas das questões e respostas apresentadas).


Recursos Complementares
Para outras informações acesse os sítios:










Avaliação
A avaliação poderá ser feita em todos os momentos propostos, por meio da observação, da produção de relatório e dos registros individuais de cada aluno.
É importante perceber a compreensão da turma sobre a utilização da pontuação trabalhada, ou seja, ponto de interrogação e ponto final.
Para avaliar se eles conseguem utilizar a referida pontuação verifique as atividades propostas, dentre elas a formação de frases


 
Como utilizar a pontuação com os
 alunos de forma lúdica e criativa? (UCA)


■Identificar o gênero textual gibi;
■Elaborar um poema a partir do tema estudado;
■Resolver situações-problema envolvendo operações de adição;
■Representar sinais de pontuação através de movimentos corporais;
■Utilizar a pontuação em situações de diálogos;
■Elaborar frases utilizando a pontuação corretamente;
■Identificar a pontuação utilizada em tirinhas de histórias em quadrinhos;
■Criar uma história em quadrinhos utilizando a pontuação adequada;
■Ler com compreensão e entonação.




Como e quando aplicar a pontuação:
 ponto final e ponto de interrogação?


 
Como e quando aplicar os sinais
de pontuação em frases e textos?


Certo dia, num caderno,
Numa página interna,
Deu-se a grande reunião
Dos sinais de pontuação,
Para decidir, no instante,
Qual o que é mais importante.
Chegou correndo, afobadão,
O Ponto de Exclamação,
Bufando, muito excitado,
Entusiasmado ou assustado:
- Socorro!
- Viva!
- Saravá!
- Dá o fora! Sempre a berrar!
E logo, todo sinuoso,
A rebolar-se entrou, pimpão,
O enxerido e mui curioso
Dom Ponto de Interrogação:
- Quem é?
- Por quê?
- Aonde?
- Quando? - ele só vive perguntando...
E vêm as Vírgulas dengosas,
Muito falantes, muito prosas,
E anunciam: - Nós meninas
Somos as pausas pequeninas,
Que, pelas frases espalhadas,
São sempre tão solicitadas!
Mas já chegaram os Dois Pontos,
Ponto e Vírgula, e pronto!
Tem início a discussão,
Que já dá em confusão,
- Sem por cima ter um ponto,
Vírgula é um sinal bem tonto! –
Ponto e Vírgula declara,
Arrogante, e fecha a cara.
- Essa não! Tenha paciência! –
Intervêm as Reticências.
- Somos nós as importantes,
Tanto agora como dantes:
Quanto falta competência,
Botam logo... Reticências!
Til e Acento Circunflexo,
Numa discussão sem nexo,
Cara a cara, bravo, quase
Se engalfinham. Mas a Crase
Corta a briga, ao declarar:
- Poucos sabem me empregar!
Me respeitem pois bastante,
Já que eu sou tão importante!
Mas Dois Pontos prostestaram:
- Importante eu é que sou!
Eu preparo toda a ação
E a e-nu-me-ra-ção!...
- É aqui que nós entramos!
Nós, as Aspas, e avisamos:
Sem nossa contribuição
Não existe citação!
A Cedilha e o Travessão
Já se enfrentaram, mas então,
Bem na hora, firme e pronto
Se apresenta o senhor Ponto:
- Importante é o meu sinal.
Basta. Fim. PONTO FINAL.
BELINK, Tatiana. Di-versos russos. São Paulo: Scipione, 1994.


Veja tudo aqui






Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios