BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2018
9 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quinta-feira, abril 05, 2018

Rupi, o menino das cavernas>Arte rupestre>Pré-história>Projeto>05/04/2018

É a história de um menino das cavernas que não queria caçar 
os animais, ele gostava mesmo era de desenhá-los nas cavernas...

O autor nos conduz numa visita ao final da Idade da Pedra, um tempo em que os homens viviam em cavernas e caçavam para se alimentar. 
Mas nem todos eram bons caçadores. Rupi , dedicadamente, era péssimo. 
Mas, havia uma coisa que Rupi fazia muito bem: desenhar.
 Os desenhos de Rupi ganhavam vida e isso mudou o cotidiano dele e de toda sua tribo. 
No dia em que Rupi desenhou um touro selvagem, os homens começaram a plantar e foi então que surgiu a agricultura.
Esse livro aborda que, se não somos bons em alguma área da nossa vida, podemos ser bons em outra e isso pode mudar o ambiente em que vivemos. Outros temas trabalhados neste livro: sobrevivência, respeito à natureza, evolução da espécie, ecologia, preservação da espécie animal, trabalho e cultivo da terra, escrita rupestre, caça e muitas referências históricas.
Este livro foi muito bem avaliado por destacar temas transversais propostos pelos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ministério da Educação e Cultura, e também fazer parte do programa Metas do Milênio 2, que tem como objetivo atingir o ensino básico universal, ou seja, o ensino de qualidade para todos e, assim, permitir a formação de adultos alfabetizados e capazes de contribuir para a sociedade como cidadãos e profissionais. Fonte
Proposta de trabalho

Ouvindo a história
Atividades

Projeto
A arte rupestre

Aula
Arte rupestre passado e presente
A história da escrita


Como as inscrições feitas em cavernas pelos primeiros homens nos conduzem a conhecer registros anteriores à escrita e levantar hipóteses sobre o passado do homem:  AQUI



Mais atividades rupestres

Motivadas pelas aventuras do homem das cavernas, vividas por Cebolinha, a turma ampliou suas pesquisas e conheceu o personagem Lolo, do livro "Lolo Barnabé", de Eva Furnari. 
As crianças se entusiasmaram com a maneira bem humorada e inventiva com que a família Barnabé, que vivia no tempo das cavernas, modificou a sua vida na tentativa de se adaptar às coisas que mudaram com o tempo. 
No decorrer da narrativa uma frase aparecia constantemente: "Todos ficaram felizes... mas nem tanto". 
Aproveitamos para perguntar porque será que a família não estava tão feliz com tantas invenções que foram surgindo, o que favoreceu uma rica reflexão sobre o consumismo.
Resultado de imagem para lolo barnabé







Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios