BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

segunda-feira, agosto 07, 2017

Fábula:Um índio chamado Esperança>Identidade>Estímulos fabulosos>07/08/2017


Uma fábula comovente e singela sobre a perda de identidade e a destruição da cultura de nossos índios, escrita por um dos maiores nomes da literatura infantil brasileira. 
No tempo em que macaco era gente e bicho falava, aquele indiozinho sai em busca do seu próprio nome gravado em uma pedra verde, a muiraquitã. 
A pedra havia sido roubada pelo urubu, que a levou para longe em seu bico. 
Sem a pedra, o indiozinho perdeu seu nome e não podia ser chamado por ninguém, nem podia encontrar sua tribo e sua família. 
O que ele poderá fazer?
Resultado de imagem para historia um indio chamado esperança

Conta a história de um indiozinho que procura seu nome, roubado por um urubu quando ele ainda era um bebê. Para encontrá-lo, o indiozinho faz uma longa viagem e recebe a ajuda dos animais da floresta.
Desenhando o índio da história
AQUI
A  história que vou lhes contar
 é sobre um curumim
Pode ser tanto boa para você quanto pra mim

No tempo que gente era esperto e
Na beira de uma montanha já andava
um avô uma história para o neto contava.

O menino pra o avô perguntava
Qual é meu nome meu avô?.
E o avô só enrolava.

O avô morreu e o menino se irritou
Pois sem quem o criar
O menino não aguentou.

O menino na floresta começou a perguntar
Para um sapo, jacaré, jumento e até um sabiá
Ele perguntou sobre o nome
mais ninguém sabia  falar.
Uma hora em uma pedra
o menino encontrou
Sarungaua era o seu nome e disso ele se orgulhou.

Cordel resumido do Livro: Um índio chamado Esperança
De Luiz Galdino
Editora Nova Alexandria, São Paulo 1997.

Por Jean Tolstoi A. O. Almeida
Desdobramentos
Muiraquitã
(Informativo)
São artefatos talhados em pedra, usualmente jade, representando animais (especialmente sapos, mas também tartarugas ou serpentes). 
Teriam sido usados pelos povos indígenas Tapajós e Konduri , que habitavam o Baixo Amazonas até a chegada do colonizador europeu, como amuletos, símbolos de poder, e ainda como material para compra e troca de objetos valiosos. 
Há muitas lendas e mitos sobre eles, sempre envolvidos com as índias Amazonas extintas ou lendárias.
A lenda: 
O Muiraquitã, pedra verde esculpida em forma de sapo era usado pelas mulheres tapajós como amuleto

Sobre este amuleto

Resultado de imagem para muiraquitã

Aula
Conto de tradição
Imagem relacionada

Dia do índio
Atividades


Mais:  AQUI
O indiozinho Havita


O índio lutador,
Tem sempre uma história pra contar.
Coisas da sua vida,
Que ele não há de negar.
A vida é de sofrimento,
E eu preciso recuperar. 

Eu luto por minha terra,
Por que ela me pertence.
Ela é minha mãe,
E faz feliz muita gente.
Ela tudo nós dar,
Se plantarmos a semente.

A minha luta é grande,
Não sei quando vai terminar.
Eu não desisto dos meus sonhos,
E sei quando vou encontrar.
A felicidade de um povo,
Que vive a sonhar.

Ser índio não é fácil,
Mas eles têm que entender.
Que somos índios guerreiros.
E lutamos pra vencer.
Temos que buscar a paz,
E ver nosso povo crescer.

Orgulho-me de ser índio,
E tenho cultura pra exibir.
Luto por meus ideais,
E nunca vou desistir.
Sou Pataxó Hãhãhãe,
E tenho muito que expandir.

Autor: Edmar Batista de Souza (Itohã Pataxó) 

Proposta de trabalho
Índio





Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios