BlogBlogs.Com.Br

n

Glitter Photos
Glitter Photos

Agradecendo aos céus...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
OBRIGADA!
VOLTEM SEMPRE!

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) blogueira (o),
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto,será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes , experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos .
Se você leu ,experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog ,ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente,assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo,por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog,não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu ,que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem- vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

CATIVA-ME

Glitter Photos

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

terça-feira, junho 05, 2012

Leitura instrucional>Bonequinho doce>Literatura Infantil>> 05/06/12



ORGANIZANDO TÍTULOS DE UM LIVRO DE CULINÁRIA
  UMA PROPOSTA DE LEITURA

O que o aluno poderá aprender com esta aula
Atribuir significado à leitura.
Utilizar estratégias de leitura.
Ampliar seu repertório linguístico.
Conhecer um texto prescritivo e suas características.
Duração das atividades
1 Aula de 60 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Os alunos não precisam dominar a leitura, mas deverão saber fazer uso de procedimentos de leitura para acessar as informações que já dispõem e utilizá-las para identificar os ingredientes.
É indicado que os alunos já tenham trabalhado com as receitas em sala.
Estratégias e recursos da aula
RECURSOS DA AULA:
Folhas com as receitas digitadas e títulos separados.
Lápis de cor, hidrocor ou lápis cera para ilustrar as receitas.
Cola.
ESTRATÉGIAS DA AULA:
- O professor inicia a aula contando que tem um problema e precisa da ajuda dos alunos para resolvê-lo.
- Mostra as receitas sem os títulos, explicando que esqueceu de escrevê-los, e os trouxe separados para cada criança colocar na receita correta.
- O professor lê junto com a turma os títulos, e verifica quais os ingredientes que podem ser encontrados em cada receita. Por exemplo:
Mostra o título: BRIGADEIRO, e faz com a turma, oralmente, a lista de ingredientes possíveis. Perguntando: O que a mamãe usa para fazer brigadeiro?
- Mesmo que a professora não tenha trabalhado a receita no grupo, é possível, com a ajuda da turma e com a intervenção do professor, dar pistas aos alunos, das palavras que deverão procurar na receita para identificá-la.
- O professor deverá utilizar as receitas que já trabalhou em sala, ou quando a turma não teve contato com estes textos, escolher receitas simples, com poucos ingredientes.
- Exemplo de receitas adequadas para este trabalho:
Brigadeiro;
Salada de frutas;
Bolo;
Pipoca;
Cachorro-quente;
Pizza;
Suco de frutas;
- Estas receitas mostram na lista dos ingredientes, pistas que possibilitam aos alunos em fase de apropriação da leitura, o uso estratégias para descobrirem a receita adequada a cada título.
- Depois de verificar cada título e os ingredientes correspondentes, o professor entrega as folhas com os títulos para a realização da atividade.
- É importante orientar os alunos, para primeiro escolher um título e ir procurar nas receitas “pistas” dos ingredientes da receita, e não tentar ler a receita para achar o título. - Esta orientação é importante, pois ajuda os alunos em fase de apropriação da leitura, tornando a atividade possível e desafiadora para eles.
- Depois que todos encontram e colam os títulos, faz-se a leitura da receita completa junto com a turma e sugere a ilustração de cada receita.
- Ao fazer a ilustração, os alunos estarão mais uma vez, se reportando ao texto e a leitura dos ingredientes, por isso, a importância de completar o trabalho com esta atividade, além de deixar o produto final da atividade mais bonito e atraente aos leitores.
Avaliação
A avaliação ocorre durante toda a atividade, observando a participação de cada um e as estratégias que utilizam para a leitura dos textos.

 

Trabalhando com Cardápio e Menu
O que o aluno poderá aprender com esta aula
A criança poderá compreender a função, estrutura e organização de um cardápio/menu.
Duração das atividades
aproximadamente 3 aulas de 50 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Conhecimentos sobre a organização da escrita alfabética.
Estratégias e recursos da aula
Com este plano didático, vamos possibilitar aos alunos trabalhar, conhecer e compreender a função e organização de um cardápio, bem como sua diversidade.
Para introduzir a temática, convide o grupo a dizer o que é comum observar em um cardápio e em quais lugares normalmente encontramos este texto.
Trabalhe ainda nesta conversa, qual é a importância deste texto.
Oriente a conversa de modo que o grupo perceba que é muito comum, para cada situação um cardápio.
Por exemplo, nas festas infantis não faltam doces, nos restaures e lanchonetes sempre há o campo de bebidas, comidas salgadas e doces, etc. Explore estas possíveis diversidades, bem com a especificidade de cada uma.
Chame a atenção das crianças para observar que mesmo em nossa casa, nas refeições cotidianas, apesar de não haver uma grande variedade como as que encontramos nos restaurantes, há também um cardápio.
Convide-os oralmente a dizer um cardápio de casa, para o almoço, durante uma semana.
O momento de exploração indicado acima, é oral.
Espera-se que nesta última proposta, que o grupo responda por exemplo: na segunda-feira teremos no cardápio do almoço _ arroz, feijão, farofa, salada de alface com tomate e carne cozida. Para beber, teremos limonada e como sobremesa gelatina.
Uma vez que o grupo compreendeu esta organização, é interessante convidá-los a trabalhar a criatividade, fazendo como nos restaurantes e assim atribuindo um nome ao prato.
 Desse modo, a turma pode definir, por exemplo, que o prato do cardápio de segunda, acima descrito, chama-se Brasileirinho.
Caso, já tenha trabalhado dinheiro/valores com sua turma, é oportuno também que eles definam um valor para o prato.
Se assim for, você pode pedir que façam previamente uma pesquisa sobre os valores das refeições em sua região, bem como os pratos mais vendidos, etc.
A idéia é que a turma faça uma diversidade de cardápios, assim todos podem conhecer as especificidades de cada um.
Para que isso aconteça, recomendo que organize a sala em grupos com quatro ou cinco c
rianças cada.
Uma vez organizados os grupos, a turma com sua mediação, deve citar os possíveis tipos de cardápio, por exemplo_ festa de aniversário, almoço e jantar (neste modelo, você poderá solicitar ou indicar duas propostas, uma para restaurante e outra para casa), pizzaria, lanchonete, festa junina, entre outros.
 Com as opções registradas no quadro/lousa, copie-as em um papelzinho e circule nos grupos, para que cada um sorteie o cardápio que deverá desenvolver.
Evidencie ao grupo que é necessário, que os cardápios sejam organizados por itens (exemplo_ bebidas, sobremesas, salgados, etc), além disso se desejar solicite ainda, o nome do prato (a ser criado pelo grupo) e o valor.
Não poderia faltar também, a capa do cardápio e, portanto o nome (e se desejar a logomarca) do restaurante, pizzaria, lanchonete, Buffet.
Com todos estes elementos claros, sugiro que o grupo faça o registro em folhas de papel almaço ou se for possível que trabalhem no computador utilizando o Word e ainda, a internet para pesquisa de imagens que podem ilustrar as refeições.
Para concluir, você poderá montar com os grupos restaurantes, lanchonetes e outros “imaginários” com brinquedos (que podem ser sucatas ou mesmo trazidos pelas crianças), para que todos possam brincar e se deliciar com os pratos criados.
É interessante ainda, que monte uma tabela (como um cardápio) para que as crianças durante uma semana possam registrar em casa e também na escola suas principais refeições (café da manhã, almoço, lanche e jantar).
Veja a seguir o modelo indicado:

Com esta atividade, além de consolidar os trabalhos sobre cardápio, trará a você professor(a), elementos importantes sobre os seus alunos.
De acordo com os resultados poderá surgir um novo trabalho, sobre qualidade da alimentação, por exemplo.
Pode ainda, para consolidar este trabalho, apresentar de modo desordenado elementos de um cardápio, para que a criança organize. Esta é uma atividade que avaliará a compreensão da criança sobre a organização, função e estrutura deste texto.
Pode ainda, para consolidar este trabalho, apresentar de modo desordenado elementos de um cardápio, para que a criança organize. Esta é uma atividade que avaliará a compreensão da criança sobre a organização, função e estrutura deste texto.
Avaliação
Para avaliar, observe o desenvolvimento do grupo, ao longo do processo de execução das atividades no que diz respeito a compreenção e elaboração da organização, função e estrutura de um cardapio/menu.
Observe também o envolvimento das crianças, bem como suas contribuições nos momentos destinados a exposição oral




RECEITAS: CRIANDO A RECEITA
DE UM BONEQUINHO SALGADO


O que o aluno poderá aprender com esta aula
• Compreender o sentido global de uma história ouvida e comentada em sala.
• Compreensão da estrutura composicional do gênero receita.
• Escrita de receita culinária.
Duração das atividades
4 aulas de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Organização e compreensão da estrutura do gênero lista.
Conhecimentos sobre a organização da escrita alfabética.
Estratégias e recursos da aula
Recursos: Vasilha, máscara e luvas descartáveis, colher e uma xícara.
Livro: O Bonequinho Doce. Autora: Alaíde Lisboa de Oliveira

Atividade 1
Professor inicie a aula explorando a capa do livro “Bonequinho Doce”: o nome da autora, da editora, o título.
Pergunte aos alunos: sobre o que eles acham que conta o livro?
Quem é o bonequinho doce?
Do que ele é feito?
Quais são os animais que aparecem na capa do livro?


Leia a história para os alunos em roda e explore algumas capacidades de leitura, faça principalmente perguntas que auxiliem na compreensão global do texto.
Por que Lucinha e Lalá fizeram um bonequinho doce?
Quais foram os materiais utilizados para fazer o bonequinho doce?
 O bonequinho era obediente?
Quem correu atrás do bonequinho doce? O que aconteceu com ele?
Finalizada a discussão peça aos alunos que tragam receitas culinárias para próxima aula.
Dica: Professor, caso você não tenha o livro “O Bonequinho Doce” de Alaíde Lisboa, acesse o site: http://www.4shared.com/get/72807267/769ec6da/Trabalho_com_o_livro_O_BONEQUI.html;jsessionid=EBA407B2607A9902EEA4A64CCFCBF5AF.dc156

e tenha acesso ao texto sem as imagens.
 É importante que você conheça o livro, as ilustrações para desenvolver este trabalho.
É IMPORTANTE PRINCIPALMENTE QUE AS CRIANÇAS TENHAM ACESSO AO SUPORTE ORIGINAL, QUE POSSAM MANUSEÁ-LO, EXPLORAR A RELAÇÃO TEXTO E IMAGEM.

Atividade 2
Faça uma grande roda e deixe disponível para consulta, as receitas trazidas.
Peça aos alunos que observem quais passos devem ser seguidos para o preparo de uma receita, a diferença entre os ingredientes e o modo de preparo.
Escreva uma receita no quadro e peça que observem quantas partes a receita tem.
Discuta com o grupo a função de cada uma das partes e também a do título.
Professor explique aos alunos que o texto da receita deve ser claro para o leitor e que por isso é dividido em partes, por exemplo.
Discuta também quais são as funções de uma receita: quem usa, quando, pra quê etc.
Distribua uma cópia da receita “Docinhos de leite em pó” para os alunos e peça para que eles listem os ingredientes necessários para o preparo da receita.
Separe a turma em grupos de no máximo 5 alunos e faça um sorteio para que cada aluno traga um ingrediente da receita de “Docinhos de leite em pó” para próxima aula.

Docinhos de leite em pó
Ingredientes
• 2 xícaras de açúcar refinado
• 2 xícaras de leite integral em pó
• 50ml de leite de coco

Modo de preparo:
• Misture bem o açúcar com o leite em pó
• Aos poucos, acrescente o leite de coco e vá amassando até a massa atingir o ponto de ser enrolada

Atividade 3
- Preparando um bonequinho doce com a receita do docinho de leite em pó
Professor prepare um local limpo para a realização da receita.
Entregue aos alunos máscaras e luvas descartáveis, uma bacia e uma xícara para o preparo do docinho.
Separe a turma em grupos de no máximo 5 alunos e distribua uma cópia da receita de docinho de leite em pó.
Os grupos deverão preparar a receita seguindo as orientações.
Quando a receita estiver pronta, peça aos grupos que separem a massa em 4 partes.
 Distribua para os grupos anelina comestível das seguintes cores: azul, amarelo e vermelho, para que os alunos pinguem algumas gotas nas partes da massa.
Cada parte da mas sa ficará de uma cor.
• Cor branca: Será a cabeça e as mãos.
• Cor vermelha: Paletozinho e a boca do bonequinho doce.
• Cor azul: Chapeuzinho do bonequinho doce.
• Cor amarelo: Calça do bonequinho doce.
Cada aluno fará o seu bonequinho.
Eles poderão utilizar os cravos da índia para fazer os olhos e o nariz.
Com os bonequinhos prontos os alunos poderão fazer a encenação da história, brincar com o bonequinho doce e depois degustá-lo.

Atividade 4Professor separe a turma em duplas e faça um bate papo com os alunos.
Se o bonequinho fosse salgado como seria a receita?
O que vocês usariam no lugar do açúcar?
Peça às duplas que criem a receita de um bonequinho salgado.
Monte um mural com as receitas criadas pelos alunos

Avaliação
Verificar se o aluno compreendeu a estrutura composicional da receita.
Essa verificação ocorrerá quando as crianças escreverem, de forma mais ou menos autônoma, a receita do bonequinho salgado.





 
ESCRITA COM SABOR 
ESCREVENDO RECEITAS
A PARTIR DA LITERATURA

Aprender a fazer suas próprias escolhas, de acordo com seus interesses e gosto.
Desenvolver a escrita.
Desenvolver gosto pela literatura.
Ampliar vocabulário.
Conhecer um texto prescritivo.
Aprender a escrever uma receita simples.

Aula completa aqui:




Link para essa postagem


Um comentário:

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Blog Widget by LinkWithin

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios