BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

sábado, junho 30, 2012

Ai que frio> Inverno> Cuidados com o nosso corpo> 30/06/12

Ai, que frio!
Gênero informativo



Por que as temperaturas sempre caem no mês de junho?
Como se forma a neve?
O que muda no nosso corpo durante o inverno?
Embarque com a gente nessa viagem divertida rumo a uma porção de descobertas. Nosso destino?
O friiiio!
Rita Trevisan - Ilustrações: Rafael Urnhani






Em períodos específicos do ano, estamos acostumadas a perceber sempre o mesmo tipo de clima, que é justamente o que marca as quatro estações. Lá por janeiro, no verão, normalmente faz um calor danado. Já em março, refresca, por causa da chegada do outono. Em junho, dá-lhe inverno e a gente só não vira sorvete porque se enche de roupas. Depois, logo em setembro, as coisas começam a mudar novamente e, com a primavera, um sol ainda meio tímido e preguiçoso dá o ar da graça. A explicação para as diferenças de temperatura, ao longo do ano, é bastante fácil de entender: como você sabe, a Terra gira em torno do Sol. E a gente gira com ela. Então, quando o lado do planeta em que moramos fica mais perto do astro rei, sentimos aquele calorzinho gostoso. Porém, quando começamos a ficar um pouco mais distantes, já bate um frio de rachar! E é sempre assim: quando um polo da Terra está em pleno verão, o outro está mergulhado no mais rigoroso inverno. Tudo culpa dos movimentos do nosso planeta, que, assim como você, não para quieto um minuto!

E tudo muda



Quando a temperatura cai, o nosso organismo, que é uma máquina pra lá de inteligente, ajusta todas as suas funções para dar conta de nos manter aquecidas. Veja só alguns exemplos do que está acontecendo aí do lado de dentro do seu corpo, agorinha mesmo:



Olhos: eles ressecam e podem até ficar irritados no inverno, como resultado da diminuição da umidade ambiente. Afinal, essa é estação do ano em que há um índice menor de evaporação de água na natureza e, consequentemente, é menor a frequência de chuvas.



Mãos e pés: as extremidades do nosso corpo ficam mais geladas do que nunca! Quando estamos expostas a temperaturas abaixo de 15°C, o sangue trata de se concentrar mais, para garantir que as regiões que abrigam os nossos órgãos vitais estejam sempre bem quentinhas, como a cabeça (onde está o cérebro) e a parte central do corpo (onde ficam o coração, os rins, os pulmões e o intestino). Como consequência, diminui a circulação sanguínea nas outras partes do corpo, que acabam saindo no prejuízo.



Pele: é só dar uma bobeada e ela fica ressecada! O problema é consequência da diminuição na produção da gordura que recobre todo o nosso corpo. No inverno, as glândulas sebáceas responsáveis por formar esse manto protetor trabalham devagar, quase parando. Para ajudar, o pouco de substância gordurosa que elas ainda fazem acaba sendo removido durante o banho, por causa do tempo prolongado que passamos debaixo da água quente. E tem mais: como sentimos menos sede e, consequentemente, bebemos menos água, corremos o risco de ficar desidratadas. E aí já viu: não há pele macia que resista!



Nariz: já reparou como fica mais difícil respirar no friozão? Isso porque o nariz tem de trabalhar dobrado nessa época do ano. Além de puxar e filtrar o ar (por meio dos pelos), ele ainda precisa aquecer o ventinho que chega carregando o oxigênio, antes de mandá-lo para o interior do corpo. Daí, como o ar é mais frio no inverno, leva mais tempo para deixá-lo na temperatura ideal.



Boca: tem coisa mais divertida do que produzir aquele vaporzinho d'água, uma espécie de nuvem de gotas bem pequenas que sai pela boca, nos dias frios? O que acontece é que, durante o ano todo, os pulmões expelem um vapor quentinho pela respiração. Mas ele passa batido nas demais estações. Já no inverno, por causa do frio, esse vapor se condensa do lado de fora da boca, gerando partículas um pouco mais densas, que a gente consegue ver.



Barriga: uma fome louca toma conta de você nos dias frios? Não pense que é a única! Segundo os especialistas, estamos liberadas para consumir algumas calorias a mais do que o normal durante todo o inverno. Acontece o seguinte: com as temperaturas baixas, o nosso organismo também queima as gordurinhas mais rapidamente, para nos manter aquecidas. Quando a temperatura está em cerca de 10°C, por exemplo, a queima calórica aumenta quase 30%. Nessas condições, estaríamos liberadas para ingerir por volta de 20% a mais de calorias, todo santo dia.



Xixi: você já se perguntou por que vamos ao banheiro toda hora, se normalmente tomamos menos água no inverno? Pois saiba que a mudança é uma resposta do corpo às circunstâncias do ambiente. Pensa: se transpiramos menos, por onde vão sair os resíduos que não servem mais ao organismo e que só podem ser eliminados quando diluídos em água? Se você respondeu que é pela urina, está coberta de razão!



Tira-dúvidas
Por que não neva no meu quintal?
Tudo porque o nosso inverno não é suficientemente gelado, como acontece em algumas regiões da Europa, por exemplo. Afinal, a neve é um fenômeno meteorológico muito especial, ela só se forma quando as temperaturas caem bastante, atingindo por volta de 0°C. O que dá origem àqueles simpáticos floquinhos é o encontro das partículas de água transportadas pelo vento nas nuvens altas, com uma camada de ar muito, mas muito fria mesmo. No choque, as pequenas gotinhas acabam congeladas.



Posso tomar sorvete no frio?
Se tiver coragem, por que não?
Afinal, ninguém pega gripe de tomar gelado.
A doença é transmitida por um vírus que está no ar e que nos ataca, principalmente, pelo contato com as mãos de quem já está contaminado.



Bebês sentem mais frio do que os adultos?
Sim, já que o mecanismo de regulação da temperatura do organismo, nos pititicos, é mais lento.
Traduzindo: o corpo deles demora mais para se adequar às mudanças do clima.



Dá pra morrer de frio?
Ô se dá! E nem precisa ir ao Polo Norte, sabia?
 Se ficar de bobeira por um tempão, aí na sua casa, sem casaco, exposta a uma temperatura abaixo de 17º C, já estará correndo o risco de sofrer uma hipotermia, choque térmico causado pelo contato com o frio do lado de fora, que o corpo, do lado de dentro, não consegue compensar.
 Isso leva a alterações nos batimentos cardíacos e pode, sim, ser fatal.



Por que os cobertores esquentam?



Primeiro, uma novidade: cobertores não esquentam coisíssima nenhuma.
Quem faz todo o trabalho é o nosso organismo, que produz calor sem parar.
O cobertor, a manta ou o edredom só impedem que esse calor se dissipe no ambiente, mantendo-o bem juntinho do corpo.



É verdade que pessoas gordas sentem menos frio?
Ahan. Isso porque a gordura funciona com uma espécie de isolante térmico, diminuindo a sensação de frio.



Tomar friagem faz mal?
Sim, senhorita, como diria a sua avó!
Qualquer mudança brusca de temperatura nos deixa mais vulneráveis ao ataque de vírus e bactérias e, dessa forma, corremos um risco maior de adoecer.
Por isso, não me vá sair sem blusa, hein, menina?!








Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios