BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quarta-feira, março 30, 2011

Dengue e Afins - 30/03/11

Linguagem : Fora dengue!



dengue
Combater a dengue é uma tarefa simples.
Mas,justamente por isso,acaba caindo no
esquecimento, o que tem feito com milhares
 de brasileiros ainda sofram com ela a cada ano.
Você,professor,pode e deve ajudar a mudar esa história.
Oriente seus alunos.
Explique o que é a dengue,como o mosquito
 se reporoduz,os sintomas da doença e,
principalmente,o que fazer para combatê-la.
Com todos unidos,conseguimos vencer essa luta.


Como mobilizar seus alunos:
Aprenda o que é a dengue e a forma eficaz de combate;
Repasse o seu conhecineto aos alunos de forma clara e lembre-se de alertar sobre as riscos da doença;
Mobilize a turma de modo que eles se sintam responsáveis pelo combate;
Faça com que os alunos aprendam também,na prática, os métodos de evitar a dengue;
Passe lições de casa incentivando que a turma convesrse com os pais e tome as atitudes necessárias para evitar a doença;
Seja criativo, a dengue se combate com atitudes simples.
Leitura informativa
O que é dengue?
A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae e é transmitida, no Brasil, através do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus. Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública de todo o mundo.
Em todo o mundo, existem quatro tipos de dengue, já que o vírus causador da doença possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.
A dengue é conhecida no Brasil desde os tempos de colônia.
O mosquito Aedes aegypti tem origem africana.
Ele chegou ao Brasil junto com os navios negreiros, depois de uma longa viagem de seus ovos dentro dos depósitos de água das embarcações.
O primeiro caso da doença foi registrado em 1685, em Recife (PE).
Em 1692, a dengue provocou 2 mil mortes em Salvador (BA), reaparecendo em novo surto em 1792.
Em 1846, o mosquito Aedes aegypti tornou-se conhecido quando uma epidemia de dengue atingiu o Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador.
Entre 1851 e 1853 e em 1916, São Paulo foi atingida por epidemias da doença.
Em 1923, Niterói, no estado do Rio, lutou contra uma epidemia em sua região oceânica.
Em 1903, Oswaldo Cruz, então Diretor Geral da Saúde Pública, implantou um programa de combate ao mosquito que alcançou seu auge em 1909.
Em 1957, anunciou-se que a doença estava erradicada do Brasil, embora os casos continuassem ocorrendo até 1982, quando houve uma epidemia em Roraima.
Em 1986, foram registradas epidemias nos estados do Rio de Janeiro, de Alagoas e do Ceará.
Nos anos seguintes, outros estados brasileiros foram afetados.
No Rio de Janeiro (Região Sudeste) ocorreram duas grandes epidemias.
A primeira, em 1986-87, com cerca de 90 mil casos; e a segunda, em 1990-91, com aproximadamente 100 mil casos confirmados.
A partir de 1995, a dengue passou a ser registrada em todas as regiões do país.
Em 1998 ocorreram 570.148 casos de dengue no Brasil; em 1999 foram registrados 204.210 e, em 2000, até a primeira semana de março, 6.104.
Em 2006, o número de casos de dengue voltou a crescer no país.
Segundo dados do Ministério da Saúde, entre janeiro e setembro de 2006 foram registrados 279.241 casos de dengue o equivalente a 1 caso (não fatal) para cada 30 km ² do território desse país. Um crescimento de 26,3% em relação ao mesmo período em 2005.
 A região com maior incidência foi a Sudeste.
Já em 2008, a doença volta com força total, principalmente no Rio de Janeiro, onde foram registrados quase 250 mil casos da doença e 174 mortes em todo o Estado (e outras 150 em investigação), sendo 100 mortes e 125 mil casos somente na cidade do Rio de Janeiro.
A epidemia de 2008 superou, em número de vítimas fatais, a epidemia de 2002, onde 91 pessoas morreram. Nos últimos anos, outros estados do Brasil também registraram uma epidemia de Dengue .
Atualmente, a dengue hemorrágica está entre as dez principais causas de hospitalização e morte de crianças em países da Ásia tropical.
Nas Américas, a primeira epidemia de dengue hemorrágico que se tem notícia ocorreu em Cuba, em 1981.


Turma da Mônica na campanha da dengue
O melhor método para se combater a dengue é evitando a procriação do mosquito Aedes aegypti que é feita em ambientes úmidos ou em águas paradas.
Quando a equipe da Fundação Nacional de Saúde- FNS passar com o "fumacê" que pulveriza inseticida, abra completamente as portas e janelas, cubra os alimentos, as gaiolas, os aquários, e os latões contendo água de beber.
Outras maneiras de combater a Dengue.
Dengue: Que bicho é esse? A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.
Ele é escuro, com listras brancas, menor que um pernilongo.
Tem por hábito picar durante o dia e se desenvolve em água PARADA e LIMPA.
Dengue: É melhor previnir?
 Não deixe acumular água em pratos de vasos de plantas e xaxins.
Na hora de lavar o recipiente, passe um pano grosso ou bucha nas bordas.
 Substitua a água dos vasos de plantas por areia grossa umedecida.
Esvazie as garrafas sem uso.
Elas devem ser guardadas de boca para baixo, de preferência em lugares cobertos.










Todo material descartável que acumula água.
Como copos de plástico, latas e tampinhas de garrafa, deve ser jogado no lixo.
Pneus velhos são um dos lugares preferidos do mosquito da dengue.
Por isso, eles devem ser guardados em lugar coberto ou furados.



Mantenha as caixas d´água, poços, latões e filtros bem fechados.



Troque diariamente a água de bebedouros de animais.
Leve bem o recipiente com uma escova ou bucha.
Mantenha limpas as calhas, lajes e piscinas.













Dengue: Como dá para saber?
Os sintomas da dengue são febre alta, dores musculares e nas juntas, dor atrás dos olhos, fortes dores de cabeça, manchas avermelhadas na pele, fraqueza e falta de apetite.
Pessoas que apresentam esses sintomas podem estar com dengue.
Dengue Hemorrágica: A mais perigosa.
A dengue hemorrágica é o tipo mais grave.
 Os sintomas iniciais são os mesmos da dengue comum.
Só que, quando a febre acaba, começam a surgir sangramentos, a pressão cai, os lábios ficam roxos, a pessoa sente fortes dores no abdômen e uma hora fica sonolenta, outra hora agitada.
 A dengue hemorrágica é muito perigosa e pode levar a pessoa à morte. Por isso, todo cuidado é pouco.
Dengue: O que se deve fazer?
A primeira coisa a ser feita é consultar um médico ou procurar um posto de saúde para obter orientação médica. Quanto antes for iniciado o tratamento, melhor.
A pessoa com dengue deve ficar em repouso, beber muito líquido e só usar medicamento para aliviar as dores e a febre. MAS CUIDADO: não use remédios à base de ácido acetil salicílico (aspirina e AAS). Evite a automedicação, consulte sempre um médico.
Dengue: Depende de cada Um
Se cada um fizer a sua parte, a cidade vai acabar com a dengue.
Converse com sua família, com seus vizinhos, mostre a importância de participar desta campanha.
Entre na luta contra a dengue. Colabore.
Fonte:

Veja aqui mais:




Link para essa postagem


Um comentário:

  1. tão fazendo uma série de animações sobre assuntos polemicos nesse site, esse da dengue é um deles, raxei de rir!!
    http://temporadafora.com/vlog/dengue

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios